Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

Sexta-Feira, Dia 16 de Agosto de 2019 as 01:08:45



PREVIDÊNCIA NO SENADO - CCJ define Calendário



CCJ do Senado define calendário para votar Previdência
 
Senado vai promover audiências públicas para ouvir categorias
 
A situação de carreiras típicas, como policiais e magistrados, e a inclusão de estados e municípios, ambos pontos não contemplados no texto da reforma da Previdência aprovado pela Câmara dos Deputados, devem ser os principais alvos de conflitos durante a tramitação da matéria no Senado.
 
A avaliação é da presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senadora Simone Tebet (MDB-MS), que falou nesta 5ª feira, 16.08, à imprensa.
 
Para a senadora, está claro que haverá uma pressão muito grande, especialmente sobre o relator da matéria, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), de representantes de categorias que querem um tratamento diferenciado como policiais, auditores da receita, magistrados e membros do Ministério Público.
 
Apesar disso, ela acredita que será um processo tranquilo já que os pontos mais polêmicos, como, por exemplo, os que diziam respeito à aposentadoria rural e ao Benefício de Prestação de Continuada (BPC) já foram excluídos pelos deputados.
 
Para ouvir todas as categorias interessadas, na semana que vem, durante três dias, de 3ª, 20.08, a 5ª feira, 22.08, uma série de audiências públicas serão realizadas para debater a reforma. A primeira delas, na 3ª feira, 20.08, vai ouvir além do secretário especial de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, representantes da Magistratura e do Ministério Público.
 
A ideia é que na 3ª e na 5ª feira, com audiências pela manhã e à tarde, oito convidados sejam ouvidos em cada dia. A 4ª feira foi reservada para os convidados dos partidos de oposição. Somente nesse dia serão feitas quatro mini audiências públicas com especialistas e representantes de centrais sindicais.
 
Calendário na CCJ
 
Simone Tebet lembrou o acordo feito entre os líderes sobre calendário de votação da proposta e garantiu que os prazos de tramitação da reforma da Previdência na CCJ serão cumpridos. Mesmo que seja necessário estender os trabalhos até de noite, acrescentou, a fase de audiências públicas será vencida na semana que vem. A ideia é que imediatamente após essa etapa, já na 6ª feira, dia 23 de agosto, o senador Tasso Jereissati entregue a primeira versão do parecer aos membros da CCJ.
 
A leitura do relatório no colegiado está prevista para o dia 28 de agosto e será seguida por um pedido de vista coletiva regimental pelo prazo de uma semana. Até a leitura, os senadores poderão oferecer sugestões de mudanças no texto. A votação final do parecer na comissão, está marcada para o dia 4 de setembro.
 
Sobre a pressão de alguns parlamentares de partidos de oposição que têm dito que a reforma da Previdência não será votada sem que o chamado pacto federativo avance, Simone disse que para a grande maioria dos senadores uma coisa não está condicionada a outra. “Não existe toma lá dá cá”, ressaltou.
 
Mesmo assim, em um encontro essa semana com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o relator da Previdência, ela disse que houve um aceno do ministro no compromisso pelo pacto. Para tentar acalmar os ânimos de alguns parlamentares, o ministro também é esperado para reunião de líderes da próxima semana.
 
Tributária
 
Por pressão do relator da reforma Tributária no Senado, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), paralelamente à discussão da reforma da Previdência, na 2ª feira, 19.08, a CCJ marcou uma audiência pública para discutir a reforma Tributária.


Fonte: AGENCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
BOLSONARO ataca INMETRO para facilitar Gasolina Batizada, acusa Luis Nassif 23/02/2020
BOLSONARO ataca INMETRO para facilitar Gasolina Batizada, acusa Luis Nassif
 
MOTIM - Ceará registra 88 assassinatos durante Motim dos Policiais 23/02/2020
MOTIM - Ceará registra 88 assassinatos durante Motim dos Policiais
 
PETROBRAS e Sindicatos Petroleiros fazem Acordo e Encerram Greve 22/02/2020
PETROBRAS e Sindicatos Petroleiros fazem Acordo e Encerram Greve
 
KAKAY: 21/02/2020
KAKAY: "Dignidade e fibra de Lula são estímulo à resistência"
 
LULA depõe à Justiça Federal em Brasilia: 20/02/2020
LULA depõe à Justiça Federal em Brasilia: "Má fé e Leviandade na Denúncia do MPF"
 
CEARÁ - Após Força Nacional, Bolsonaro aprova envio das Forças Armadas 20/02/2020
CEARÁ - Após Força Nacional, Bolsonaro aprova envio das Forças Armadas
 
GREVE - Petroleiros decidem suspender greve temporariamente 20/02/2020
GREVE - Petroleiros decidem suspender greve temporariamente
 
RODRIGO MAIA rebate General Heleno sobre Críticas ao Congresso 19/02/2020
RODRIGO MAIA rebate General Heleno sobre Críticas ao Congresso
 
O MERCADO, 19.02: IBOVESPA sobe 1,34% a 116.517 pts DÓLAR sobe a R$ 4,365 19/02/2020
O MERCADO, 19.02: IBOVESPA sobe 1,34% a 116.517 pts DÓLAR sobe a R$ 4,365
 
BOLSONARO desonra a Presidência da República, instituições se apequenam, afirma Miriam Leião 19/02/2020
BOLSONARO desonra a Presidência da República, instituições se apequenam, afirma Miriam Leião
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites