Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quarta-Feira, Dia 14 de Agosto de 2019 as 08:08:54



O MERCADO, 3ª Feira: R$ 5 BI líquidos deixaram a B3 em agosto. E R$ 15 BI no ano



Diário do Mercado na 3ª feira, 13.08.2019
 
Ibovespa se descola do “efeito Argentina” e sobe com Nova York
Ibovespa sobe 1,36% a 103.299 pts. Dólar cai a R$ 3,967 
 
Comentário.
 
O Ibovespa se desatrelou da turbulência na Argentina, ocorrida por conta do resultado considerado desfavorável pelos investidores da prévia divulgada na véspera, da eleição presidencial marcada para 27 de outubro próximo.
 
Os mercados até melhoram no país, mas ainda muito distantes do estrago nos preços dos ativos ocorrido no dia anterior. O índice brasileiro colou sua trajetória no positivo índice S&P500 de Wall Street e reverteu parte da perda (-2,00%) registrada na segunda-feira (12/agosto).
 
As altas das bolsas de Nova York ajudaram a impulsionar os demais mercados acionários pelo mundo. Internamente, a taxa de câmbio recuou, os juros futuros cederam na ponta longa e o risco-pais teve leve baixa. Vale ressaltar que o fator preponderante no dia foi o alívio da guerra comercial entre EUA e China, com os norte-americanos anunciando a não imposição de tarifas sobre alguns produtos chineses e o adiamento para dezembro deste ano sobre outros, além de abrir contato para viabilizar um canal de negociação. 
 
No Brasil, o dólar comercial cedeu para 3,9670 (-0,40%), após ter novamente suplantado  a cotação de R$ 4,00. A curva da estrutura cedeu levemente, com realce na ponta longa.
 
Ibovespa.
 
O índice principiou ascendente e depois de uma hora e meia de negócios passou a flutuar ao redor de sua pontuação de fechamento, como curtas oscilações. De modo ponderado, a Vale foi o destaque no dia, seguida pela Petrobras e por papéis do setor dwe bancos.
 
O Ibovespa fechou aos 103.299 pts (+1,36%), acumulando -0,67% na semana, +1,46% no mês, +17,54% no ano e +33,30% em 12 meses. O giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 18,207 bilhões, sendo R$ 16,607 bilhões no mercado à vista.
 
Capital Extrangeiro na Bolsa B3
 
No dia 8 de agosto (último dado disponível), aconteceu saída líquida de capital estrangeiro, no mês, de R$ 269,743 milhões da Bolsa, com a retirada líquida passando a R$ 4,997 bilhões [no mesmo mês]. Em 2019, o saldo acumulado está negativo em R$ 15,430 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
Nos EUA, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) registrou +0,3% em julho ante junho (+0,1%) e núcleo em +0,3%  (+0,3% em junho). Na comparação com julho de 2018, a taxa foi de +1,8% (+1,6% em junho) e núcleo em +2,2% (+2,1% em junho). 
 
Câmbio e CDS.
 
Após ter testado a cotação na casa dos R$ 4 no início da sessão, a divisa norte-americana reverteu a alta, fechando em queda ante o real, refletindo a melhoria no cenário global.
 
O dólar comercial (interbancário) fechou cotado a R$ 3,9670 (-0,40%), variando +0,69% na semana, +3,88% no mês, +2,37% no ano e +2,03% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil 5 anos cedeu a134 pts versus 135 pts de ontem.
 
Juros.
 
Os juros futuros encerraram a sessão regular com viés de queda, com a ponta longa devolvendo parte das altas da véspera.
 
Em relação à sessão anterior, assim findaram: DI janeiro/2020 em 5,44% de 5,45%; DI janeiro/2021 em 5,39% de 5,40%; DI janeiro/2023 em 6,36% de 6,39%; DI janeiro/2025 em 6,87% de 6,88%; DI janeiro/2027 em 7,16% de 7,18%.
 
Para a semana.
 
Brasil: CAGED, IGP-10 e Confiança industrial;
 
EUA: Novos pedidos de seguro-desemprego, Produtividade de produtos não-agrícolas, Custo de mão de obra, Produção Industrial, Utilização da capacidade, estoque de empresas e Construção e licenças de casas novas;
 
Alemanha: PIB e IPC;
 
França e Reino Unido: IPC;
 
Zona do Euro: PIB;
 
Japão e China: Produção Industrial, Vendas a varejo.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório sobre o comportamento do mercado na 3ª feira, 13.08.2019, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos                          

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.09 Avalie se convém Investir 20/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 20.09: Ibovespa sobe 0,46% a 104.817. Dólar cai a R$ 4,153 20/09/2019
O MERCADO, 20.09: Ibovespa sobe 0,46% a 104.817. Dólar cai a R$ 4,153
 
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures em 19.09.2019 20/09/2019
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures em 19.09.2019
 
PAPEL E CELULOSE  Análise Setorial do Desempenho na Bolsa - Setembro/2019 20/09/2019
PAPEL E CELULOSE Análise Setorial do Desempenho na Bolsa - Setembro/2019
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.09 Avalie se convém Investir 19/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.09 Avalie se convém Investir
 
LOJAS AMERICANAS e B2W DIGITAL Parceria Ame e Linx - Análise: BB Investimentos 19/09/2019
LOJAS AMERICANAS e B2W DIGITAL Parceria Ame e Linx - Análise: BB Investimentos
 
O MERCADO, 19.09: Ibovespa cai a 104.339 pts. Dólar sobe a R$ 4,162 19/09/2019
O MERCADO, 19.09: Ibovespa cai a 104.339 pts. Dólar sobe a R$ 4,162
 
O MERCADO, 18.09: Ibovespa estável em 104.531 pts. Dólar sobe a R$ 4,103 18/09/2019
O MERCADO, 18.09: Ibovespa estável em 104.531 pts. Dólar sobe a R$ 4,103
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.09 Avalie se convém Investir 17/09/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.09 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 17.09: Ibovespa sobe 0,90% a 104.616 pts. Dólar cai a R$ 4,077 17/09/2019
O MERCADO, 17.09: Ibovespa sobe 0,90% a 104.616 pts. Dólar cai a R$ 4,077
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites