Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

24 de Julho de 2018 as 14:07:17



Investimentos VIA VAREJO Resultados do 2º Trimestre/2018: Neutros, Boas Perspectivas



VIA VAREJO  - Resultados do 2º Trimestre/2018
 
Resultados Neutros; boas perspectivas à frente
 
Os resultados do Via Varejo no 2T18 ficaram neutros, ao nosso ver, com valores ligeiramente abaixo de nossas estimativas. A receita líquida, por exemplo, ficou 1,8% menor do que esperávamos.
 
A greve dos caminhoneiros trouxe um impacto maior do que o esperado sobre o desempenho da empresa. O mesmo se aplica às vendas de televisores, que impactaram a Margem Bruta acima de nossas projeções (-80 bps A / E).
 
No entanto, as despesas reduziram em um ritmo maior do que o estimado e, como resultado, a Margem EBITDA Ajustada ficou em linha com a nossa.
 
Olhando para o 1S18 em sua totalidade, as vendas cresceram 7,8% ano/ano, acima da média de mercado de 6,5% (segundo o IBGE de maio), mostrando que a VVAR conseguiu recuperar a participação de mercado.
 
Nos comentários da administração no release de resultados, muitas iniciativas relacionadas à melhoria de execução que estão em fase inicial e outras já em andamento foram enfatizadas. Os principais, a nosso ver, são:
 
(i) o desempenho acima do esperado dos novos formatos de lojas (Smart e Kiosks);
(ii) a implementação de uma nova plataforma dentro das lojas com ferramentas atualizadas que ajudarão a digitalizar muitos processos e
(iii) o lançamento do novo aplicativo sob a bandeira Casas Bahia.
 
Essas iniciativas ajudarão a empresa a continuar recuperando participação de mercado, em nossa opinião. Além das iniciativas internas, esperamos no 2S18 um impacto positivo na venda de bens duráveis ​​com a liberação de recursos inativos do PIS / PASEP.
 
Assim, continuamos otimistas em relação ao caso de investimento do VVAR. O anúncio hoje da migração da empresa para o Novo Mercado, o mais alto nível de governança da B3, também é uma notícia positiva.
 
Esse movimento também facilitará os procedimentos relativos à venda da empresa. Dito isso, reiteramos a recomendação Outperform e mantemos o preço alvo de YE18 para o VVAR11 em BRL 35,50. O VVAR11 está sendo negociado em 7,0x EV / EBITDA YE18 e 29,9x P / E, de acordo com nossas estimativas, contra uma média histórica (últimos 5 anos) de 3,3x e 143,3x, respectivamente.
 
Vendas desaceleradas impactadas pela greve… Após três trimestres apresentando crescimento de dois dígitos no faturamento, as vendas aumentaram apenas 5,1% a / a no 2T18, impactadas principalmente pela greve dos caminhoneiros. O canal on-line foi mais pressionado que os tijolos e argamassas, com queda de vendas de 0,3% a / a no período.
 
Dentro das lojas, o tráfego de pessoas foi afetado pela greve, mas o desempenho de vendas nas mesmas lojas ainda apresentou um nível de crescimento saudável de + 5,8%. Olhando para o GMV como um todo, as vendas aceleraram 9,4% a / a, impulsionadas pela operação de mercado, que cresceu 27,5% aa no trimestre.
 
 
… Mas a lucratividade continuou sólida. As vendas de televisores foram o destaque no mix de vendas durante o 2T18, devido aos jogos da Copa do Mundo, pressionando a rentabilidade. Como resultado, a margem bruta caiu 230 bps y / a, para 28,9%.
 
No entanto, a Margem EBITDA Ajustada cresceu 100 bps y / a no período, para 6,1%, beneficiada por menores despesas operacionais. As despesas com vendas, gerais e administrativas diminuíram 8,1% a / a no trimestre, como resultado da redução nas despesas com
 
(i) pessoal,
(ii) perdas estimadas de créditos de liquidação duvidosa e
(iii) despesas legais (principalmente relacionadas a reclamações trabalhistas).
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da VIA VAREJO no 2º Trimestre/2018, elaborado por MARIA PAULA CANTUSIO, CNPI, 
Analista senior do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: MARIA PAULA CANTUSIO, CNPI, Analista senior do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa sobre 0,99%. Dólar sobe a R$ 3,884 14/12/2018
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa sobre 0,99%. Dólar sobe a R$ 3,884
 
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobre 0,65%. Dólar cai a R$ 3,857 13/12/2018
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobre 0,65%. Dólar cai a R$ 3,857
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 11.12 Programe seu Investimento 11/12/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 11.12 Programe seu Investimento
 
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa sobre 0,59%, Dólar cai a R$ 3,913 11/12/2018
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa sobre 0,59%, Dólar cai a R$ 3,913
 
O MERCADO, 6ª feira: Temor de Recessão fez Ibovespa sucumbir às Quedas das Bolsas em NY 08/12/2018
O MERCADO, 6ª feira: Temor de Recessão fez Ibovespa sucumbir às Quedas das Bolsas em NY
 
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa fecha em 88.846 pts (-0,22%). Dólar sobe a R$ 3,880 06/12/2018
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa fecha em 88.846 pts (-0,22%). Dólar sobe a R$ 3,880
 
PAPEL E CELULOSE - Análise do Desempenho das Empresas do Setor na Bolsa e Prognósticos 06/12/2018
PAPEL E CELULOSE - Análise do Desempenho das Empresas do Setor na Bolsa e Prognósticos
 
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe mesmo com baixa na Europa e NY 06/12/2018
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe mesmo com baixa na Europa e NY
 
O MERCADO na 3ª feira: Baixa Global por Temores de Recessão nos EUA 05/12/2018
O MERCADO na 3ª feira: Baixa Global por Temores de Recessão nos EUA
 
ULTRAPAR Resultado no 3º Trimestre/2018: Neutro. Alguma Recuperação a Caminho 04/12/2018
ULTRAPAR Resultado no 3º Trimestre/2018: Neutro. Alguma Recuperação a Caminho
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009