Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

16 de Janeiro de 2018 as 04:01:55



BANCO MUNDIAL reconhece manipulação de dados contra o governo socialista de Michelle Bachelet


Michelle Bachelet
 
O jornal norte americano Wall Street Journal publicou no último sábado, 14.01, matéria em que relata que Paul Romer, economista chefe do Banco Mundial, reconhece que sua Organização alterou o ranking de competitividade empresarial denominado Doing Business, pelo qual é responsável, manipulando dados sobre a economia chilena durante o mandato da presidente socialista Michelle Bachelet.
 
 
Image result for Paul Romer imagens
Paul Romer, economista-chefe do Banco Muncial
 
O estudo Doing Business mede a facilidade de fazer negócios em 190 países e estabelece um ranking entre esses países. Segundo as informações daquele jornal, a classificação do Chile caiu durante o primeiro mandato de Bachelet, no período de 2006 a 2010, para em seguida subir acentuadamente durante o mandato do presidente de direita, Sebastián Piñera, de 2010 a 2014. E, finalmente, caiu novamente durante o segundo mandato da presidente socialista Michelle Bachelet, de 2015 a 2018. 
 
Nesse período de doze anos a classificação do Chile oscilou expressivamente entre os limites de 25º, no mandato de Sebastián Piñera, e 57º lugar, no mandato de Bachelet. 
 
Segundo o Wall Street Journal, o estudo “poderia estar potencialmente contaminado pelas motivações políticas do pessoal do Banco Mundial”. As palavras do economista-chefe do Banco Mundial Paul Romer, a respeito, foram as seguintes: 
 
“Quero desculpar-me pessoalmente com o Chile e qualquer outro país a que possamos ter transmitido uma impressão equivocada”.
 
Ademais, Paul Romer afirmou que foram refeitos por sua equipe os cálculos sobre os dados chilenos referentes ao segundo mandato de Bachelet, tendo sido observado que nos últimos quatro anos a queda do Chile foi provocada em sua quase totalidade por mudanças na metodologia de análise e não em razão de mudanças no ambiente de negócios do país.
 
“Considerando os elementos que estávamos antes medindo, as condições do ambiente chileno de negócios não pioraram durante o segundo mandato governo de Bachelet.”
 
Essas suas palavras sugerem que a manipulação possa não ter se limitado ao caso do Chile. O Brasil ocupa a 125ª posição, dados para 2017, tendo caído duas posições em relação a 2016.
 
O especialista do Banco Mundial, responsável pelo trabalho e acusado de ser responsável pela manipulação, é o economista boliviano Augusto López-Claros, que negou qualquer possibilidade de manipulação dos dados. 
 
Após a entrevista de Paul Romer, a direção do Banco Mundial publicou um comunicado em que anunciou que realizará de investigação para esclarecer os fatos.
 


Fonte: Redação JF, com base em noticiário do Wall Street Jounal e El Pais





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
Apoio a BOLSONARO afasta RIVALDO e RONALDINHO GAÚCHO do BARCELONA 16/10/2018
Apoio a BOLSONARO afasta RIVALDO e RONALDINHO GAÚCHO do BARCELONA
 
EUA x CHINA A Visão do Embaixador da China nos EUA 15/10/2018
EUA x CHINA A Visão do Embaixador da China nos EUA
 
FASCISMO - 09/10/2018
FASCISMO - "Temos de reagir ao fascismo na América Latina" diz MADURO
 
ITAMARATI cobra explicações sobre suposto Suicídio de Opositor de MADURO 09/10/2018
ITAMARATI cobra explicações sobre suposto Suicídio de Opositor de MADURO
 
BOLSONARO ganha no Exterior; CIRO fica em segundo 08/10/2018
BOLSONARO ganha no Exterior; CIRO fica em segundo
 
HADDAD 07/10/2018
HADDAD "PT apresentou candidatura com sabedoria", afirma ex-ministro argentino
 
EUA x CHINA Conflito já não é mais somente comercial, afirma especialista 06/10/2018
EUA x CHINA Conflito já não é mais somente comercial, afirma especialista
 
POTENCIAS querem livrar-se da Hegemonia do DÓLAR 06/10/2018
POTENCIAS querem livrar-se da Hegemonia do DÓLAR
 
PETRÓLEO Barril deve passar dos US$ 100 nas próximas semanas 06/10/2018
PETRÓLEO Barril deve passar dos US$ 100 nas próximas semanas
 
HADDAD 04/10/2018
HADDAD "PT apresentou candidatura com sabedoria", afirma ex-ministro argentino
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009