Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

Sexta-Feira, Dia 31 de Maio de 2019 as 14:05:20



ISRAEL terá Novas Eleições após fracasso de NETANYAHU em formar governo.


Knesset, o parlamento israelense
Israel terá nova eleição após Netanyahu não conseguir formar coalizão
 
 
Parlamentares israelenses aprovaram a dissolução do Parlamento na 5ª feira, 30.05, colocando o país a caminho de uma segunda eleição, depois que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu fracassou na tentativa de formar uma coalizão de governo antes do prazo estabelecido para a meia-noite desTa 5ª feira.
 
A previsão é de que o novo pleito, que será o segundo no ano, ocorra em setembro. O fato teve repercussão sem precedentes, segundo observadores, mesmo em um país acostumado com conflitos políticos internos, além de representar uma derrota para Netanyahu, que havia saído vitorioso nas últimas eleições no dia 9 de abril.
 
A votação do Parlamento, que acabou em 74 a 45 votos favoráveis à dissolução, aconteceu poucos minutos após o término do prazo para que Netanyahu formasse nova coalizão.
 
Nos próximos meses, ele deve se tornar o primeiro-ministro a ficar mais tempo no cargo.
 
A turbulência política começou com uma disputa entre os aliados de Netanyahu - o ex-ministro da Defesa Avigdor Lieberman, de extrema direita, e partidos ligados ao judaísmo ultra-ortodoxo - em relação ao recrutamento militar.
 
Seminaristas Ultra-Ortodoxos no Exército
 
Os partidos religiosos não querem que seus jovens estudantes seminaristas ultra-ortodoxos sejam forçados a cumprir o serviço militar obrigatório. Mas Lieberman e outros israelenses querem que eles compartilhem o dever militar.
 
Uma nova eleição representaria uma derrota menor para Netanyahu do que sua alternativa, na qual o presidente de Israel, Reuven Rivlin, poderia ter pedido que outro político formasse uma coalizão de governo.
 
Confrontado com a possibilidade de ter que assistir um de seus rivais políticos em uma posição de protagonismo, Netanyahu angariou votos suficientes para dissolver o Knesset (Parlamento), que tem 120 membros.


Fonte: AGENCIA BRASIL

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
IRMÂ DULCE Dez mil brasileiros da canonização em Roma 13/10/2019
IRMÂ DULCE Dez mil brasileiros da canonização em Roma
 
RÚSSIA reduz à metade a participação do Dólar nas Reservas Internacionais 12/10/2019
RÚSSIA reduz à metade a participação do Dólar nas Reservas Internacionais
 
BREXIT, Tema de Reunião entre Líderes da França e Alemanha 11/10/2019
BREXIT, Tema de Reunião entre Líderes da França e Alemanha
 
NOBEL DA PAZ sai para !º Ministro da ETIÓPIA, Abiy Ahmed 11/10/2019
NOBEL DA PAZ sai para !º Ministro da ETIÓPIA, Abiy Ahmed
 
BERNIE SANDERS Candidato democrata recupera-se após enfarto 11/10/2019
BERNIE SANDERS Candidato democrata recupera-se após enfarto
 
OCDE - Embaixada dos EUA remenda estrago feito por Mike Pompeu 11/10/2019
OCDE - Embaixada dos EUA remenda estrago feito por Mike Pompeu
 
EQUADOR  Indígenas mantém protesto sob prisões e massacres da polícia 11/10/2019
EQUADOR Indígenas mantém protesto sob prisões e massacres da polícia
 
EUA Rejeitam Entrada do Brasil na OCDE 10/10/2019
EUA Rejeitam Entrada do Brasil na OCDE
 
EQUADOR Moreno endurece discurso, protegido por militares em Guayaquil 08/10/2019
EQUADOR Moreno endurece discurso, protegido por militares em Guayaquil
 
ELEIÇÕES EM PORTUGAL Socialistas vencem na Boca de Urna 06/10/2019
ELEIÇÕES EM PORTUGAL Socialistas vencem na Boca de Urna
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites