Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Artigos sobre Franchising, Mercados, Economia, Finanças, Gestão

08 de Março de 2017 as 05:03:22



NO MAR DE CEOs, Destaques que viabilizaram StartUps - por Gisele Simões



por Gisele Simões
da NR-7 Comunicação
 
Especialistas afirmam que,  em seu nascedouro,  toda empresa de pequeno porte deve ser considerada uma startup. Mas há os que entendem por startup a organização com baixos custos de manutenção e que,  a despeito disso, apresentam expansão acelerada, alem de elevada e crescente lucratividade.
 
Contudo, há especialistas que apresentam uma definição mais moderna e precisa. E para eles startup é “um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, que trabalham em condições de extrema incerteza” . Esse é o entendimento de Yuri Gitahy (¹)
 
Confira a seguir a materialidade de todas essas acepções do conceito de Startup, por meio da observação do perfil de líderes que, mobilizados por sua visão estratégica, deram substância aos negócios que empreenderam.
 
 
Max Oliveira, CEO e sócio-fundador da MaxMilhas
 
Formado em Engenharia de Produção pela UFMG, o empreendedor já passou pelas empresas como Vale e Ambev. Depois dessas experiências, decidiu que era o momento de empreender.
 
A ideia da MaxMilhas surgiu quando Max Oliveira, em meados de 2013, queria visitar a namorada, atual esposa. Eles namoraram a distância por muito tempo, e por conta disso, ele tinha o hábito de viajar bastante.
 
Porém, em uma dada situação, ele foi conferir o preço da passagem, e se assustou com os preços cobrados. Com isso, ele pensou em uma possibilidade de ajudar os viajantes a pagar mais barato pelas passagem, e também auxiliar as pessoas que querem vender suas milhas a encontrar esses compradores.
 
A partir dessa situação, nasceu a ideia da MaxMilhas. Com mais de 200 mil usuários cadastrados, apenas em 2016, a empresa alcançou a marca anual de R$100 milhões de reais em vendas de passagens aéreas.
 
 
Rafael Heringer, CEO e co-fundador do Jurídico Certo
 
Heringer iniciou a carreira de programador aos 16 anos e atuou em empresas como MZ Consult, Accenture e FIRB. Na empresa, percebeu a oportunidade de abrir seu negócio próprio. Porém, por falta de experiência, o negócio fechou.
 
Investiu em outra empresa, agora focada em leilão de centavos, na época do boom do modelo de negócio, mas que também não deu certo. Foi quando foi para a Lopes Consultoria de Imóveis, onde conheceu seu sócio, Diego Ramos.
 
Em 2013, os dois investiram no Jurídico Certo, portal que oferece apoio jurídico para qualquer localidade do país. Atualmente, possui mais de 70 mil correspondentes jurídicos cadastrados e intermediou a resolução de 325 mil processos jurídicos em todo o país.
 
 
Rodolfo Reis, CEO da Leiturinha
 
Formado em Engenharia de Computação pela PUC Campinas, trabalhou durantes 4 anos no CPqD na área de Qualidade de Software. Pós-graduado no MBA de TI pela FGV, com módulo de Empreendedorismo pela Babson University (Boston), o CEO foi Fundador da Spider.Ad, empresa que desenvolve soluções para o mercado de mídia digital.
 
Junto com mais 2 amigos engenheiros, Guilherme Martins e Luiz Castilho, a Leiturinha surgiu em uma conversa sobre a importância de compartilhar o hábito da leitura com os filhos para estabelecer um vínculo permanente de carinho e aprendizado, aliada à difícil tarefa de escolher livros adequados para as crianças.
 
Foi então que em maio de 2014, o dilema se transformou em projeto de vida, dando espaço para a criação do primeiro clube do livro infantil do Brasil.
 
Atualmente, a Leiturinha já promove o momento da leitura compartilhada para mais de 30 mil famílias de mais de 3.5 mil cidades brasileiras, sendo considerada o maior clube do livro infantil do País e uma das maiores empresas no segmento de assinaturas.
 
 
Francisco Forbes, CEO e fundador da Seed Digital
 
Francisco Forbes, 28 anos, formado em arquitetura pela FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), iniciou sua carreira como assistente do renomado arquiteto Isay Weinfeld e, em seguida, passou a trabalhar na ToF, empresa de branding e consultoria de imagem.
 
Em 2014, fundou a Seed Digital para suprir a necessidade do varejo físico por tecnologias responsáveis pelo sucesso e crescimento do e-commerce. Com tecnologia própria, a empresa fornece dados precisos de hábitos de consumo que possibilitam a tomada de decisões estratégicas e mensuração da eficiência do investimento em comunicação.
 
Hoje a empresa atende shoppings centers, além das maiores redes e lojas do varejo físico e tem a expectativa de crescer 50% até o fim de 2017.
 
 
Marcelo França, CEO do Celcoin
 
Democratizar os serviços financeiros é o lema do empreendedor Marcelo França, CEO do Celcoin, aplicativo para usuários que não têm conta em banco. Doutor em Inteligência Artificial pela PUC-RJ, o empresário também se formou em Tecnologia na mesma universidade e possui MBA em Finanças Corporativas pela IBMEC-RJ.
 
Antes de criar e lançar o Celcoin, França esteve à frente da área de Soluções de Tecnologia do Lemon Bank, comprado pelo Banco do Brasil, em 2009, e passou por importantes empresas e instituições financeiras, como Banco Bozano Simonsen, Corretora Investshop e Resource IT.
 
Em 2016, observando a alta demanda por produtos financeiros e o avanço dos smartphones, França encabeçou o Celcoin para atender à essa população e hoje possui mais de 80 mil usuários e mais de 2 mil parceiros credenciados em todo o país.
 
 
Alexis Manach, cofundador e co-CEO do Zarpo
 
Aos 34 anos o francês Alexis Manach, mestre em Administração de Empresas pela HEC Paris, é um dos responsáveis pelo sucesso do Zarpo, agência de viagens online líder no segmento premium no Brasil.
 
Desde sua fundação, em 2011, o crescimento da empresa impressiona: no ano passado, por exemplo, a receita foi de 160 milhões de reais, 85% a mais que 2015. O segredo do sucesso se deve à escolha do público e à excelência do serviço prestado.
 
Enquanto muitas empresas decidiram apostar no boom do consumo da classe C em 2011, Alexis percebeu uma oportunidade de negócio no potencial e na estabilidade do segmento AB, oferecendo aos seus clientes viagens de alta qualidade aliadas a um atendimento exemplar e customizado.
 
Essa não é a primeira aventura empreendedora do francês fora de sua terra natal; antes do Zarpo, Alexis fundou o Bezrealitky.cz, marketplace imobiliário líder na República Tcheca no ramo P2P que se impôs rapidamente como o jeito moderno de transacionar entre vendedores e compradores particulares, sem agência imobiliária envolvida, e participou de uma verdadeira mudança social no país.
 
 
Bernardo de Pádua, CEO do Quero Bolsa
 
Bernardo de Pádua é CEO e sócio-fundador do Quero Bolsa, site que oferece bolsas de estudos em mais de 950 faculdades em todo o país. Formou-se em engenharia da computação pelo ITA, onde conheceu seus dois sócios, e sempre quis empreender para seguir uma carreira diferente daquela seguida pela maioria em sua profissão.
 
Fundou então a RedeAlumni, hoje Quero Educação, empresa de marketing educacional. A ideia inicial era criar uma rede social de ex-alunos de faculdades, mas pesquisando juntamente às instituições, Bernardo identificou outra necessidade.
 
Para as faculdades, seria mais interessante uma empresa que ajudasse na captação de novos alunos, e foi aí que surgiu o Quero Bolsa. O site que já ajudou mais de 100 mil alunos a entrarem no ensino superior, além de oferecer bolsas que chegam a 70%, busca disponibilizar informações sobre cursos e faculdades para ajudar os alunos na hora de escolher a melhor opção.
 
 
Nota
(¹)Yuri Gitahy é o  fundador da Aceleradora, empresa que apoia startups com gestão e capital semente, in Exame.com,  em 03.02.2016, endereço: http://exame.abril.com.br/pme/o-que-e-uma-startup/ )
 


Fonte: Jornalista Gisele Simôes, da NR-7 Comunicações. Copidescagem e Introdução da Redação do JF





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
5 PASSOS ESSENCIAIS Antes de Abrir uma Franquia, pelo Dr. Alessandro Ribas 18/04/2018
5 PASSOS ESSENCIAIS Antes de Abrir uma Franquia, pelo Dr. Alessandro Ribas
 
ARTIGO Franqueador poderá impor Condições Comerciais em Cláusulas Contratuais ? - Dr Daniel Dezontini 09/03/2018
ARTIGO Franqueador poderá impor Condições Comerciais em Cláusulas Contratuais ? - Dr Daniel Dezontini
 
LEI DE FRANCHISING  8.955/94 - Obrigações legais 23/01/2018
LEI DE FRANCHISING 8.955/94 - Obrigações legais
 
CIRCULAR DE OFERTA DE FRANQUIA - O que deve ser analisado 23/01/2018
CIRCULAR DE OFERTA DE FRANQUIA - O que deve ser analisado
 
MICROFRANQUIAS - 15 Microfranquias Baratas para Investir 13/12/2017
MICROFRANQUIAS - 15 Microfranquias Baratas para Investir
 
ARTIGO - Sexo frágil  ?  Não no Mundo das Franquias ! 13/12/2017
ARTIGO - Sexo frágil ? Não no Mundo das Franquias !
 
Os 05 erros mais comuns no início de uma Rede de Franquias, por Lucas Vetorasso, consultor 18/11/2017
Os 05 erros mais comuns no início de uma Rede de Franquias, por Lucas Vetorasso, consultor
 
ABF - Estudo aponta as 30 cidades com mais unidades franqueadas 07/11/2017
ABF - Estudo aponta as 30 cidades com mais unidades franqueadas
 
MICROFRANQUIAS - 15 Microfranquias Baratas para Investir 17/10/2017
MICROFRANQUIAS - 15 Microfranquias Baratas para Investir
 
E-COMMERCE - 5 Dicas para gerar Leads Qualificados para seu e-commerce 13/09/2017
E-COMMERCE - 5 Dicas para gerar Leads Qualificados para seu e-commerce
 
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009