Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

04 de Junho de 2018 as 15:06:29



Investimentos Carteira Sugerida de Ações para Junho/2018 pelo BB-BI



BB-BI - Carteira Sugerida de Ações - Junho de 2018
 
Cenário Doméstico induz Cautela e Tendência de Baixa
 
 
Cenário
 
O Ibovespa ratificou um viés baixista em maio e a tendência declinante deverá prevalecer ao longo de junho.
 
Os agentes, após a recente temporada de balanços de empresas, prosseguirão precificando a perspectiva de um crescimento menor do País, cuja perspectiva afeta diretamente os lucros das companhias.
 
De outra mão, vale ressaltar que o quadro eleitoral ainda indefinido acrescenta um componente a mais de incerteza.
 
Ademais, o panorama externo ainda poderá incrementar mais volatilidade, por conta dos imbróglios norte-americanos de tarifas de importação, da pendente guerra comercial com a China, do cancelamento do encontro com a Coreia do Norte, da retirada do acordo nuclear com o Irã e outros nos quais que poderá ainda se envolver no curto prazo.
 
Também, ainda pairam dúvidas sobre as expectativas de altas maiores altas de juros pelo Fed nos EUA ao longo deste ano. 
 
Domesticamente, a não redução da taxa de juros Selic, como prevista anteriormente, foi mal recebida pelo mercado, bem como pesou incisivamente a turbulência da greve dos caminhoneiros, que afetou diversos setores da economia e ainda tende a deixar sequelas em relação a percepção de mercado no tocante ao crescimento interno.
 
A pronta reação dos investidores se refletiu na veloz elevação do risco-país medido pelo CDS 5 anos do Brasil, que avançou para 217 pts em maio frente a 174 pts em abril, na rápida e robusta saída de capital estrangeiro da bolsa e na pressão altista sobre o dólar comercial, que subiu 6,51% no mês para a cotação de R$ 3,7320, mesmo com os leilões diários de US$ 750 milhões (15.000 contratos de swap cambial) efetivados pelo Banco Central. 
 
Performance.
 
O Ibovespa fechou aos 76.753 pts em maio, em queda de -10,87% no mês, acumulando +0,46% no ano e +22,41% em 12 meses.
 
Em suma, o índice que havia basicamente rondado os 85.000 pts por três meses seguidos, desde fevereiro, teve uma definição baixista com a retração em maio, chegando a denotar variação negativa no acumulado ao longo deste ano, descolando-se negativamente das altas das bolsas de Nova York neste mês.
 
Após findar domesticamente a temporada de balanços de empresas, os agentes já vinham sinalizando uma perspectiva não promissora e turbulências internas acabaram sendo o estopim para a tendência declinante.
 
O fluxo de recursos estrangeiros para a Bovespa em maio, até o dia 28, acumula retirada de R$ 6,455 bilhões, com o saldo negativo passando a R$ 2,033 bilhões em 2018. 
 
Análise gráfica do Ibovespa.
 
As forças de baixa identificadas no último estudo prevaleceram, com forte saída de estrangeiros, cumprindo a reversão baixista sinalizada pela forma de cunha apontada na análise.
 
Com este movimento, o Ibovespa perde a longa tendência de alta iniciada em 2016 e passa a apresentar tendência de queda, tanto no curto, quanto no longo prazo.
 
Além disso, cabe um especial alerta para a perda do nível de 78.600 pontos, que representa a média móvel de 200 dias, com alto poder explicativo. Dessa forma, um eventual retorno altista apenas será possível se o índice superar a resistência de 79.400 pontos, com consistência.
 
Próximos suportes em 74.200, 73.000 e 71.000 pontos; resistências em 79.400 e 82.800 pontos.preocupações.   
 
 
Carteira de Ações Sugerida para Junho/2018
 
-  TOP 10  Composição da Carteira
 
 
-  5 +   Composição da Carteira
 
 
 
Confira no anexo a integra do relatório preparado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, Coordenador, JOSÉ ROBERTO DOS ANJOS, CNPI-P, Analista Sênior, RAFAEL FREDA REIS, CNPI-P, Analista, RENATO ODO, CNPI-P,  Analista Sênior, RICARDO VIEITES, CNPI-P, Analista, e WESLEY BERNABÉ, CNPI, Gerente de Pesquisa, todos integrantes do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: BB Investimentos, Departamento de Pesquisa





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
INVESTIMENTOS  O Mercado na 5ª feira: Bolsa caiu 2,84%, Dólar caiu a R$ 3,7682 21/06/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 5ª feira: Bolsa caiu 2,84%, Dólar caiu a R$ 3,7682
 
INVESTIMENTOS RENDA FIXA O Mercado Secundário de Debêntures em 20.06.2018 20/06/2018
INVESTIMENTOS RENDA FIXA O Mercado Secundário de Debêntures em 20.06.2018
 
INVESTIMENTOS O Mercado na 4ª feira: Bolsa sobe 1,02%, Dólar sobe a R$ 3,774 20/06/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 4ª feira: Bolsa sobe 1,02%, Dólar sobe a R$ 3,774
 
INVESTIMENTOS - O Mercado na 3ª feira: Bolsa sobe 2,26% Dólar cai a R$ 3,7435 19/06/2018
INVESTIMENTOS - O Mercado na 3ª feira: Bolsa sobe 2,26% Dólar cai a R$ 3,7435
 
Investimentos RENDA FIXA Análise do Mercado Secundário de Debêntures em 18.06.2018 19/06/2018
Investimentos RENDA FIXA Análise do Mercado Secundário de Debêntures em 18.06.2018
 
INVESTIMENTOS O Mercado na 2ª feira: Bolsa caiu 1,33%. Dólar sobe a R$ 3,740 18/06/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 2ª feira: Bolsa caiu 1,33%. Dólar sobe a R$ 3,740
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as Cotações de 15.06 e Programe seu Investimento 17/06/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as Cotações de 15.06 e Programe seu Investimento
 
INVESTIMENTOS O Mercado na 5ª feira: Bolsa cai 0,97%; Dólar sobe a R$ 3,809 14/06/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 5ª feira: Bolsa cai 0,97%; Dólar sobe a R$ 3,809
 
INVESTIMENTOS  O Mercado na 6ª feira: Bolsa cai 0,93%, Dólar cai a R$ 3,7227 15/06/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 6ª feira: Bolsa cai 0,93%, Dólar cai a R$ 3,7227
 
INVESTIMENTOS O Mercado na 4ª feira Ibovespa cai 0,87%. Dólar estável em R$3,715 14/06/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 4ª feira Ibovespa cai 0,87%. Dólar estável em R$3,715
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009