Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

05 de Setembro de 2018 as 14:09:34



CAMBIO Agosto registra déficit de US$ 4,250 BI nas operações cambiais



Saída de dólares em agosto supera entrada em US$ 4,250 bilhões
 
 
Depois de quatro meses seguidos de entrada de dólares, o Brasil registrou saída da moeda em agosto, segundo dados do Banco Central (BC), divulgados nesta 4ª feira, 05.09, em Brasília.
 
No mês passado, saíram mais dólares do país do que entraram. O saldo negativo chegou a US$ 4,250 bilhões. De janeiro a agosto, o saldo ficou positivo em US$ 24,178 bilhões.
 
O fluxo de dólares Brasil ocorre tanto por meio do comércio exterior como pelos investimentos de estrangeiros.
 
Em agosto, o fluxo financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) foi o segmento responsável pelo saldo negativo. O déficit chegou a US$ 9,802 bilhões.
 
Já o fluxo comercial (exportações e importações) ficou positivo em US$ 5,552 bilhões em agosto.
 
No acumulado de oito meses, o segmento financeiro ficou negativo em US$ 12,269 bilhões, e o comercial, positivo em US$ 36,447 bilhões.
 
O fluxo de dólares no país pode influenciar a cotação da moeda. Com menos dólares no mercado, como ocorreu em agosto, a tendência é de aumentar a cotação.
 
 
Fatores influenciam cotação
 
Quando há mais dólares, a influência pode ser a redução da cotação. Entretanto, outros fatores também afetam o valor da moeda americana: o cenário externo e interno.
 
Atualmente, as incertezas eleitorais têm influenciado a cotação internamente, e, no cenário externo, a crise comercial entre Estados Unidos e a China e o aumento dos juros americanos, atraindo capital para aquele país, também afetam a cotação da moeda no Brasil.
 
Em agosto, a moeda norte-americana fechou com alta de 8,45% com relação ao real.
 
O dólar acumula no ano uma alta de 22,86%. Em 31.08, a moeda chegou a R$ 4,072 para venda, com queda de 1,78% depois de atingir, nos dias anteriores, o segundo maior patamar do Plano Real, cotada a quase R$ 4,15.
 
As intervenções do BC também geram efeitos na cotação da moeda.
 
O BC atua para conter fortes oscilações e oferecer proteção cambial (hedge) às empresas. Em agosto, o BC fez rolagem (renovação) de swaps cambiais (equivalentes à venda de dólares no mercado futuro) e ofertou novos contratos desse tipo.
 
O BC também fez rolagem de vencimentos de contratos de leilão de linha, quando há venda de dólares das reservas internacionais do Brasil com compromisso de recompra mais adiante.


Fonte: AGENCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
COCKPIT DO COPOM - Selic estável em Junho; e a 5% em 2019 e 2020 15/06/2019
COCKPIT DO COPOM - Selic estável em Junho; e a 5% em 2019 e 2020
 
O MERCADO, 6ª Feira: IBOVESPA encerra 98.040 pts (-0,47%). DÓLAR sobe a R$ 3,8990 (+1,71%) 15/06/2019
O MERCADO, 6ª Feira: IBOVESPA encerra 98.040 pts (-0,47%). DÓLAR sobe a R$ 3,8990 (+1,71%)
 
CHINA retoma importação de Carnes Bovinas brasileiras 15/06/2019
CHINA retoma importação de Carnes Bovinas brasileiras
 
IBC-Br - Atividade Econômica cai 0,47% em abril, segundo o BC 15/06/2019
IBC-Br - Atividade Econômica cai 0,47% em abril, segundo o BC
 
AGRONEGÓCIOS & ALIMENTOS Impactos da Febre Suína Africana - Relatório Setorial 14/06/2019
AGRONEGÓCIOS & ALIMENTOS Impactos da Febre Suína Africana - Relatório Setorial
 
SERASA  ajuda Consumidores a Renegociar Dívidas 14/06/2019
SERASA ajuda Consumidores a Renegociar Dívidas
 
PETROBRAS Flash de Mercado: Mudanças na Política de Preços 14/06/2019
PETROBRAS Flash de Mercado: Mudanças na Política de Preços
 
CAIXA já Renegociou Dívida de 125 mil clientes em uma semana da Campanha 13/06/2019
CAIXA já Renegociou Dívida de 125 mil clientes em uma semana da Campanha
 
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa sobe a 98.960 pts (+1,53%). Dólar a R$ 3,849 (-0,88%) 11/06/2019
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa sobe a 98.960 pts (+1,53%). Dólar a R$ 3,849 (-0,88%)
 
O MERCADO, 2ª feira: Ibovespa sobe a 97.821 pts (+0,63%), Dólar, a R$ 3,883 10/06/2019
O MERCADO, 2ª feira: Ibovespa sobe a 97.821 pts (+0,63%), Dólar, a R$ 3,883
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites