Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

21 de Julho de 2017 as 00:07:18



INVESTIMENTOS - VALE - Pré visualização dos Resultados do 2º trimestre/2017



VALE - 2º Trimestre de 2017 - Pré-visualização de ganhos
 
Produção recorde compensada por menores preços de Minerio de Ferro
 
 
No dia 27, a Vale divulgará seus resultados do 2T17 e, em nossa opinião, deve ser um trimestre influenciado por um forte volume vendido, embora impactado pelos menores preços de Minerio de Ferro em relação ao trimestre anterior.
 
A empresa manteve sua estratégia de melhorar sua capacidade de mistura no exterior, o que significa volumes menores vendidos, temporariamente.
 
A demanda na China permaneceu aquecida no período que aumentou as importações asiáticas trimestre/trimestre e contribuiu para vendas mais elevadas, em nossa visão. Os preços do mercado de IO oscilaram em torno de USD 62,9 / t no trimestre, ante uma média de US$ 85 / t no 1T17.
 
No entanto, após dados melhores do que o esperado do PIB da China, o preço das commodities mostrou uma recuperação e já está em USD 68,1 / t (até 20/07/2017).
 
Macroeconomia.
 
As importações chinesas permaneceram estáveis ​​em 269 milhões de toneladas (MT) no 2T17 (2º trimestre/2017), ante 271 MT no trimestre anterior, respondendo a uma forte demanda no país. No mesmo período, a China apresentou um crescimento do PIB de 6,9% aa, um pouco acima das expectativas do mercado De 6,8%, principalmente impulsionado pelas exportações.
 
Ao observar a demanda chinesa de Minério de Ferro no 1S17, houve um aumento de 9,2% em relação a 2016, para 540 MT. No entanto, os estoques permanecem muito altos e atingiram 130,6 MT, contra uma média de 94,4MT em 2016.
 
O frete médio também aumentou no trimestre, para US$ 13,1 / t, ante uma média de US$ 12,9 / t no 1T17. Apesar da forte queda no trimestre, os preços de IO ainda estão em níveis elevados e devem contribuir com receitas estáveis ​​aos valores da Vale.
 
Quanto aos metais básicos, diferentemente do que observamos no 1T17, os preços médios do níquel caíram 10% trimestre/trimestre, situando-se em torno de US$ 9.242 / t. Em relação ao níquel, o preço médio da commodity foi de US$ 5.757 / t em relação a US$ 5.912 / t no trimestre anterior.
 
 
Pré-visualização de resultados do 2T17.
 
Para o 2T17, esperamos o mesmo movimento observado no trimestre anterior: menor volume vendido com um aumento nos volumes de mistura no exterior. A produção estabeleceu outro trimestre recorde, chegando a 91,8 MT (5,8% aa).
 
Dito isto, esperamos um volume de IO e multas vendido de 69.6MT, um aumento de 6.6% trimestre/trimestre.
 
A produção de níquel caiu para 65,9 kton (-7,7% trimestre / trimestre e -16,1% aa) devido à estratégia da empresa de reconstruir o forno # 2 para um único forno e também devido à paralisação da manutenção.
 
A produção de cobre também foi afetada pela paralisação da manutenção em Sudbury caindo 6,2% trimestre / trimestre e 4,6% aa, para 100,7 kton.
 
Com a aceleração da S11D e do Sistema Norte como um todo, espera-se que as margens do segmento de minerais ferrosos melhorem ano/ano, devido ao Minerio de Ferro de melhor qualidade extraída dessas minas e, naturalmente, aos menores custos de produção. No trimestre, porém, as margens devem ser impactadas pelos custos, principalmente devido ao maior frete por tonelada.
 
Esperamos um EBITDA total de US$ 2.712 milhões fortemente impactado pelos preços mais baixos de IO, mas parcialmente compensado por maiores volumes vendidos.
 
Continuamos otimistas com a empresa e sua capacidade de entregar os resultados esperados. Assim, levando em consideração todos os itens acima mencionados, decidimos manter nosso preço-alvo YE17 para VALE5 em R$ 38,50 / share (US$ 11,5/share) e a recomendação Outperform.
 
 
Confira no anexo a íntegra do estudo do resultado antevisto da VALE, referente ao 2º trimestre/2017, elaborado por GABRIELA CORTEZ, analista senior, do BB INVESTIMENTOS
 
 
Notação
 
1T17 = 1º trimestre de 2017
aa   =   ao ano
IO  =    Iron Ore = Minério de Ferro
MT =    Milhões de Toneladas
Kton = 1.000 toneladas
t / t =    trimestre contra trimestre

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: BB INVESTIMENTOS. Tradução: Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
INVESTIMENTOS  O Mercado na 6a.feira: Ibovespa sobe 1,4% Dólar cai a R$ 3,776 21/07/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 6a.feira: Ibovespa sobe 1,4% Dólar cai a R$ 3,776
 
INVESTIMENTO O Mercado na 5a feira: Ibovespa estável em 77.486 pts Dólar idem em R$ 3,8420 19/07/2018
INVESTIMENTO O Mercado na 5a feira: Ibovespa estável em 77.486 pts Dólar idem em R$ 3,8420
 
13/07/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 6a.feira Ibovespa sobe 0,97% Dólar cai a R$ 3,8547
 
16/07/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 2a feira: Ibovespa estável a 76.652 pts e Dólar cai a R$ 3,863
 
18/07/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 3a. feira Ibovespa sobe aos 78.130 pts. Dólar cai a R$ 3,8404
 
19/07/2018
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4a feira: Ibovespa cai 0,7%, Dólar estável a R$ 3,844
 
INVESTIMENTOS  O Mercado na 5ª feira: Ibovespa cai 0,25% a 74.553 pts Dólar sobe a R$ 3,930 (+0,43%) 05/07/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 5ª feira: Ibovespa cai 0,25% a 74.553 pts Dólar sobe a R$ 3,930 (+0,43%)
 
Investimentos ALIMENTOS & BEBIDAS Desempenho das Empresas na Bolsa - Junho/2018 05/07/2018
Investimentos ALIMENTOS & BEBIDAS Desempenho das Empresas na Bolsa - Junho/2018
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4ª feira: Ibovespa encerrou aos 74.743 pts (+1,46%) Dólar sobe a R$ 3,913 05/07/2018
INVESTIMENTOS - O Mercado na 4ª feira: Ibovespa encerrou aos 74.743 pts (+1,46%) Dólar sobe a R$ 3,913
 
INVESTIMENTOS RENDA FIXA  Análise Semanal de Mercado: Ajustes e Cautela 03/07/2018
INVESTIMENTOS RENDA FIXA Análise Semanal de Mercado: Ajustes e Cautela
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009