Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Segunda-Feira, Dia 13 de Maio de 2019 as 17:05:57



LOJAS AMERICANAS Resultado no 1º Trimestre/2019: Negativo



LOJAS AMERICANAS - Resultado no 1º Trimestre de 2019
 
Negativo, prejudicado pelo calendário da Páscoa
 
Os resultados da Lojas Americanas no 1T19 foram fracos, bastante impactados pelo calendário desfavorável causado pela celebração da Páscoa no segundo trimestre.
 
No entanto, continuamos confiantes no amadurecimento das lojas inauguradas nos últimos anos, juntamente com a manutenção do desempenho do SSS observado nos últimos trimestres, o que deve contribuir para maiores receitas e margens à frente.
 
Também vemos como positivo o movimento da companhia para capturar oportunidades decorrentes da transformação dos mundos físico e digital. O aplicativo AME, uma plataforma financeira digital, é um exemplo. A plataforma vem apresentando um crescimento significativo devido ao uso do cashback como a principal estratégia para conceder descontos, alavancar vendas e capturar a fidelização do cliente. 
 
Acreditamos, no entanto, que essa iniciativa demorará um pouco mais para beneficiar os resultados da companhia.
 
Para fins de comparação, a empresa apresentou os números referentes ao 1T18 ajustados pela norma contábil IFRS16.
 
A receita líquida veio em R$ 2,3 bilhões, 10,6% inferior na comparação anual. Essa redução foi causada por dois fatores principais: 
 
(i)   o descasamento da Páscoa, que concentrou as vendas relacionadas ao evento em abril, e 
(ii)  o fim da Lei do Bem, que concedia incentivos fiscais a companhias que investiam em inovação tecnológica. 
 
Vale ressaltar que o calendário desfavorável da Páscoa foi tão significativo para resultados da companhia que, se considerarmos os dados dos primeiros 4 meses do ano, a receita líquida teria crescido 7,1% a/a, enquanto que o SSS teria alcançado 5,8%.
 
Se por um lado o efeito Páscoa prejudicou a receita, por outro, favoreceu a margem bruta, a qual manteve-se em 38,6%, praticamente estável na comparação anual (+0,2 p.p.), compensando o impacto negativo do final da Lei do Bem. Como as despesas com vendas, gerais e administrativas sofreram uma menor diluição neste trimestre, a margem EBITDA ajustada diminuiu em 0,9 p.p. a/a e atingiu 20,8%. 
 
Além disso, houve um aumento da contribuição negativa decorrente da equivalência patrimonial (+18,7% a/a), em função de maiores perdas na operação da B2W. Dessa forma, o resultado líquido foi negativo em R$ 53,5 milhões (ante lucro de R$ 23,8 milhões no 1T18).
 
Em relação ao capital de giro, apresentou variação de +2 dias a/a e atingiu 41 dias, mais uma vez impactado pelo efeito calendário da Páscoa. Conforme divulgado na teleconferência de resultados do 4T18, a companhia ainda não considera o capital de giro no patamar ótimo, e entende haver várias oportunidades a serem capturadas para melhorar este indicador de forma gradativa e sustentável. 
 
Por fim, a alavancagem financeira manteve-se em níveis saudáveis, com o aumento do endividamento bruto (+13%) compensado por maiores disponibilidades (+ 22% a/a), o que levou o índice Dívida Líquida/Ebitda ajustado estável em 1,2x.
 
O LAME4 está atualmente sendo negociado a 9,5x EV/EBITDA FWD, ante uma média histórica de 2 anos de 9,8x. Considerando todo o exposto, bem como os riscos mais altos para o atual upside para o nosso TP de YE19 de R$ 22,60, mantemos a recomendação Market Perform para LAME4.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da empes LOJAS AMERICANAS, no 1º trimestre/2019, elaborado por GEORGIA JORGE, Analista integrante do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: GEORGIA JORGE, Analista integrante do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 21.08 Programe seu Investimento 21/08/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 21.08 Programe seu Investimento
 
O MERCADO, 21.08: Ibovespa volta superar 100.000 pts, Dólar cai a R$ 4,030 21/08/2019
O MERCADO, 21.08: Ibovespa volta superar 100.000 pts, Dólar cai a R$ 4,030
 
VAREJO - Desempenho do Setor no 1º Semestre/2019: Positivo 21/08/2019
VAREJO - Desempenho do Setor no 1º Semestre/2019: Positivo
 
O MERCADO, 20.08: Ibovespa em trajetória errática. Dólar cai a R$ 4,051 20/08/2019
O MERCADO, 20.08: Ibovespa em trajetória errática. Dólar cai a R$ 4,051
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.08 Programe seu Investimento 19/08/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.08 Programe seu Investimento
 
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures - Relatório de 13.08.2019 16/08/2019
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures - Relatório de 13.08.2019
 
O MERCADO, 16.08: Ibovespa sobe 0,76% a 99.805 pts. Dólar sobe a R$ 4,003 16/08/2019
O MERCADO, 16.08: Ibovespa sobe 0,76% a 99.805 pts. Dólar sobe a R$ 4,003
 
O MERCADO, 15.08, Ibovespa abaixo dos 100 mil pts com persistência de temores 16/08/2019
O MERCADO, 15.08, Ibovespa abaixo dos 100 mil pts com persistência de temores
 
O MERCADO, 14.08: Ibovespa cai 2,94% a 100.258 pts. Dólar sobe 1,79% a R$ 4,038 14/08/2019
O MERCADO, 14.08: Ibovespa cai 2,94% a 100.258 pts. Dólar sobe 1,79% a R$ 4,038
 
O MERCADO, 3ª Feira: R$ 5 BI líquidos deixaram a B3 em agosto. E R$ 15 BI no ano 14/08/2019
O MERCADO, 3ª Feira: R$ 5 BI líquidos deixaram a B3 em agosto. E R$ 15 BI no ano
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites