Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

11 de Maio de 2018 as 15:05:45



LOJAS AMERICANAS - Resultado no 1º Trimestre/2018: POSITIVO



LOJAS AMERICANAS - Resultados no 1º Trimestre/2018
 
Positivos, embora tenhamos subestimado o impacto da Earster
 
 
Os resultados da Lojas Americanas no 1T18 foram marcados pelo descompasso das vendas de Páscoa (mais concentrado no 1T do que no 2T deste ano) e pela incorporação de novas práticas contábeis.
 
Assim como a B2W, a partir do 1T18, a LAME incorporou em seus números as novas práticas implementadas pelo CPC 4 / IFRS 15 e CPC 48 / IFRS9, que impactaram principalmente as Receitas Brutas, apresentadas a partir de agora de descontos condicionais (anteriormente os descontos eram contabilizados em resultado financeiro) e deduzido das vendas com partes relacionadas.
 
O EBITDA e o Lucro Líquido, no entanto, não foram afetados. Dito isso, consideramos os resultados de Lojas Americanas no 1T18 positivos, superando nossas estimativas do topo para o resultado final.
 
Ressaltamos, no entanto, que podemos ter subestimado o efeito de descasamento de Páscoa durante o 1T, o que significa que o 2T pode sofrer uma pressão maior do que esperávamos anteriormente.
 
No geral, permanecemos positivos em relação ao caso de investimento da LAME. A empresa começou este ano abrindo mais lojas do que no ano passado (14 contra 7), o que nos faz acreditar que a orientação da inauguração de novas lojas vai se completar mais uma vez.
 
Assim, reiteramos nossa recomendação de Outperform para LAME4 com um preço-alvo de YE18 de BRL 27,60. O LAME4 está sendo negociado a 16,1x EV / EBITDA e 93,0x P / E YE18, ​​de acordo com nossas estimativas, contra sua média histórica (últimos 5 anos) de 12,8x e 61,3x, respectivamente. Nossos destaques referem-se à Controladora.
 
A Páscoa impulsionou as vendas, contribuindo para a diluição de despesas. As vendas aumentaram 29,8% aa no 1T18, para R $ 2.965 milhões (+ 11,7% A / E), devido ao desempenho robusto de vendas mesmas lojas de + 8,5% (em linha com o nosso), impulsionado pelo descompasso Vendas de Páscoa (mais concentradas no 1T deste ano e no 2T no ano passado).
 
Quanto à rentabilidade, a Margem Bruta caiu 110 bps ano/ano, para 38,4%, refletindo também as vendas de Páscoa, que geralmente são menos lucrativas. A margem EBITDA ajustada, por outro lado, aumentou 50 bps y / a, para 17,7% (+280 bps A / E), como resultado de uma maior alavancagem operacional. Vemos que os ganhos contínuos de eficiência decorrentes da melhoria da logística da empresa (com um reposicionamento mais rápido e menores custos de frete) também podem ter beneficiado essa linha.
 
A menor pressão das despesas financeiras continuou beneficiando o resultado final. A Dívida Bruta aumentou 16,9% aa nos últimos doze meses, para R $ 8,5 bilhões, mas a posição de caixa também melhorou (+ 30,8% a / a), levando a uma Dívida Líquida / EBITDA de 1,2x no 1T18 contra 1,4x no 1T17 .
 
Como resultado, as Despesas Financeiras Líquidas reduziram 36,2% ano/ano, totalizando R $ 204 milhões, 20,3% abaixo de nossas estimativas, refletindo o menor nível de endividamento junto com uma taxa Selic mais baixa. No geral, a Margem Líquida cresceu 750 bps, atingindo 0,8% no final do trimestre (+350 bps A / E).
 
O fluxo de caixa operacional manteve uma tendência melhor. O caixa gerado pelas atividades operacionais totalizou R $ 145 milhões no 1T18, contra uma queima de caixa de R$ 467 milhões no mesmo período do ano passado, resultado de uma melhor dinâmica no capital de giro (principalmente recebíveis e estoques), que acreditamos ser beneficiaram-se do descompasso das vendas da Páscoa, pelo menos parcialmente.
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da empresa LOJAS AMERICANAS no 1º trimestre/2018, elaborado por MARIA PAULA CANTUSIO, CNPI, Analista senior, e FABIO CESAR CARDOSO, CNPI-P, Analista, do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: MARIA PAULA CANTUSIO, CNPI, Analista senior, e FABIO CESAR CARDOSO, CNPI-P, Analista, do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
LOJAS  RENNER  Investor Day 2018 e Revisão de Preço 13/10/2018
LOJAS RENNER Investor Day 2018 e Revisão de Preço
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 11.10. Programe seu Investimento 12/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 11.10. Programe seu Investimento
 
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776 12/10/2018
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776
 
O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763 10/10/2018
O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 09.10. Programe seu Investimento 10/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 09.10. Programe seu Investimento
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 08.10. Programe seu Investimento 08/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 08.10. Programe seu Investimento
 
O MERCADO 6ª feira, Ibovespa cai 0,76%. Dólar cai a R$ 3,856 06/10/2018
O MERCADO 6ª feira, Ibovespa cai 0,76%. Dólar cai a R$ 3,856
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações em 04.10 Programe seu Investimento 05/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações em 04.10 Programe seu Investimento
 
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa cai 0,38%; Dólar estável em R$ R$ 3,883 04/10/2018
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa cai 0,38%; Dólar estável em R$ R$ 3,883
 
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa 3,8%, Dólar cai 2,46% a R$ 3,93 02/10/2018
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa 3,8%, Dólar cai 2,46% a R$ 3,93
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009