Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

20 de Abril de 2019 as 11:04:47



COLETES AMARELOS 60 mil policiais confrontam manifestantes na 23ª Semana de Protestos



 
No decurso do 23º fim de semana de protestes dos "coletes amarelos" em Paris, os manifestantes começaram a incendiar carros e motos estacionados nas ruas da cidade. O número de detidos já alcança 128 pessoas e a polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.
 
A imprensa francesa anuncia que está interrompida a circulação de metrô em ao menos seis estações e várias ruas do centro de Paris também estão com tráfego condicionado, como por exemplo a área de Ìle de France, onde se encontra a Catedral de Notre Dame, em razão da fragilidade das estruturas, abaladas pelo incêndio recente, para evitar possivel desabamento.
 
Tijolos,  Patinetes e Garrafas com excrementos
 
Nos confrontos com a polícia em Paris, os "coletes amarelos" lançaram garrafas de plástico, supostamente cheias de excrementos, contra os agentes de segurança. Os manifestantes também utilizaram todos os objetos que estão à sua disposição para provocar a polícia, inclusive tijolos, patinetes, etc. Em resposta, os polícias usaram gás lacrimogênio contra os participantes da ação. 
 
Segundo comunica o jornal Le Figaro, citando representantes das forças de segurança, 128 pessoas foram detidas em resultado dos protestos de hoje em Paris. Além disso, destaca-se que mais de 60.000 agentes de segurança estão em alerta em todo o país para fazer frente aos manifestantes e preservar a ordem.
 
Os confrontos já resultaram em duas pessoas feridas na cabeça. Um tem um ferimento detrás da orelha e o segundo — na testa, e sofre de hemorragia forte. Eles receberam assistência de médicos especiais que também participam dos protestos. Estes vestem um uniforme especial e andam com estojo de primeiros socorros.
 
Desde Novembro de 2018
 
A França vive uma onda de protestos dos chamados coletes amarelos desde meados de novembro de 2018.
 
Os manifestantes, que usam coletes fluorescentes, protestavam a princípio contra a elevação nos preços de combustíveis e impostos, determinada pelo governo Macron com o objetivo de obter recursos para subsidios a serem destinados à indústria automobilística francesa, em apoio à mudança do padrão tecnológico em direção à produção de automóveis eletricos.
 
Decepção com Macron
 
Logo os protestos passaram a refutar mudanças na política de aposentadorias, a destruição do estado de bem estar social construído no pós-guerra, a incipiência das ações governamentais na elevação do emprego, notadamente das população mais jovem e de moradores nas periferías.
 
No presente momento, os protestos dirigem-se mais amplamente à deposição do governo de Emammanuel Macron e ao rechaço da classe política e da social-democracia, não somente da França, mas de toda a Europa, por ter, quando no poder, passado a implementar políticas liberais e de interesse dos bancos.
 
Nessa visão, Emammanuel Macron teria sido eleito pela população francesa para deter o avanço da extrema direita, representado pela candidatura de Marine Le Pen nas eleições presidenciais de 2017, o menos ruim e perigoso para os interesses da população, a despeito de ter sido banqueiro-sócio de Rothschild na França.
 
Em seu 23º fim de semana por toda a França. as manifestações populares têm resultado em vários confrontos com as forças policiais, destruição de edifícios e carros, saques e outros atos violentos.


Fonte: Da Redação JF, com informações de SPUTINIK NEWS e Agência Brasil de Notícias

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
22/08/2019
"MENTIRAS de BOLSONARO não mudam os fatos", declara prefeito de NY, Bill de Blasio
 
GROELÂNDIA - 22/08/2019
GROELÂNDIA - "Nojenta" a declaração da Premiê da Dinamarca, diz TRUMP
 
CRISE ARGENTINA Macri retira impostos sobre alimentos da Cesta Básica 16/08/2019
CRISE ARGENTINA Macri retira impostos sobre alimentos da Cesta Básica
 
COREIA DO NORTE dispara mais mísseis, agora de curto alcance 16/08/2019
COREIA DO NORTE dispara mais mísseis, agora de curto alcance
 
HONG KONG Manifestantes voltam a protestar 18/08/2019
HONG KONG Manifestantes voltam a protestar
 
PETROLEIRO IRANIANO liberado deixa Gibraltar, afronta ao Depto de Justiça Imperial 19/08/2019
PETROLEIRO IRANIANO liberado deixa Gibraltar, afronta ao Depto de Justiça Imperial
 
Depto de Justiça dos EUA emite mandato de apreensão de petroleiro do Irã em Gibraltar 18/08/2019
Depto de Justiça dos EUA emite mandato de apreensão de petroleiro do Irã em Gibraltar
 
TRUMP quer que a China 17/08/2019
TRUMP quer que a China "resolva o problema de forma humana".
 
ELEIÇÕES - ARGENTINA vai às urnas em eleições gerais primárias 11/08/2019
ELEIÇÕES - ARGENTINA vai às urnas em eleições gerais primárias
 
CHINA importa petróleo do IRÃ apesar de sanções dos EUA 08/08/2019
CHINA importa petróleo do IRÃ apesar de sanções dos EUA
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites