Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

18 de Abril de 2019 as 22:04:40



O MERCADO, 5ª feira: Ibovespa sobe aos 94.578 pts (+1,39%). Dólar a R$ 3,930 (-0,13%)



Diário do Mercado, na 5ª feira, 18.04.2019
 
Petrobras levanta o humor dos investidores na bolsa brasileira
 
Comentário. 
 
No dia, os agentes deixaram de lado as discussões sobre a reforma da previdência, que já se sabe que serão retomadas a partir do próximo dia 22, e focaram considerações na Petrobras. A petrolífera anunciou reajuste médio, que havia anteriormente sido suspenso, de +4,84% no preço do diesel nas refinarias, equivalente a mais R$ 0,10 por litro, na noite da véspera.
 
A notícia foi considerada positiva e, para o mercado, corroborou a independência da empresa em relação à política de preços que adota. Isto animou os investidores, que tinham anteriormente precificado para baixo as ações da empresa, levando agora os papéis da petrolífera a avançarem com vistoso giro financeiro. Também, levantou como um todo o humor do mercado, que registrou volume significativo em pregão que antecede feriado prolongado (Páscoa).
 
Externamente, os dados do varejo norte-americano e declaração do presidente do Fed regional de Dallas, prevendo juros estáveis por certo período e que a economia local poderá crescer sem pressões inflacionárias, terminaram impulsionando as bolsas de Nova York, favorecendo o mercado acionário brasileiro.
 
No Brasil, o dólar comercial fechou cotado a R$ 3,9300 (-0,13%). Os juros futuros ficaram quase estáveis no curto prazo, mas com elevação gradual no médio e longo prazos.   
 
Ibovespa.
 
O índice principiou em alta, impulsionado pela Petrobras e assim operou ao longo de toda a sessão, progredindo com lenta trajetória ascendente na parte da tarde.
 
O destaque ponderado no dia foi a Petrobras, que anunciou elevação do preço do diesel na noite da véspera. Individualmente, a ação da Gol, por conta de possível compra de ativos da Avianca, e alguns papéis do setor de varejo foram se sobressaíram.
 
O Ibovespa fechou aos 94.578 pts (+1,39%), acumulando +1,83% na semana, -0,88% no mês, +7,61% no ano e +10,26% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 14,721 bilhões, sendo R$ 14,373 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 16 de abril (último dado disponível), ocorreu ingresso líquido de capital estrangeiro de R$ 379,895 milhões, com saldo negativo somando R$ 3,043 bilhões no mês. Em 2019, o saldo negativo está em R$ 1,791 bilhão.
 
Agenda Econômica.
 
Nos EUA, as vendas a varejo variaram +1,6% em março ante -0,2% em fevereiro, vindo acima do consenso de mercado, em +1,0%. Já os novos pedidos de seguro-desemprego cederam a 192 mil ante 197 mil na semana anterior, estando o consenso de mercado em 205 mil.
 
Os PMIs da Alemanha e da zona do euro mostraram leve melhoria, enquanto o PMI da França teve ligeira piora – todavia, todos ainda inferiores ao patamar de 50, sinalizando que ainda se situam no campo de retração econômica.
 
Câmbio e CDS
 
O dólar comercial (interbancário) cedeu, com o melhor humor doméstico levando a uma redução da aversão ao risco. A moeda encerrou cotada a R$ 3,9300 (-0,13%), acumulando +1,08% na semana, +0,36% no mês, +1,42% no ano e +16,27% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil passou a 172 pts versus 171 pts da véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros curtos acompanharam a redução da aversão ao risco interno e recuaram como um todo, com destaque para os vértices intermediários.
 
Em relação à sessão anterior, assim finalizaram: DI janeiro/20 em 6,45% de 6,46%; DI janeiro/21 em 7,03% de 7,12%; DI janeiro/23 em 8,21% de 8,31%; DI janeiro/25 em 8,77% de 8,84%; e DI janeiro/27 em 9,08% de 9,14%. 
 
Para a semana
 
Brasil: Confiança industrial CNI; Balança comercial; Coleta de impostos; Criação de empregos formais; IPC FIPE; Confiança do Consumidor; IPCA-15; dados do setor externo; dados dos setor de crédito.
 
EUA: Vendas de casas já existentes; Vendas de casas novas; Pedidos de bens duráveis; PIB; Consumo pessoal; Sentimento Univ. de Michigan.
 
China: Lucros industriais.
 
Japão: BoJ – decisão de política monetária.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 5ª feira, 18.04, elaborado por HAMILTON ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos                     

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILBON ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.09 Avalie se convém Investir 20/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 20.09: Ibovespa sobe 0,46% a 104.817. Dólar cai a R$ 4,153 20/09/2019
O MERCADO, 20.09: Ibovespa sobe 0,46% a 104.817. Dólar cai a R$ 4,153
 
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures em 19.09.2019 20/09/2019
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures em 19.09.2019
 
PAPEL E CELULOSE  Análise Setorial do Desempenho na Bolsa - Setembro/2019 20/09/2019
PAPEL E CELULOSE Análise Setorial do Desempenho na Bolsa - Setembro/2019
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.09 Avalie se convém Investir 19/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.09 Avalie se convém Investir
 
LOJAS AMERICANAS e B2W DIGITAL Parceria Ame e Linx - Análise: BB Investimentos 19/09/2019
LOJAS AMERICANAS e B2W DIGITAL Parceria Ame e Linx - Análise: BB Investimentos
 
O MERCADO, 19.09: Ibovespa cai a 104.339 pts. Dólar sobe a R$ 4,162 19/09/2019
O MERCADO, 19.09: Ibovespa cai a 104.339 pts. Dólar sobe a R$ 4,162
 
O MERCADO, 18.09: Ibovespa estável em 104.531 pts. Dólar sobe a R$ 4,103 18/09/2019
O MERCADO, 18.09: Ibovespa estável em 104.531 pts. Dólar sobe a R$ 4,103
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.09 Avalie se convém Investir 17/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 17.09: Ibovespa sobe 0,90% a 104.616 pts. Dólar cai a R$ 4,077 17/09/2019
O MERCADO, 17.09: Ibovespa sobe 0,90% a 104.616 pts. Dólar cai a R$ 4,077
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites