Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

23 de Março de 2019 as 22:03:51



PIÑERA e BOLSONARO rejeitam Intervenção Militar na Venezuela



Presidentes também pediram solução pacífica na Nicarágua
 
Os presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e do Chile, Sebastián Piñera, reiteraram neste sábado, 23.03, a intenção de buscar um acordo pacífico para encerrar a crise que atinge a Venezuela.
 
Ambos rejeitaram a possibilidade de intervenção militar na Venezuela. Também apelaram para a realização de eleições no país vizinho e a preservação dos direitos humanos    
 
“[Reiteramos] o firme compromisso de continuar trabalhando, no âmbito do Grupo de Lima, pela busca de uma saída democrática e pacífica para a crise venezuelana, rejeitando energicamente qualquer ação que implique o uso da violência, sobretudo a opção de intervenção militar”,
 
diz a declaração conjunta de ambos os presidentes.
 
Brasil, Chile, EUA e cerca de 50 nações apóiam Juan Guaidó, autodeclarado presidente da Venezuela, como líder legítimo do país. Guaidó fez um giro pela América do Sul e foi recepcionado por Bolsonaro e vários presidentes da região.
 
“[Reafirmamos] o compromisso de contribuir para restaurar a democracia na Venezuela, que requer a realização de eleições presidenciais livres e justas, conforme os padrões internacionais e sob observação internacional independente; a liberação de todos os presos políticos; e o fim da sistemática violação dos direitos humanos naquele país.”
 
Piñera e Bolsonaro ressaltaram a necessidade de Maduro autorizar o envio de ajuda humanitária para a Venezuela. “[Insistimos] igualmente, na importância que o regime de Nicolás Maduro autorize a abertura de canal de ajuda humanitária que possa atenuar a grave escassez de remédios e alimentos naquele país.”
 
Nicarágua
 
No texto, Bolsonaro e Piñera se referem também à crise na Nicarágua, que há mais de 11 meses vive protestos diários contra o governo de Daniel Ortega, nos quais os manifestantes denunciam violência e opressão por parte das autoridades públicas.
 
“[Acompanhamos] com prudente otimismo, a retomada de diálogo nacional amplo, plausível, transparente e representativo entre o governo da Nicarágua e a sociedade civil reunida na Aliança Cívica pela Justiça e Democracia.”
 
Em seguida, a nota conjunta apela para Ortega dar o espaço devido às organizações internacionais para acompanhar o processo de negociação no país.
 
“[Queremos] instar o governo da Nicarágua a permitir que os mecanismos internacionais de direitos humanos retornem ao país, incluindo os da OEA [Organização dos Estados Americanos] e das Nações Unidas, e a fornecer as garantias necessárias para o cumprimento in situ de seus respectivos mandatos, de forma independente.”


Fonte: AGENCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
CHINA ajuda VENEZUELA a aumentar Produção de Petróleo mesmo sob Bloqueio 17/07/2019
CHINA ajuda VENEZUELA a aumentar Produção de Petróleo mesmo sob Bloqueio
 
MACRON no esforço para manter em pé o Acordo Nuclear com o IRÃ 16/07/2019
MACRON no esforço para manter em pé o Acordo Nuclear com o IRÃ
 
MERKEL recebe sentada a Primeira-Ministra da Dinamarca 13/07/2019
MERKEL recebe sentada a Primeira-Ministra da Dinamarca
 
DIA DA BASTILHA Coletes Amarelos enfrentam a Polícia da França. Veja aqui as imagens. 15/07/2019
DIA DA BASTILHA Coletes Amarelos enfrentam a Polícia da França. Veja aqui as imagens.
 
RÚSSIA envia à TURQUIA o 1º Lote do Sistema S-400 de Defesa Aérea 12/07/2019
RÚSSIA envia à TURQUIA o 1º Lote do Sistema S-400 de Defesa Aérea
 
CRIPTOMOEDAS 12/07/2019
CRIPTOMOEDAS "Não são dinheiro", Trump critica Moeda Virtual do Facebook
 
MERKEL tem 3º Ataque de Tremores em Público 11/07/2019
MERKEL tem 3º Ataque de Tremores em Público
 
TRUMP encontra KIM JONG-UN na Zona Desmilitarizada das Coreias 01/07/2019
TRUMP encontra KIM JONG-UN na Zona Desmilitarizada das Coreias
 
FRANÇA e Reino Unido patrulharão Mar do Sul da China 30/06/2019
FRANÇA e Reino Unido patrulharão Mar do Sul da China
 
G20 NO JAPÃO - Trump e Xi Jinping Anunciam Trégua 30/06/2019
G20 NO JAPÃO - Trump e Xi Jinping Anunciam Trégua
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites