Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

01 de Fevereiro de 2018 as 21:29:42



INVESTIMENTOS BRADESCO Resultados no 4º trimestre/2017



BRADESCO - Resultados no 4º trimestre/2017
 
Resultados conservadores, como esperado
 
 
O Bradesco reportou um resultado trimestral neutro em linha com nossas previsões e  com o que já era consenso no mercado. Os destaques positivos foram:
 
(i)   retomada do crescimento do portfólio  (0,3% trimestre contra trimestre);
(ii)  Receita Líquida com Juros (NII)  forte (2,9% t/t); e
(iii)  o bom resultado do seguro.
 
Do lado  negativo, destacamos:
 
(i)   o aumento de 20,9% t / t nas despesas de provisão;
(ii)  NPL corporativa ainda em uma tendência ascendente, ao contrário do que esperávamos; e
(iii) o crescimento mais alto do que o esperado de despesas sem juros.
 
Além dos resultados trimestrais neutros, o Bradesco divulgou suas orientações para 2018, o que foi conservador e em linha com nossas estimativas.
 
 
Real versus estimado.
 
A margem financeira cresceu 2,9% trimestre contra trimestre, 3,7% superior à do prejuízo devido ao menor prejuízo no trimestre. As despesas de provisão subiram 20,9% trimestre contra trimestre e 25,6% acima das nossas estimativas, enquanto o custo de risco retornou ao nível de 5%, passando de 4,1% no 3T17.
 
As receitas das taxas em linha com as nossas estimativas (-0,8%) como resultado do bom desempenho das taxas do cartão (5,7% trimestre contra trimestre). As despesas sem juros cresceram 3,6% em trimestre contra trimestre e 2,0% superiores às do crescimento das vendas (+48,9% trimestre contra trimestre. Finalmente, a linha inferior do BRL foi de 4.362 mn, enquanto o ROE diminuiu 11 bps t / t, ficando abaixo o presente ontem pelo Santander Brasil.
 
 
Crescimento do empréstimo e qualidade dos ativos.
 
A carteira de crédito, classificada de acordo com o conceito do Banco Central do Brasil (BCB), cresceu 0,3% trimestre/trimestre, mas o segmento corporativo ainda tem encolhimento devido à maior seletividade nos empréstimos.
 
Em relação à qualidade dos ativos, o NPL90 diminuiu 10 pb/trimestre devido à melhor qualidade dos indivíduos e dos empréstimos das PMEs. Por outro lado, a NPL cresceu 9 pb/trimestre e ainda está em alta.
 
 
Outlook.
 
Em nossa opinião, o Bradesco divulgou resultados trimestrais neutros, mas a orientação conservadora deve ser maior. Nós mantemos nossa posição em Market  Perform pelas razões seguintes:
 
(i)   o lucro líquido de 2018 cresce a um ritmo mais lento do que os pares privados;
(ii)   mudança do CEO; e
(iii)  a pressão no resultado da seguradora.
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho do BRADESCO no 4º trimestre/2017, elaborado por WESLEY BERNABÉ, CARLOS DALTOZO e KAMILA OLIVEIRA, integrantes da equipe do BB Investimentos
 

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: WESLEY BERNABÉ, CARLOS DALTOZO e KAMILA OLIVEIRA, integrantes da equipe do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
MAHLE METAL LEVE Resultado no 2º trimestre/2018: NEUTRO 18/08/2018
MAHLE METAL LEVE Resultado no 2º trimestre/2018: NEUTRO
 
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa cai, Juros e Dólar sobem no embalo da Crise Turca 17/08/2018
O MERCADO na 6ª feira: Ibovespa cai, Juros e Dólar sobem no embalo da Crise Turca
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 17.08 Programe seu Investimento 17/08/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.08 Programe seu Investimento
 
BTG PACTUAL Resultado no 2º trimestre/2018: Mais Próximo do Ponto de Virada 17/08/2018
BTG PACTUAL Resultado no 2º trimestre/2018: Mais Próximo do Ponto de Virada
 
MARFRIG - Resultado 2º Trimestre/2018: PREJUIZO 17/08/2018
MARFRIG - Resultado 2º Trimestre/2018: PREJUIZO
 
SÃO MARTINHO Resultado no 1º trimestre/2019: POSITIVO 17/08/2018
SÃO MARTINHO Resultado no 1º trimestre/2019: POSITIVO
 
SLC AGRÍCOLA - Resultado no 2º trimestre/2018:  POSITIVO 16/08/2018
SLC AGRÍCOLA - Resultado no 2º trimestre/2018: POSITIVO
 
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai -0,34% a 76.818 pts. Dólar sobe a R$ 3,902. 16/08/2018
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai -0,34% a 76.818 pts. Dólar sobe a R$ 3,902.
 
JBS Resultado no 2º Trimestre/2018  Forte desempenho 16/08/2018
JBS Resultado no 2º Trimestre/2018 Forte desempenho
 
O MERCADO na 4ª feira: Tensões Comerciais pressionam Ativos pelo Mundo 15/08/2018
O MERCADO na 4ª feira: Tensões Comerciais pressionam Ativos pelo Mundo
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009