Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

06 de Maio de 2019 as 22:05:10



O MERCADO, 2ª feira: Mercados sucumbem ao Risco Global: Bolsas caem, Dólar sobe.



Diário do Mercado na 2ªfeira, 06.05.2019
 
Mercados globais sofrem perdas com mais um imbróglio comercial
 
Comentário.
 
O Ibovespa e os demais mercados acionários pelo mundo sucumbiram no dia com aumento da aversão ao risco global. As declarações do presidente norte-americano, Donald Trump, que vai elevar as tarifas de importações dos EUA de 10% para 25% de cerca de US$ 200 bilhões em produtos da China, já a partir da próxima 6ª feira, 10.05, e que poderá ainda ser mais abrangente, reavivou o temor da chamada “guerra comercial” entre os países e derrubou globalmente as bolsas de valores.
 
Neste contexto, a bolsa de Xangai caiu 5,6%, para 2.906 pts (pior queda em um dia desde 25 de fevereiro de 2016). Internamente, está agendado para esta 3ª feira, 08.05, o início dos trabalhos na “Comissão Especial” da Câmara de Deputados, que analisará o mérito do texto da reforma da previdência, tendo até quarenta sessões para sua aprovação.
 
Obviamente, os agentes estarão monitorando de perto o prazo do andamento do processo e, particularmente, possíveis cortes da economia estimada de cerca de R$ 1,2 trilhão nos próximos dez anos. 
 
No Brasil, o dólar comercial fechou cotado a R$ 3,9580 (+0,48%). Os juros futuros recuaram na ponta mais curta, ficaram estáveis nos vértices médios e leves baixas na ponta longa. 
 
Ibovespa.
 
O índice já abriu em baixa e passou o pregão em campo negativo, basicamente, oscilando um pouco abaixo dos 95 mil pts, com curtas variações na parte da tarde.
 
Entretanto, o volume financeiro doméstico foi mais fraco, sendo o segundo menor do ano (acima apenas da quarta-feira de cinzas) – diz-se que “caiu sem força”.
 
O índice futuro do Ibovespa iniciou denotando “gap de abertura” de baixa, que não foi fechado, e prosseguiu sempre negativo na sessão.
 
O Ibovespa findou ao 95.008 pts (-1,04%), acumulando -1,40% no mês, +8,10% no ano e +14,31% em 12 meses. O preliminar giro da Bovespa foi de R$ 9,572 bilhões, sendo R$ 9,354 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 2 de maio (último dado disponível), a retirada líquida de capital estrangeiro foi de R$ 498,991 milhões na Bovespa, após ter apurada saída líquida de R$ 745,464 milhões em abril. Em 2019, o saldo positivo cedeu a tão somente R$ 7,634 milhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o PMI Composto do Brasil recuou de 53,1 em março para 50,6 em abril, informou a IHS Markit. Seguindo a mesma tendência de baixa, o PMI de Serviços caiu de 52,7 em março para 49,9 em abril, para baixo da marca de 50,0 – patamar que separa crescimento de contração, pela primeira vez em sete meses.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar norte-americano subiu frente ao real, alinhado com a desvalorização de moedas de países emergentes no mercado internacional, que foi impactado pelas citações do presidente norte-americano.
 
O dólar comercial (interbancário) encerrou cotado a R$ 3,9380 (+0,48%), acumulando +0,94% no mês, +2,14% no ano e +12,32% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país pelo CDS Brasil 5 anos ficou estável em 172 pts. 
 
Juros.
 
Os juros futuros denotaram baixas mais perceptíveis nos vencimentos mais curtos, com os intermediários permanecendo estáveis e os longos cedendo levemente.
 
O panorama externo adverso se contrapôs à percepção doméstica de um crescimento menor para o Brasil neste ano –  a referência adveio do relatório semanal Focus, no qual o Banco Central compila as projeções de mercado, com a estimativa do PIB em 2018 decaindo de +1,70% para +1,49%. 
 
Em relação à véspera, assim finalizaram: o DI janeiro/2020 em de 6,44% de 6,47%; o DI janeiro/2021 em de 7,04% de 7,06%; o DI janeiro/2023 inalterado em 8,15%; o DI janeiro/2025 em 8,67% de 8,68%; e o DI janeiro/2027 em 8,98% de 9,00%.  
 
Para a semana
 
Brasil: Venda, exportação, e produção de veículos Anfavea; IGP-DI; Taxa Selic; Volume do setor de serviços; Vendas a varejo; IGP-M (prévia) e IPCA;
 
EUA: Oferta de empregos JOLTS; Balança comercial e Orçamento mensal.
 
Alemanha, França e Reino Unido: Produção industrial.
 
Japão:  PMI Manuf.
 
China: Balança comercial.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 2ª feira, 06.05.2019, elaborado por HAMILTON ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos  

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 24.05. Programe seu Investimento 25/05/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.05. Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 6ª Feira: Ibovespa cai a 93.627 pts; Dólar cai a R$ 4,015 24/05/2019
O MERCADO, 6ª Feira: Ibovespa cai a 93.627 pts; Dólar cai a R$ 4,015
 
NATURA & CO.  Nota de Pesquisa A Aquisição da AVON 23/05/2019
NATURA & CO. Nota de Pesquisa A Aquisição da AVON
 
O MERCADO, 5ª feira: Ibovespa cai a 93.910 pts. Dólar sobe a R$ 4,0470 23/05/2019
O MERCADO, 5ª feira: Ibovespa cai a 93.910 pts. Dólar sobe a R$ 4,0470
 
MAGAZINE LUIZA - Atualização das Estimativas de Preço Futuro das Ações 23/05/2019
MAGAZINE LUIZA - Atualização das Estimativas de Preço Futuro das Ações
 
O MERCADO, 4ª Feira: Ibovespa cai a 94.360 pts. Dólar cai a R$ 4,040 22/05/2019
O MERCADO, 4ª Feira: Ibovespa cai a 94.360 pts. Dólar cai a R$ 4,040
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações de 22.05. Programe seu Investimento 22/05/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 22.05. Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa sobe a 94.484 pts (+2,76%). Dólar caiu R$ 4,0470 (-1,36%) 21/05/2019
O MERCADO, 3ª Feira: Ibovespa sobe a 94.484 pts (+2,76%). Dólar caiu R$ 4,0470 (-1,36%)
 
VALE - Revisão de Preços das Ações pós-Brumadinho 21/05/2019
VALE - Revisão de Preços das Ações pós-Brumadinho
 
RENDA FIXA  Análise do Mercado em 20.05.2019, pelo BB Investimentos 21/05/2019
RENDA FIXA Análise do Mercado em 20.05.2019, pelo BB Investimentos
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites