Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

07 de Junho de 2017 as 02:06:18



INVESTIMENTOS - RENDA FIXA Análise Semanal de Mercado, em 05.06.2017



Renda Fixa - Análise Semanal de Mercado - 05/06/2017
 
Cautela retorna e yields se elevam com pressão interna
 
Acompanhando as atuais expectativas no cenário político, os juros domésticos médios e longos voltaram à tendência de alta, assimilando elevada demanda por prêmios de risco. Mas com maior influência do mercado interno, uma vez que fatores mais influentes advindos do cenário externo – US Treasuries e CDS Brasil – passaram a arrefecer sua força altista conjunta.
 
De fato, a análise gráfica ressalta o início de uma tendência de queda do yield do T-bond de 10 anos, seguindo-se à divulgação dos dados fracos do payroll (vide quadro abaixo), e revela uma relativa estabilidade do risco-país medido pelo CDS Brasil de 5 anos, configurando uma menor pressão de alta por parte dos vetores externos.
 
Contudo, cabe o alerta de que a configuração do CDS passa a apresentar, neste momento, os primeiros indicativos de uma provável retomada de alta, tendendo a acompanhar o comportamento altista do dólar, com o qual mantém elevada correção histórica (em 0,9).
 
 
Derivativos de juros – DI Futuro (% a.a.)
 
1) Os retornos do DI futuro voltaram a subir, especialmente entre os vencimentos médios, mas com recuo nos contratos curtos e relativa estabilidade da inclinação positiva, além de elevada liquidez (em média diária de 2.405,4 mil transações)
 
2) Os estrangeiros reduziram suas posições, contribuindo para elevar os juros longos, acompanhando desdobramentos no quadro político, com menor influência dos dados enfraquecidos do payroll
 
3)  Entre os mais curtos, o mercado assimilou a redução da Selic em 1 p.p. e o discurso mais hawkish do Copom; assim, promoveram-se ajustes e a curva passou a embutir menor recuo do juro para o próximo comitê, em 0,75 p.p.
 
4)  Após a discreta alta na expectativa de inflação no relatório da
semana anterior, o Focus de hoje voltou a registrar queda para este ano (IPCA de 3,90% em 2017 e 4,40% em 2018), confirmando que a alta anterior se mostrava apenas pontual, sem a configuração de uma tendência; para a Selic, a estimativa continua estável (em 8,50% para os dois anos); com alta na projeção para o PIB de 2017 (0,50%) e queda para 2018 (2,40%); câmbio elevado para R$ 3,30 (2017) e R$ 3,40 (2018)
 
 
Juro Real pela NTN-B (IPCA + cupom % a.a.)
 
1) Acompanhando a retomada de uma maior demanda por prêmio de risco no ambiente doméstico, os yields da NTN-B apresentaram elevação em todos os vencimentos, com maior intensidade a partir do título de ago/2030
 
2) O rendimento médio dos papéis elevou-se de 5,49% para 5,62% (considerando o yield médio da curva em todos os vencimentos)
 
FRA Cambial (% a.a.)
 
Os retornos do FRA Cambial elevaram-se em todos os contratos, influenciados tanto pela queda do dólar futuro quanto pela alta da curva DI  Apesar da pouca influência sobre os contratos DI, a divulgação do payroll pior que o esperado contribuiu para a queda do yield do T-bond de 10 anos, que passa a configurar tendência de baixa em direção ao suporte em 1,99% (vide gráfico ao lado)
 
 
Dólar Comercial (BM&F)
 
1) Apesar do recente recuo da cotação, abaixo da linha de R$ 3,26, o padrão gráfico (em forma de cunha) configura uma incipiente reversão altista, mas ainda em cenário de elevada volatilidade, com alvos em R$ 3,30 e R$ 3,21
 
2) O extenso gap de abertura no dia 18 continua possibilitando um movimento de queda, de curtíssimo prazo, a fim de tocar o nível de  R$ 3,13, mas retornando à atual tendência de alta.
 
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório com a Análise Semanal de Mercado de Renda Fixa, de 05/06/2017, elabordo por RENATO ODO, CNPI-P, Analista Sênior, e JOSÉ ROBERTO DOS ANJOS, CNPI-P, Analista Sênior, ambos do BB INVESTIMENTOS

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO ODO, CNPI-P, Analista Sênior, e JOSÉ ROBERTO DOS ANJOS, CNPI-P, Analista Sênior, ambos do BB INVESTIMENTOS





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
INVESTIMENTOS - TAESA - Resultado no 2º trimestre/2017: Consistentes 21/08/2017
INVESTIMENTOS - TAESA - Resultado no 2º trimestre/2017: Consistentes
 
INVESTIMENTOS - BRF - Resultados no 2º trimestre/2017: Sem Surpresas, Fraco 19/08/2017
INVESTIMENTOS - BRF - Resultados no 2º trimestre/2017: Sem Surpresas, Fraco
 
INVESTIMENTOS - FERTILIZANTES HERINGER - Resultado no 2º trimestre/2017 Negativo 19/08/2017
INVESTIMENTOS - FERTILIZANTES HERINGER - Resultado no 2º trimestre/2017 Negativo
 
INVESTIMENTOS - O Mercado Secundário de Debêntures, em 16.08.2017 19/08/2017
INVESTIMENTOS - O Mercado Secundário de Debêntures, em 16.08.2017
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 6ª feira: Bolsa sobe 1,09%; Dólar cai a R$ 3,1457 (-1,09%) 19/08/2017
INVESTIMENTOS - O Mercado na 6ª feira: Bolsa sobe 1,09%; Dólar cai a R$ 3,1457 (-1,09%)
 
INVESTIMENTOS - JHSF - Resultados no 2º Trimestre/2017: Fortes 18/08/2017
INVESTIMENTOS - JHSF - Resultados no 2º Trimestre/2017: Fortes
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4ª feira: Bolsa sobe 0,35%, Dólar cai a R$ 3,1513 16/08/2017
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4ª feira: Bolsa sobe 0,35%, Dólar cai a R$ 3,1513
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 5ª feira: Golpe de Trump eleva aversão ao risco 18/08/2017
INVESTIMENTOS - O Mercado na 5ª feira: Golpe de Trump eleva aversão ao risco
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 3ª feira: Alivio da tensão geopolítica e expectativa sobre Meta Fiscal 16/08/2017
INVESTIMENTOS - O Mercado na 3ª feira: Alivio da tensão geopolítica e expectativa sobre Meta Fiscal
 
INVESTIMENTOS - ALUPAR - Resultado no 2º Trimestre/2017 16/08/2017
INVESTIMENTOS - ALUPAR - Resultado no 2º Trimestre/2017
 
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009