Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Sábado, Dia 31 de Agosto de 2019 as 00:08:26



Carteira Fundamentalista de Ações - Setembro/2019 - BB-BI



Carteira Fundamentalista - Setembro de 2019
 
Viés de queda com volatilidade acentuada. 
 
Descolada temporariamente dos fundamentos, a bolsa deve replicar em setembro a volatilidade de agosto.
 
O quadro internacional continua com pouca visibilidade, seja pelos desdobramentos da guerra comercial entre EUA e China, pela elevação dos riscos de um hard Brexit, à recente crise de confiança política na Argentina.
 
Somado às tensões geopolíticas ao redor do globo, esses eventos corroboram as seguidas revisões negativas do crescimento global.
 
A valorização do dólar que se sucedeu representa o maior risco para as ações no Brasil, dada sua correlação negativa com o Ibovespa. Por outro lado, sob a ótica do investidor estrangeiro, a bolsa volta a ficar mais barata, com upside de ~15% ante o pico de julho, quando o índice atingiu 28.000 pontos em dólar, representando uma oportunidade para o ingresso de capital estrangeiro no Brasil.
 
Internamente, o ambiente continua favorável, ponderada a maior sensibilidade ao cenário externo no curtíssimo prazo. Ao final da temporada de resultados do 2T, avaliamos os números apresentados pelas companhias listadas como positivo em 60% dos casos, neutro para 30% e negativo para os 10% restantes. Seguimos com destaque para as companhias de consumo, que apresentaram crescimento de receitas, mas com ligeiro estreitamento de margens.
 
Nesse contexto, mantemos a pontuação alvo do Ibovespa para final de 2019 em 110 mil pontos, um upside de 7% sobre o fechamento de agosto. Nos próximos meses, divulgaremos nosso novo alvo para o índice em 2020. 
 
Mantemos os papéis do Banco Bradesco, BRF, Localiza, Natura, Pão de Açúcar, Petrobras e Usiminas. Entram Alupar, Iochpe-Maxion e Suzano no lugar de Taesa, ABC Brasil e B2W.
 
Confira no anexo a integra do estudo preparado pelo especialistas integrantes do BB Investimentos, VICTOR PENNA, CNPI, Gerente de Pesquisa, Análise de Empresas, e WESLEY BERNABÉ, CFA, Gerente de Pesquisa, Estratégia Macro e Renda Fixa.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: VICTOR PENNA, CNPI, e WESLEY BERNABÉ, CFA, integrantes do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
MVR - Resultado no 3º trimestre/2019: Mudança de Direção 13/11/2019
MVR - Resultado no 3º trimestre/2019: Mudança de Direção
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 13.11 Avalie se convém Investir 13/11/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 13.11 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 13.11: Ibovespa cai com ruídos entre EUA e China. Dólar sobe R$ 4,185 13/11/2019
O MERCADO, 13.11: Ibovespa cai com ruídos entre EUA e China. Dólar sobe R$ 4,185
 
EMBRAER - Resultado no 3º trimestre de 2019: NEUTRO 13/11/2019
EMBRAER - Resultado no 3º trimestre de 2019: NEUTRO
 
O MERCADO, 12.11: Ibovespa cai 1,49% a 106.751 pts. Dólar sobe a R$ 4,116 13/11/2019
O MERCADO, 12.11: Ibovespa cai 1,49% a 106.751 pts. Dólar sobe a R$ 4,116
 
O MERCADO, 11.11: Ibovespa sobe 0,69% a 108.367 pts. Dólar cai a R$ 4,142 12/11/2019
O MERCADO, 11.11: Ibovespa sobe 0,69% a 108.367 pts. Dólar cai a R$ 4,142
 
SANTANDER BRASIL  Resultados no 3º trimestre/2019: NEGATIVOS 09/11/2019
SANTANDER BRASIL Resultados no 3º trimestre/2019: NEGATIVOS
 
BRF  Resutados no 3º trimestre de 2019: POSITIVOS 09/11/2019
BRF Resutados no 3º trimestre de 2019: POSITIVOS
 
O MERCADO, 07.11: Ibovespa sobe 1,13% a 109.580 pts. Dólar a R$ 4,0920 (+0,24%) 08/11/2019
O MERCADO, 07.11: Ibovespa sobe 1,13% a 109.580 pts. Dólar a R$ 4,0920 (+0,24%)
 
O MERCADO, 06.11: Ibovespa  estável em 108.719. Dólar cai a R$ 3,993 06/11/2019
O MERCADO, 06.11: Ibovespa estável em 108.719. Dólar cai a R$ 3,993
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites