Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quarta-Feira, Dia 10 de Outubro de 2018 as 21:10:07



O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763



Diário de Mercado - 10 de outubro 2018
 
Mau humor externo derruba ativos domésticos   
 
Comentário.
 
A queda generalizada nos mercados acionários pelo mundo, principalmente em Nova York – com mergulhos de mais de 3% – afetaram sobremaneira os ativos locais, o Ibovespa encerrou em sua mínima intradiária (2,8%).
 
O “sell-off” lá fora ocorreu em função do aumento nas tensões em relação à guerra comercial, além da revisão para cima das estimativas de grandes bancos para do PIB norte-americano do 3T18, o que, caso confirmadas, pode elevar as chances de aceleração do aperto monetário pelo Fed.
 
O índice Vix, traduzido como uma medida de aversão ao risco, chegou ao maior patamar desde abril de 2018, intensificando a busca por ativos mais seguros. Voltando ao contexto doméstico, o dólar voltou a subir, acompanhando o movimento majoritário da divisa no exterior, e, na esteira do câmbio, as taxas dos juros futuros também registraram ajustes de alta em toda a curva a termo. 
Ibovespa
 
O índice registrou forte queda nesta quarta-feira (-2,80%), encerrando na mínima intradiária. Apenas 8, dos 65 papéis, avançaram, a exemplo de Embraer, Suzano e Fibria, correlacionadas aos avanços do dólar. Na outra ponta, sofreram as empresas estatais, principalmente a Eletrobrás.
 
O Ibovespa fechou aos 83.679 pts (-2,80%), seguindo com alta de 5,47% no mês, 9,52% no ano e de 8,82% em 12 meses. O giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 14,6 bilhões, sendo cerca de R$ 14,1 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 8 (último dado disponível), houve entrada líquida de R$ 1,669 bilhão de capital estrangeiro na bolsa, acumulando no mês de outubro saldo positivo de R$ 2,210 bilhões, resultado de um total de R$ 51,5 bilhões em vendas e R$ 53,7 de compras. Em 2018, há superávit de capital estrangeiro na bolsa em R$ 2,505 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, a primeira prévia de outubro do IGP-M da FGV aponta uma alta de 1,06%, uma variação acima da registrada em setembro, quando o índice havia apresentado uma variação de 0,79% – abaixo do consenso de 1,13%.
 
O IPA (atacado) variou 1,40%, no mesmo período em setembro o índice havia subido 1,20%. Já o IPC registrou uma variação de 0,44% em outubro, ante recuo de 0,04% no mês de setembro. Por fim, o INCC subiu 0,31% em relação ao mês passado, quando avançou 0,10%. 
 
Câmbio e CDS.
 
Após chegar na menor cotação em mais de dois meses na véspera, o dólar voltou a subir nesta quarta-feira, impactado tanto pelo noticiário político, como, principalmente, pelo contexto externo. No exterior, a divisa ganhou força ante a maioria das principais moedas, com avanço dos Treasuries e sinais contínuos de aquecimento da economia norte-americana.
 
A moeda findou cotada a R$ 3,7630 (+1,29%), acumulando queda de 2,39% na semana e de 7,09% no mês, já no ano, a divisa acumula ganhos de 13,51% e de 18,18% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco medido pelo CDS Brasil de 5 anos subiu a 233 pts, ante 226 pts da véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros encerraram a sessão regular com ajustes de alta em toda a curva da estrutura, em movimento de realização de lucros e elevação da aversão ao risco, após formes quedas nos pregões de segunda e terça-feira. O comportamento dos agentes foi influenciado pelo exterior amargo e pelo cenário político doméstico.   
 
Para 5ª e 6ª feira.
 
No Brasil, destaque para os dados do varejo do IBGE na 5ª feira, 12.10. No exterior, ganham relevo a inflação ao consumidor norte-americano e a balança comercial chinesa na quinta-feira 11.10, além do IPC alemão e a confiança do consumidor da Univ. de Michigan, 12.10.  
  
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 4ª feira, 10.10.2018, elaborado por HAMILTON ALVES, CNPI-T, e RICARDO IEITES, CNPI, ambos do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON ALVES, CNPI-T, e RICARDO IEITES, CNPI, ambos do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 15.10 Programe seu Investimento 15/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 15.10 Programe seu Investimento
 
O MERCADO 2ª feira: Ibovespa sobe 0,53%. Dólar cai a R$ 3,738 15/10/2018
O MERCADO 2ª feira: Ibovespa sobe 0,53%. Dólar cai a R$ 3,738
 
LOJAS  RENNER  Investor Day 2018 e Revisão de Preço 13/10/2018
LOJAS RENNER Investor Day 2018 e Revisão de Preço
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 11.10. Programe seu Investimento 12/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 11.10. Programe seu Investimento
 
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776 12/10/2018
O MERCADO na 5ª feira: Ibovespa cai 0,95%. Dólar sobe a R$ 3,776
 
O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763 10/10/2018
O MERCADO 4ª feira: Mau humor externo faz Ibovespa cair 2,8% e Dólar subir a R$ 3,763
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 09.10. Programe seu Investimento 10/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 09.10. Programe seu Investimento
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 08.10. Programe seu Investimento 08/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 08.10. Programe seu Investimento
 
O MERCADO 6ª feira, Ibovespa cai 0,76%. Dólar cai a R$ 3,856 06/10/2018
O MERCADO 6ª feira, Ibovespa cai 0,76%. Dólar cai a R$ 3,856
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações em 04.10 Programe seu Investimento 05/10/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações em 04.10 Programe seu Investimento
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009