Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

04 de Abril de 2019 as 02:04:35



JBS - Resultado no 4º Trimestre /2018: Cenário Promissor



JBS  -  Resultado no 4º Trimestre/2018
 
Trimestre desafiador nos EUA, mas um cenário promissor pela frente
 
A JBS apresentou resultados mistos no 4T18. Um melhor desempenho no Brasil (carne bovina e aves) e a valorização do dólar a/a impulsionaram a receita para R$ 47 Bl (+11% a/a).
 
No entanto, um cenário desafiador para a carne suína e de frango nos EUA, juntamente com custos mais altos de grãos na Seara, compensaram parcialmente o desempenho positivo em termos de margens na JBS Brasil. 
 
Como resultado, a margem EBITDA foi de 7,2%, de 7,5% no 4T17. Destacamos a consistente geração de caixa que permitiu à companhia reportar um FCL positivo de R$ 1,6 bl e uma contínua desalavancagem, em linha com a estratégia da companhia. 
 
No trimestre, a Dívida Líquida/EBITDA alcançou 3,18x, o menor patamar desde 2015. Diante de um desempenho consistente combinado com perspectivas positivas à frente, bem como do processo de desalavancagem observado, decidimos revisitar nosso modelo para a companhia a fim de refletir melhor o cenário atual e reportar novo preço alvo para Dez19 para JBSS3 em breve.
 
Destaques
 
A Seara manteve o desempenho ascendente observado no trimestre anterior e sustentou uma margem EBITDA de dois dígitos em 10,3% (acima da nossa estimativa de 9,5%). 
 
Ao longo do ano passado, o aumento de preços bem-sucedido implementado compensou parcialmente os preços mais altos dos grãos, que pressionaram as margens. Neste sentido, a empresa afirmou no call de resultados nesta manhã que irá aumentar gradualmente os preços à frente. 
 
Além disso, o surto da peste suína africana pode não apenas beneficiar as exportações do Brasil, mas também traz um cenário mais confortável para os custos, uma vez que a diminuição da oferta de carne suína na China também deve reduzir sua demanda por grãos. Portanto, esperamos uma margem contínua de dois dígitos para os próximos trimestres. A JBS Brasil reverteu a margem negativa apresentada no 4T17.
 
No entanto, no 4T18, a unidade interrompeu a tendência de alta observada nos dois últimos trimestres e ficou em 3,9%, muito abaixo de nossa estimativa de 8%. A redução observada t/t veio de maiores preços de gado e de um mix mais fraco no mercado interno.
 
Esperamos um cenário melhor pela frente, devido a uma perspectiva positiva sobre as exportações. Além de uma demanda consistente da Ásia, especialmente da China, também vemos chances de os EUA reabrirem seu mercado para a carne brasileira em breve.
 
A JBS USA Beef, por sua vez, veio em linha com nossas estimativas e apresentou margem EBITDA de 7,3% (+0,3 pp a/a). De fato, custos mais altos afetam negativamente o desempenho nos EUA. Por outro lado, Austrália e Canadá relataram melhoria de desempenho, que, em nossa opinião, pode continuar a compensar no 1T19 os impactos negativos do clima sobre disponibilidade de gado nos EUA. 
 
Como esperado, os resultados da PPC e da JBS USA Pork foram negativamente afetados pelo excesso de oferta de frango e suínos nos EUA, que pressionaram os preços e as margens, os últimos chegando a 4,2% e 8,4%, respectivamente (em linha com nossas estimativas). 
 
No entanto, vemos uma tendência de reversão à frente para as indústrias de carne suína e de aves nos EUA: além do ajuste nos preços, os eventos mencionados na China devem beneficiar os volumes exportados pelos EUA; Assim, esperamos uma recuperação das margens à frente.
 
Preço alvo para JBSS3
 
Estamos colocando o nosso Preço Alvo para Dez19 para JBSS3 sob revisão, a fim de refletir melhor o cenário promissor à frente. Os resultados da JBS têm superado nossas estimativas ao longo de 2018. 
 
De fato, a diversificação geográfica e de proteína permitiu que a empresa sustentasse um nível de crescimento consistente. A forte geração de caixa levou sua alavancagem para 3,18x, a menor em 3 anos. Em nossa opinião, a empresa pode enfrentar um ambiente melhor à frente, principalmente por: 
 
(i) um melhor cenário para as indústrias de aves e suínos no Brasil e nos EUA, devido à demanda crescente e preços médios mais elevados, como resultado da redução de fornecimento de carne suína na Ásia devido à peste suína africana; 
 
(ii) um volume consistente de exportações de carne bovina brasileira e boas perspectivas de abertura de novos mercados; e 
 
(iii) uma demanda doméstica sustentável nos EUA. 
 
Considerando o novo cenário disruptivo para a proteína animal acima mencionado e o posicionamento favorável da JBS para capturar benefícios do momento, decidimos revisitar nosso modelo de avaliação para a empresa, a fim de refletir melhor o cenário atual e lançar o  novo preço alvo para Dez19 para JBSS3 em breve.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da JBS no 4º trimestre/2018, elaborado por LUCIANA CARVALHO, Analista Senior do BB Investimentos


Fonte: LUCIANA CARVALHO, Analista Senior do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa cai a 100.093 pts (-1,93%). Dólar sobe a R$ 3,852 26/06/2019
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa cai a 100.093 pts (-1,93%). Dólar sobe a R$ 3,852
 
O MERCADO, 2ª Feira: Ibovespa estavel a 102.062 pts. E, Dólar, a R$ 3,826 24/06/2019
O MERCADO, 2ª Feira: Ibovespa estavel a 102.062 pts. E, Dólar, a R$ 3,826
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 21.06 Programe seu Investimento 21/06/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 21.06 Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 4ª Feira: Ibovespa supera 100.000 pts, Dólar cai a R$ 3,850 19/06/2019
O MERCADO, 4ª Feira: Ibovespa supera 100.000 pts, Dólar cai a R$ 3,850
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 17.06 Programe seu Investimento 18/06/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.06 Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 2ª Feira: Ibovespa caiu a 97.623 pts (-0,43%). Dólar estável em R$ 3,899 18/06/2019
O MERCADO, 2ª Feira: Ibovespa caiu a 97.623 pts (-0,43%). Dólar estável em R$ 3,899
 
GPA e VIA VAREJO   Leilão de Ações da Via Varejo 17/06/2019
GPA e VIA VAREJO Leilão de Ações da Via Varejo
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 14.06. Programe seu Investimento  15/06/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 14.06. Programe seu Investimento
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 13.06. Programe seu Investimento 13/06/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 13.06. Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 5ª Feira: Ibovespa sobe a 98.773pts (+0,46%) Dólar cai a R$ 3,854 13/06/2019
O MERCADO, 5ª Feira: Ibovespa sobe a 98.773pts (+0,46%) Dólar cai a R$ 3,854
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites