Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia

04 de Fevereiro de 2018 as 21:26:24



BALANÇA COMERCIAL Superávit comercial de US$ 2,8 bi em janeiro / 2018



Superávit comercial de US$ 2,8 bi em janeiro / 2018 
 
Os dados de janeiro seguiram mostrando estabilização do saldo comercial na margem
 
 
O superávit comercial em janeiro alcançou US$ 2,8 bilhões, em linha com as nossas expectativas (US$ 2,8 bi) e o consenso de mercado (US$ 2,9 bi).
 
Acumulado em doze meses, o resultado comercial ficou estável em US$ 67 bi de superávit. A média móvel trimestral dessazonalizada e anualizada segue em torno de US$ 62 bi mostrando estabilidade do saldo comercial na margem.
 
As exportações somaram US$ 17,0 bi, um aumento de 5,2% frente ao mês anterior (com ajuste sazonal). Já as importações somaram US$ 14,2 bi, praticamente estáveis frente ao mês anterior. Em relação a janeiro de 2017, as exportações avançaram 13,8% e as importações, 16,4%.
 
 
As exportações avançaram 16,5% na comparação anual controlando pelo número de dias úteis. O aumento foi disseminado entre básicos (11,2%), semimanufaturados (1,1%) e manufaturados (23,6%). Na comparação mensal (com ajuste sazonal), as exportações também avançaram (5,2%) puxados por embarques de itens básicos, em especial de petróleo, e vendas de manufaturados.
 
As importações avançaram mais uma vez na comparação anual (13,8%), com aumento das compras de bens de capital (11,4%), bens intermediários (5,8%), bens de consumo (19,2%) e combustíveis e lubrificantes (96,3%).
 
Na comparação mensal (com ajuste sazonal), as importações ficaram praticamente estáveis, com os aumentos das compras de combustíveis e bens de consume duráveis sendo compensados por queda nas importações de bens de capital, bens intermediários e de consumo não duráveis.
 
 
 
 
Os dados de janeiro seguiram mostrando estabilização do saldo comercial na margem. As exportações se mantiveram em patamar elevado, puxados pelos embarques de petróleo no início do ano, mas as importações ainda continuam em patamar historicamente baixo.
 
Mantemos a nossa visão de resultados comerciais mais modestos ao longo deste e dos próximos anos, em linha com o aumento das importações resultante da retomada da atividade econômica.
 
 
 
economista Julia Gottlieb, do ITAÚ BBA


Fonte: economista Julia Gottlieb, do ITAÚ BBA





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
CÂMBIO - Dólar fecha em queda e Bovespa sobe 2,83% 17/10/2018
CÂMBIO - Dólar fecha em queda e Bovespa sobe 2,83%
 
URÂNIO Brasil exportará urânio enriquecido 02/07/2016
URÂNIO Brasil exportará urânio enriquecido
 
EMBRAER lança 2 novos modelos de Jatos Executivos: PRAECTOR 500 e 600 16/10/2018
EMBRAER lança 2 novos modelos de Jatos Executivos: PRAECTOR 500 e 600
 
16/10/2018
EMBRAER lança modelos de avião executivo
 
BANCO DO BRASIL em Ação para Apoiar Micro e Pequenas Empresas 15/10/2018
BANCO DO BRASIL em Ação para Apoiar Micro e Pequenas Empresas
 
FMI em Bali: 14/10/2018
FMI em Bali: "Brasil está bem para resistir a choques", diz Goldfajn
 
COMMODITIES aumentam participação nas Exportações 13/10/2018
COMMODITIES aumentam participação nas Exportações
 
CÂMBIO Dólar abre cotado a R$ 3,74 nesta 4ª feira 10/10/2018
CÂMBIO Dólar abre cotado a R$ 3,74 nesta 4ª feira
 
ALUGUEIS Índice usado em contratos anuais acumula alta de 10,99% 10/10/2018
ALUGUEIS Índice usado em contratos anuais acumula alta de 10,99%
 
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa estável. Dolár cai a R$ 3,715 09/10/2018
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa estável. Dolár cai a R$ 3,715
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009