Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

Sábado, Dia 22 de Julho de 2017 as 02:07:17



MERCOSUL fecha acordo com a Colômbia para ampliar relações comerciais



Os países do Mercosul assinaram na 6ª feira, 21.07, durante a Reunião de Cúpula do grupo, um Acordo de Complementação Econômica (ACE) que amplia as relações comerciais com a Colômbia, que é membro associado do bloco. 
 
Segundo o Ministério e Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o novo acordo amplia as preferências nas transações comerciais dos setores têxteis e siderúrgicos entre Brasil, Argentina Paraguai e Uruguai e a Colômbia, permitindo a redução total das alíquotas do IPI  Imposto de Importação aplicadas a esses segmentos.
 
Segundo o ministro Marcos Pereira, que assinou o documento em nome do governo brasileiro junto com o chanceler Aloysio Nunes Ferreira, o termo possibilitará, no curto prazo, a entrada em vigor do acordo automotivo entre Brasil e Colômbia, assinado em 2015. Esse acordo, além de zerar alíquotas de importação, prevê a concessão de 100% de preferência para veículos dos dois países, com cotas anuais crescentes.
 
De acordo com o ministério, no primeiro ano serão 12 mil unidades; no segundo, 25 mil; e a partir do terceiro, 50 mil unidades.
 
“A Colômbia é um excelente mercado para os veículos fabricados no Brasil, devido à proximidade geográfica. Todas as empresas instaladas no Brasil, que possui a maior indústria automotiva da América do Sul e uma das maiores do mundo, vão ser beneficiadas com o acordo com a Colômbia”,
 
disse Pereira em nota divulgada pelo ministério.
 
No ano passado, as exportações brasileiras para a Colômbia cresceram 5,7% em relação a 2015, passando de US$ 2,115 bilhões para US$ 2,235 bilhões. No mesmo período, as importações brasileiras da Colômbia caíram 23,7% em relação ao ano anterior, o que resultou em superávit de US$ 1,327 bilhões para o Brasil na balança comercial entre os dois países em 2016.
 
Segundo o governo brasileiro, em 2016, 3.659 empresas nacionais exportaram produtos para a Colômbia, o que representou crescimento de 6,6% em relação a 2015 (3.434 empresas). O número de empresas brasileiras que compraram produtos de empresas colombianas também aumentou em 2016, passando de 669 para 685 (alta de 2,4%).


Fonte: AGENCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
TAILÂNDIA Jovens presos na Caverna inundada recebem apoio militar e médico 04/07/2018
TAILÂNDIA Jovens presos na Caverna inundada recebem apoio militar e médico
 
MÉXICO Novo presidente quer manter o pais no NAFTA 03/07/2018
MÉXICO Novo presidente quer manter o pais no NAFTA
 
MÉXICO Andrés Manuel López Obrador é o novo presidente 02/07/2018
MÉXICO Andrés Manuel López Obrador é o novo presidente
 
01/07/2018
COPA 2018 - Rússia derrubou Espanha neste domingo
 
EUA x CHINA Disputa comercial permanece um risco  [Analise pelo Itaú BBA] 27/06/2018
EUA x CHINA Disputa comercial permanece um risco [Analise pelo Itaú BBA]
 
ARGENTINA obtem empréstimo de US$ 50 BI do FMI 27/06/2018
ARGENTINA obtem empréstimo de US$ 50 BI do FMI
 
EUROPA Risco ITÁLIA aperta finanças e compromete crescimento 27/06/2018
EUROPA Risco ITÁLIA aperta finanças e compromete crescimento
 
TALIBAN avança no Afeganistão com 77.000 combatentes 25/06/2018
TALIBAN avança no Afeganistão com 77.000 combatentes
 
TRUMP inquieto ameaça agora sobretaxar carros europeus em 20% 25/06/2018
TRUMP inquieto ameaça agora sobretaxar carros europeus em 20%
 
RUSSIA avalia reinstalar Base Militar em Cuba, para conter EUA 25/06/2018
RUSSIA avalia reinstalar Base Militar em Cuba, para conter EUA
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009