Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia

Quinta-Feira, Dia 28 de Setembro de 2017 as 14:09:14



IPEA prevê crescimento do PIB em 2017 e 2018



 
O IPEA Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada prevê um crescimento de 0,7% do PIB Produto Interno Bruto em 2017, e de 2,6% em 2018. De acordo com dados divulgados nesta 5ª feira, 28.09, o consumo das famílias, as exportações e o crescimento agropecuário vão puxar o resultado neste ano.
 
A partir do terceiro trimestre, o Ipea prevê que a indústria e os serviços tenham um peso maior na recuperação da economia. Segundo o diretor da DIMAC Diretoria de Estudos e Políticas Macroeconômicas, José Ronaldo de Castro Souza Junior, a agropecuária teve um peso maior no primeiro semestre e atingiu um patamar muito elevado.
 
"Acreditamos que houve uma reversão cíclica e saímos da recessão",
 
disse Castro, que prevê uma retomada que se dará paulatinamente.
 
O Ipea reduziu a previsão de crescimento para 2018, que era de 3,4% na análise divulgada em março. Segundo Castro, havia uma expectativa de que a reforma da previdência seria aprovada no meio do ano, o que não aconteceu.
 
"Tornar mais sustentáveis os gastos públicos é essencial para que os investidores confiem nessa retomada e voltem a fazer investimentos mais de longo prazo, especialmente em infraestrutura",
 
disse ele, ao destacar que os estados e municípios também precisam equacionar questões fiscais para garantir a retomada do crescimento.
 
A previsão para 2017 e 2018 é que o PIB da indústria cresça 0,5% e 3,4%, enquanto os serviços, 0,1% e 2,2% respectivamente. A agropecuária deve crescer 12,5% neste ano e 3,5% no ano que vem.
 
Pela ótica das despesas, o PIB vai contar neste ano com um crescimento de 0,8% no consumo das famílias. Em 2018, a expansão prevista é 2,7%. O consumo do governo deve cair 1,9% neste ano e 0,2% no ano que vem.
 
A projeção é que o investimento (formação bruta de capital fixo) caia 2,5% neste ano, mas se recupere no ano que vem, com uma alta de 4,2%. Os dois lados da balança comercial também devem crescer nos próximos dois anos. Para as exportações, são previstas expansões de 5,6% e de 4,1%. Já para as importações, a projeção é altas de 3,6% e 5,1%.
 
Entre as variáveis macroeconômicas que favorecem esse cenário, na análise do Ipea, estão a inflação, projetada em 2,9% em 2017 e em 4,2% em 2018. O Ipea acredita que a taxa básica de juros em 7% no fim de 2017 e em 2018 também seja positiva para o crescimento.


Fonte: AGENCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
DÓLAR na maior cotação em 5 meses após adiamento da reforma da Previdência 15/12/2017
DÓLAR na maior cotação em 5 meses após adiamento da reforma da Previdência
 
Orçamento/2018 aprovado com previsão de gastos de R$ 3,57 Trilhões 14/12/2017
Orçamento/2018 aprovado com previsão de gastos de R$ 3,57 Trilhões
 
PETROLEO - Governo prorroga até 2040 regime aduaneiro especial para o setor 18/08/2017
PETROLEO - Governo prorroga até 2040 regime aduaneiro especial para o setor
 
Câmara mantém isenções a petrolíferas até 2040 14/12/2017
Câmara mantém isenções a petrolíferas até 2040
 
FGTS - Empresas devedoras já podem parcelar débitos 14/12/2017
FGTS - Empresas devedoras já podem parcelar débitos
 
PLANOS ECONÔMICOS - Conheça o Acordo que irá compensar as perdas da Poupança 14/12/2017
PLANOS ECONÔMICOS - Conheça o Acordo que irá compensar as perdas da Poupança
 
COMÉRCIO - Varejo  tem queda de 0,9% em outubro 13/12/2017
COMÉRCIO - Varejo tem queda de 0,9% em outubro
 
ATA DO COPOM  Ligeiramente desconfortável 13/12/2017
ATA DO COPOM Ligeiramente desconfortável
 
INFLAÇÃO e Juros mais baixos em 2017, afirmam economistas 11/12/2017
INFLAÇÃO e Juros mais baixos em 2017, afirmam economistas
 
UE e Mercosul encerram rodada de negociação 10/12/2017
UE e Mercosul encerram rodada de negociação
 
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009