Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

15 de Maio de 2019 as 18:05:47



EMBRAER Resultado no 1º Trimestre/2019: Prejuízo de R$ 160,8 MI



EMBRAER - Resultado no 1º Trimestre de 2019
 
Queda nos volumes e fortalecimento das margens pressionadas pelo dólar
 
A Embraer teve um desempenho fraco no 1T19, em nossa opinião. O destaque positivo foi a margem bruta de 19,9%, 4,6 pp superior ao 1T18, devido ao melhor desempenho na comparação anual nas divisões Defesa e Segurança e Serviços e Suporte.
 
Por outro lado, o volume de entregas de aeronaves comerciais caiu três aeronaves em relação ao 1T18. Assim, a Embraer entregou onze aeronaves comerciais contra quatorze no 1T18. Em relação ao segmento de jatos executivos, o volume de entregas permaneceu o mesmo do ano passado (onze), sendo oito leves e três grandes.
 
De fato, a receita líquida ficou praticamente em linha com o 1T18, R$ 3.121 milhões versus R$ 3.111 milhões no 1T18. Vale ressaltar que em 2018; o segmento de Defesa e Segurança registrou itens especiais e revisões de custos que contribuíram para reduzir a margem bruta consolidada da Embraer no 1T18.
 
No entanto, o menor volume de entregas de jatos comerciais teve impacto negativo na diluição do custo fixo. Além disso, a valorização do dólar ano / ano contribuiu para maiores despesas no primeiro trimestre. Como resultado, as despesas comerciais e administrativas totalizaram R$ 676,8 milhões no 1T19, contra R$ 503,5 milhões no 1T18, um aumento de 34,2% a / a.
 
Portanto, a geração operacional de caixa (EBIT) no 1T19 foi negativa em R $ 53,7 milhões, contra R$ 27,7 milhões negativos no 1T18, enquanto o EBITDA atingiu R $ 120,3 milhões, contra R $ 177,1 milhões no ano anterior.
 
Por fim, a Embraer registrou um prejuízo líquido de R$ 160,8 milhões no 1T19. Excluindo os impostos diferidos e itens especiais no 1T19, o prejuízo líquido ajustado foi de R$ 229,9 milhões contra um prejuízo líquido ajustado de R$ 208,9 milhões no 1T18.
 
Opinião do analista.
 
Considerando que a Embraer manteve o guidance de entrega para 2019 e a carteira de pedidos firmes da Companhia encerrada no 1T19 em US$ 16,0 bilhões, acreditamos que a companhia deve apresentar melhores resultados nos próximos trimestres.
 
Vale ressaltar que, para 2019, a empresa espera apresentar a geração de caixa (EBIT) próxima do ponto de equilíbrio.
 
Por outro lado, a venda da participação para a Boeing permitirá à Embraer distribuir US$ 1,6 bilhão em dividendos extraordinários, razão pela qual mantivemos nossa recomendação de desempenho superior e o preço alvo de YE19 em R$ 22,50.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do resultado da EMBRAER no 1º Timestre de 2019, elaborado por RENATO HALLGREN, analista senior do BB investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO HALLGREN, Analista senior do BB Investimentos. TRADUÇÃO: REDAÇÃO JF

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.09 Avalie se convém Investir 20/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 20.09: Ibovespa sobe 0,46% a 104.817. Dólar cai a R$ 4,153 20/09/2019
O MERCADO, 20.09: Ibovespa sobe 0,46% a 104.817. Dólar cai a R$ 4,153
 
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures em 19.09.2019 20/09/2019
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures em 19.09.2019
 
PAPEL E CELULOSE  Análise Setorial do Desempenho na Bolsa - Setembro/2019 20/09/2019
PAPEL E CELULOSE Análise Setorial do Desempenho na Bolsa - Setembro/2019
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.09 Avalie se convém Investir 19/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.09 Avalie se convém Investir
 
LOJAS AMERICANAS e B2W DIGITAL Parceria Ame e Linx - Análise: BB Investimentos 19/09/2019
LOJAS AMERICANAS e B2W DIGITAL Parceria Ame e Linx - Análise: BB Investimentos
 
O MERCADO, 19.09: Ibovespa cai a 104.339 pts. Dólar sobe a R$ 4,162 19/09/2019
O MERCADO, 19.09: Ibovespa cai a 104.339 pts. Dólar sobe a R$ 4,162
 
O MERCADO, 18.09: Ibovespa estável em 104.531 pts. Dólar sobe a R$ 4,103 18/09/2019
O MERCADO, 18.09: Ibovespa estável em 104.531 pts. Dólar sobe a R$ 4,103
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.09 Avalie se convém Investir 17/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 17.09: Ibovespa sobe 0,90% a 104.616 pts. Dólar cai a R$ 4,077 17/09/2019
O MERCADO, 17.09: Ibovespa sobe 0,90% a 104.616 pts. Dólar cai a R$ 4,077
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites