Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

08 de Agosto de 2018 as 23:08:19



OURO FINO Resultado no 2º trimestre/2018: Posiivo



OURO FINO - Resultado no 2º trimestre/2018
 
Positivo; crescimento em volumes e margens
 
A Ourofino registrou resultados positivos no 2T18, mostrando um ritmo sustentado de crescimento e rentabilidade. O crescimento do volume de vendas nos segmentos de animais de produção e pet, com recuperação de margens, foram destaques positivos no período, levando a receita líquida da companhia a atingir R$ 161,6 milhões (+17,2% ano/ano).
 
No segmento Animais de Produção, a receita atingiu R$ 129,4 milhões (+21,5% ano/ano), representando 80,1% da receita líquida consolidada no trimestre. Ela foi beneficiada pelo maior volume de vendas e pelo ganho de lucro bruto de 4,6% aa na comparação anual. Quanto ao Pets, a receita líquida registrou R $ 19,3 milhões no 2T18 (+34,0% ano/ano) e representou 11,9% da receita líquida total.
 
Apesar do crescimento do volume de vendas, fruto de um processo de reestruturação da empresa e de novas políticas comerciais, o lucro bruto do segmento caiu 4,8% ano/ano, influenciado pela redução do poder de compra da população frente a um ambiente doméstico mais desafiador.
 
No segmento de Operações Internacionais, a receita representou 8,0% do total de vendas da OFSA no 2º trimestre/2018, atingindo R$ 12,9 milhões, queda de 24,1% ano/ano, uma vez que a empresa não vendeu vacinas para a Bolívia e Paraguai, como ocorreu em 2017.
 
De qualquer forma, o volume que deixou de ser exportado foi colocado no mercado interno, permitindo que a empresa mantenha volume de vendas razoável do produto. OFSA afirmou que
 
(i) houve um crescimento de 48% ano/ano nas vendas para o México e Colômbia,
(ii) a existência de produtos em processo de registro e
(iii) o aumento das equipes de vendas nesses países, o que fortalecerá o portfólio de produtos internacionais e sua competitividade no mercado externo.
 
O CPV total cresceu a um ritmo menor que as receitas, atingindo R$ 75,3 milhões (+ 13,7% ano/ano), permitindo que o lucro bruto subisse 20,4% ano/ano e a margem bruta atingisse 53,4% (+1,4 pp ano/ano).
 
O SG & A atingiu R$ 52,4 milhões (+12,9% ano/ano), também crescendo a um ritmo mais lento do que as receitas, refletindo os esforços do processo de reestruturação.
 
As despesas com vendas foram de R$ 42,1 milhões (+4,9% ano/ano), enquanto as despesas gerais e administrativas totalizaram R$ 9,9 milhões (-2,9% ano/ano).
 
 
Resultados financeiros e endividamento.
 
A companhia registrou resultado financeiro líquido negativo de R$ 3,8 milhões (+38,6% ano/ano) no trimestre, devido à redução de 24,4% no resultado financeiro, para R$ 1,4 milhão, e ao aumento de 19,5% hgano/ano nas despesas com juros, para R$ 5,2 milhões.
 
Quanto ao endividamento, a OFSA liquidou suas operações em R $ 94 milhões no trimestre e captou novas operações em R $ 105 milhões, a taxas de juros mais baixas.
 
A dívida líquida atingiu R $ 227,9 milhões, (+16,4% trimestre/trimestre). Apesar desse aumento, a geração positiva de FCF de R$ 29 milhões permitiu que o ND / EBITDA chegasse a 1,8x, bastante estável quando comparado aos 1,7x do 1T18.
 
 
Outlook.
 
Consideramos os resultados do 2T18 da Ourofino como positivos. O nível de crescimento de receita acima do CPV e despesas mostra que a empresa está no caminho certo para retomar seus números.
 
Esperamos que a empresa consolide sua trajetória de crescimento no 2º semestre do ano com base em:
 
(i)   o aumento da carteira de produtos com melhores margens,
(ii)  o aumento da participação do segmento pet na receita da empresa, e
(iii) melhoria do portfólio de produtos no segmento de operações internacionais.
 
Portanto, mantemos a recomendação Outperform para OFSA3 e nosso preço-alvo YER18 de R$ 29/ação.
 
 
Confira no anexo a pintegera do relatório de análise do resultado da OUROFINO no 2º trimestre/2018, elaborado por MÁRCIO MONTES, Montes Analyst do BB Investimentos. Tradução: Redação JF

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: Marcio Montes Analyst do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa sobre 0,99%. Dólar sobe a R$ 3,884 14/12/2018
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa sobre 0,99%. Dólar sobe a R$ 3,884
 
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobre 0,65%. Dólar cai a R$ 3,857 13/12/2018
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobre 0,65%. Dólar cai a R$ 3,857
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 11.12 Programe seu Investimento 11/12/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 11.12 Programe seu Investimento
 
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa sobre 0,59%, Dólar cai a R$ 3,913 11/12/2018
O MERCADO 3ª feira: Ibovespa sobre 0,59%, Dólar cai a R$ 3,913
 
O MERCADO, 6ª feira: Temor de Recessão fez Ibovespa sucumbir às Quedas das Bolsas em NY 08/12/2018
O MERCADO, 6ª feira: Temor de Recessão fez Ibovespa sucumbir às Quedas das Bolsas em NY
 
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa fecha em 88.846 pts (-0,22%). Dólar sobe a R$ 3,880 06/12/2018
O MERCADO 5ª feira: Ibovespa fecha em 88.846 pts (-0,22%). Dólar sobe a R$ 3,880
 
PAPEL E CELULOSE - Análise do Desempenho das Empresas do Setor na Bolsa e Prognósticos 06/12/2018
PAPEL E CELULOSE - Análise do Desempenho das Empresas do Setor na Bolsa e Prognósticos
 
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe mesmo com baixa na Europa e NY 06/12/2018
O MERCADO 4ª feira: Ibovespa sobe mesmo com baixa na Europa e NY
 
O MERCADO na 3ª feira: Baixa Global por Temores de Recessão nos EUA 05/12/2018
O MERCADO na 3ª feira: Baixa Global por Temores de Recessão nos EUA
 
ULTRAPAR Resultado no 3º Trimestre/2018: Neutro. Alguma Recuperação a Caminho 04/12/2018
ULTRAPAR Resultado no 3º Trimestre/2018: Neutro. Alguma Recuperação a Caminho
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009