Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

05 de Fevereiro de 2019 as 03:02:28



CANADÁ descarta Intervenção Militar na Venezuela e oferece US$53 MI


Christian Freeland, Ministra de Negócios Estrangeiros do Canadá
O Canadá rejeitou totalmente a possibilidade de uma intervenção militar na Venezuela, disse em uma entrevista coletiva a ministra canadense de Relações Exteriores, Chrystia Freeland, depois que o Grupo de Lima se reuniu em Ottawa e emitiu uma declaração sobre a Venezuela.
 
"Eu li o ponto 17 de nossa declaração, que fala sobre a importância de um processo de transição política usando meios políticos e diplomáticos sem o uso de força ou coerção",
 
disse Freeland a repórteres nesta 2ª feira.
 
"O Canadá absolutamente descarta a intervenção militar".
 
Em outro ponto da declaração, o Grupo de Lima pediu aos militares venezuelanos que reconheçam Guaidó como presidente interino do país.
 
"Estamos, de fato, convocando as Forças Armadas da Venezuela ao apelarmos a todos os venezuelanos e pedimos a todos os governos do mundo que reconheçam Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela",
 
destacou Freeland.
 
Além disso, os membros do grupo e Guaidó discutiram os esforços para reconstruir e restaurar a economia do país, acrescentou Freeland.
 
"Dedicamos muito do nosso tempo hoje a falar sobre como o Grupo de Lima e a comunidade internacional podem apoiar a eventual reconstrução e reconstrução da Venezuela",
 
ponderou Freeland a repórteres na 2ª feira.
 
"Ouvimos de especialistas em economia, também ouvimos de representantes do presidente interino, Juan Guaidó, sobre os planos muito avançados que a oposição tem",
 
complementou.
 
 
Ajuda Humanitária: US$ 53 Milhões
 
O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, disse no começo da reunião que Ottawa planejava fornecer US$ 53 milhões em ajuda humanitária para apoiar o povo da Venezuela. 
 
 
Nota da Redação JF
Para se ter uma idéia da importância dessa oferta canadense, as reservas internacionais da Venezuela somam, neste momento, cerca de apenas US$ 8 milhões a que a Venezuela tem tido dificuldades de manipular nos últimos meses, em razão do embargo imposto pelos EUA.


Fonte: SPUTNIK NEWS





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
22/08/2019
"MENTIRAS de BOLSONARO não mudam os fatos", declara prefeito de NY, Bill de Blasio
 
GROELÂNDIA - 22/08/2019
GROELÂNDIA - "Nojenta" a declaração da Premiê da Dinamarca, diz TRUMP
 
CRISE ARGENTINA Macri retira impostos sobre alimentos da Cesta Básica 16/08/2019
CRISE ARGENTINA Macri retira impostos sobre alimentos da Cesta Básica
 
COREIA DO NORTE dispara mais mísseis, agora de curto alcance 16/08/2019
COREIA DO NORTE dispara mais mísseis, agora de curto alcance
 
HONG KONG Manifestantes voltam a protestar 18/08/2019
HONG KONG Manifestantes voltam a protestar
 
PETROLEIRO IRANIANO liberado deixa Gibraltar, afronta ao Depto de Justiça Imperial 19/08/2019
PETROLEIRO IRANIANO liberado deixa Gibraltar, afronta ao Depto de Justiça Imperial
 
Depto de Justiça dos EUA emite mandato de apreensão de petroleiro do Irã em Gibraltar 18/08/2019
Depto de Justiça dos EUA emite mandato de apreensão de petroleiro do Irã em Gibraltar
 
TRUMP quer que a China 17/08/2019
TRUMP quer que a China "resolva o problema de forma humana".
 
ELEIÇÕES - ARGENTINA vai às urnas em eleições gerais primárias 11/08/2019
ELEIÇÕES - ARGENTINA vai às urnas em eleições gerais primárias
 
CHINA importa petróleo do IRÃ apesar de sanções dos EUA 08/08/2019
CHINA importa petróleo do IRÃ apesar de sanções dos EUA
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites