Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

11 de Março de 2019 as 21:03:23



O MERCADO, 2ª feira: Ibovespa sobe a 98.026 (+2,79%). Dólar cai a R$ 3,840



Diário do Mercado na 2ª feira, 11.03.2019
 
Ibovespa avança com CCJ da previdência e cenário externo favorável
 
Comentário.
 
O índice doméstico denotou firme avanço e encerrou na máxima do dia, em seu terceiro maior fechamento histórico (recorde em 98.588 pts em 04/02/2019). Internamente, a notícia de uma possível instalação da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) na Câmara dos Deputados ainda esta semana, que já começaria a analisar a reforma da previdência proposta pelo governo do Presidente Jair Bolsonaro, elevou o ânimo dos investidores.
 
Também, o cenário externo foi favorável, com indicadores considerados mais favoráveis dos EUA - percepção do mercado de trajetória mais branda dos juros pelo Fed, de possível desfecho sobre o Brexit para breve e a alta do petróleo - impulsionando as bolsas de Nova York, que contagiaram os demais mercados acionários pelo mundo.
 
No Brasil, o dólar recuou e fechou a R$ 3,8410 (-0,78%). A curva da estrutura a termo da taxa de juros caiu como um todo, com destaque para baixo da ponta mais longa.
 
Ibovespa.
 
O índice abriu em veloz elevação, apoiado nas notícias domésticas e externas, já ultrapassando os 97 mil pts com uma hora e meia de negócios. A partir daí, seguiu em paulatina e constante tendência ascendente até o término do pregão.
 
As chamadas Blue Chips se sobressaíram na contribuição ponderada para o índice: Petrobras, Vale e os papéis do setor de bancos – o de maior peso. A petrolífera subiu logo cedo com possível venda de ativos e plano de corte de gastos, bem como alavancada pela alta do preço do barril de petróleo no mercado internacional.
 
Neste panorama do dia, o Ibovespa fechou aos 98.026 pts (+2,79%), na segunda maior oscilação positiva em um dia no ano (maior em 2 de janeiro (+3,56%), acumulando variações de +2,56% no mês, +11,54% no ano e +13,49% em 12 meses. O giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 14,636 bilhões, sendo R$ 14,160 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 7 de março (último dado disponível), houve ingresso líquido de capital estrangeiro de R$ 60,159 milhões, com o saldo negativo em fevereiro cedendo a R$ 32,766 milhões. O saldo acumulado no ano situa-se agora em R$ 1,094 bilhão. 
 
Agenda Econômica.
 
A produção de veículos avançou 29,9% em fevereiro frente a janeiro, sendo produzidas 257,2 mil unidades (maior volume desde 2014) - um crescimento de 20,5% ante fevereiro de 2018. As vendas de veículos novos recuaram 0,6% em fevereiro se comparadas com janeiro, crescendo 26,6% ante ao mesmo período de 2018. Já as exportações de veículos cresceu 61,8% comparado a janeiro e caiu 39,9% em relação a fevereiro de 2018.
 
Câmbio e CDS
 
A divisa norte-americana recuou nesta segunda-feira frente ao real, que liderou os ganhos entre as moedas emergentes. O dólar comercial (interbancário) fechou em R$ 3,840 (-0,78%), acumulando variações de +2,32% no mês, -0,90% no ano e +18,12% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco medido pelo CDS Brasil baixou para 157 pts versus 164 pts anterior.
 
Juros.
 
Os juros futuros, na véspera da divulgação do IPCA, findaram a sessão regular em queda, com realce para os contratos de longo prazo, puxados pelo bom humor externo e interno – este influenciado pelo otimismo do trâmite da reforma da previdência.
 
O DI para janeiro de 2020 fechou em 6,44% de 6,46%. O DI para 2021 passou de 7,14% para 7,06%. O DI para janeiro de 2023 foi de 8,28% para 8,15%. O DI para janeiro de 2025 caiu de 8,81% para 8,67%. 
 
Para a semana
 
Brasil: IGP-M (prévia); IPCA; Produção industrial; Criação de empregos formais; IGP-10; Coleta de impostos.
EUA: IPC; Índices de preços de importação e exportação; Produção industrial.
Alemanha: IPC.
França: IPC.
Reino Unido: Produção industrial. Zona do Euro: IPC e Produção industrial. China: Produção acumulada do ano. 
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 2ª feira, 11.03.2019, elaborado por HAMILTON ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 24.05. Programe seu Investimento 25/05/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.05. Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 6ª Feira: Ibovespa cai a 93.627 pts; Dólar cai a R$ 4,015 24/05/2019
O MERCADO, 6ª Feira: Ibovespa cai a 93.627 pts; Dólar cai a R$ 4,015
 
NATURA & CO.  Nota de Pesquisa A Aquisição da AVON 23/05/2019
NATURA & CO. Nota de Pesquisa A Aquisição da AVON
 
O MERCADO, 5ª feira: Ibovespa cai a 93.910 pts. Dólar sobe a R$ 4,0470 23/05/2019
O MERCADO, 5ª feira: Ibovespa cai a 93.910 pts. Dólar sobe a R$ 4,0470
 
MAGAZINE LUIZA - Atualização das Estimativas de Preço Futuro das Ações 23/05/2019
MAGAZINE LUIZA - Atualização das Estimativas de Preço Futuro das Ações
 
O MERCADO, 4ª Feira: Ibovespa cai a 94.360 pts. Dólar cai a R$ 4,040 22/05/2019
O MERCADO, 4ª Feira: Ibovespa cai a 94.360 pts. Dólar cai a R$ 4,040
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 22.05. Programe seu Investimento 22/05/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 22.05. Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa sobe a 94.484 pts (+2,76%). Dólar caiu R$ 4,0470 (-1,36%) 21/05/2019
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa sobe a 94.484 pts (+2,76%). Dólar caiu R$ 4,0470 (-1,36%)
 
VALE - Revisão de Preços das Ações pós-Brumadinho 21/05/2019
VALE - Revisão de Preços das Ações pós-Brumadinho
 
RENDA FIXA  Análise do Mercado em 20.05.2019, pelo BB Investimentos 21/05/2019
RENDA FIXA Análise do Mercado em 20.05.2019, pelo BB Investimentos
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites