Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Justiça

Sexta-Feira, Dia 01 de Novembro de 2019 as 21:11:20



CONDOMÍNIO DO BOLSONARO - Porteiro vai levando a Culpa



 
A promotora Simone Sibílio, coordenadora do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), disse em 30.10, que o porteiro do Condomínio Vivendas da Barra mentiu sobre ter ligado, a pedido de Élcio Queiroz, suspeito da morte da vereadora Marielle Franco, para a casa da família do presidente Jair Bolsonaro. A afirmação ocorreu durante entrevista à imprensa, na sede do MP, na tarde de 30.10.
 
Segundo ela, o sistema de gravação de ligações do interfone do condomínio comprova que, em 14 de março de 2018, dia do assassinato de Marielle, o porteiro, a pedido de Élcio, ligou para Ronnie Lessa, também acusado do crime, e não para a casa de Bolsonaro, como chegou a ser escrito à mão em uma suposta planilha de entrada.
 
“Por que o porteiro lançou o número 58 [casa de Bolsonaro]? Pode ser por vários motivos, que serão apurados. O fato é que as ligações comprovam que Ronnie Lessa é quem autoriza e que Élcio vai para a casa de Ronnie Lessa. [O porteiro] mentiu. Isto está comprovado com a prova técnica. O porteiro foi ouvido duas vezes”,
 
disse Simone Sibílio. As informações sobre o depoimento do porteiro foram divulgadas em reportagem do Jornal Nacional, da TV Globo, na noite de 29.10. 
 
De acordo com a promotora, o porteiro, que ainda não teve o nome revelado, poderá responder por crime de falso testemunho. Porém, ela não quis responder se o funcionário, com a prova técnica da gravação que contraria seu depoimento inicial, poderia passar da condição de testemunha para a de acusado no inquérito.
 
“Por que o porteiro deu este depoimento, se ele se equivocou, se ele esqueceu, se mentiu, qualquer coisa pode ter acontecido. Então ele pode esclarecer novamente. Por que ele deu este depoimento, evidentemente isso será checado. Mas o que importa é que quem autoriza a entrada é o Ronnie Lessa. É o executor do crime autorizando o outro executor. Eles se encontram ali e partem para a empreitada criminosa para matar Marielle Franco e Anderson Gomes”,
 
complementou Simone Sibílio.
 
Na manhã de hoje, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que abra um inquérito para apurar “todas as circunstâncias” da citação do nome do presidente Jair Bolsonaro nas investigações.
 
Na entrevista, a promotora Simone Sibílio contou que, devido ao fato de o nome do presidente Bolsonaro ter sido citado durante a investigação, ela esteve com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, a quem entregou o depoimento do porteiro. Ela disse que Augusto Aras também tomou ciência do conteúdo.
 
“Esse encontro [com o presidente do STF] foi protocolar. Nós fomos enviar o depoimento em que era citada uma autoridade com foro com prerrogativa de função. [O PGR] também tomou ciência. A partir daí a questão já está posta no STF. Ainda não há distribuição. O importante a ressaltar é que essa questão já foi levada ao STF”,
 
reforçou a promotora.
 
Também participaram da entrevista as promotoras Letícia Emile Petriz e Carmen Bastos de Carvalho. De acordo com as promotoras, a planilha eletrônica de acesso ao condomínio, bem como as gravações de áudio, foram periciadas e não foram encontraram irregularidades técnicas nas provas.
 
A vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes foram assassinados a tiros em 14 de março do ano passado. Os disparos foram efeituados de um carro contra o veículo em que os dois se encontravam, em meio ao trânsito, na região central do Rio de Janeiro.


Fonte: AGENCIA BRASIL. Chamada de Capa da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
TRF4 confirma condenação de LULA no processo do Sítio de Atibaia 27/11/2019
TRF4 confirma condenação de LULA no processo do Sítio de Atibaia
 
STF Ministro FUX libera para julgamento o processo contra DALAGNOL no CNMP 19/11/2019
STF Ministro FUX libera para julgamento o processo contra DALAGNOL no CNMP
 
MP - Decisão de Toffoli sobre Dados Financeiros suspende 935 ações 18/11/2019
MP - Decisão de Toffoli sobre Dados Financeiros suspende 935 ações
 
STF derruba a Prisão após 2ª Instância com votação de 6 x 5 07/11/2019
STF derruba a Prisão após 2ª Instância com votação de 6 x 5
 
CONDOMÍNIO DO BOLSONARO - Porteiro vai levando a Culpa 30/10/2019
CONDOMÍNIO DO BOLSONARO - Porteiro vai levando a Culpa
 
GILMAR MENDES manda soltar GAROTINHO e ROSINHA 31/10/2019
GILMAR MENDES manda soltar GAROTINHO e ROSINHA
 
PROCURADORA do DF pede Absolvição de LULA  e DILMA 18/10/2019
PROCURADORA do DF pede Absolvição de LULA e DILMA
 
TRF2 permite a TEMER  sair do Brasil para palestra na Inglaterra 10/10/2019
TRF2 permite a TEMER sair do Brasil para palestra na Inglaterra
 
FACHIN manda soltar ex-gerente da Petrobras preso na Lava Jato 03/10/2019
FACHIN manda soltar ex-gerente da Petrobras preso na Lava Jato
 
GILMAR MENDES chama Moro e Procuradores de 02/10/2019
GILMAR MENDES chama Moro e Procuradores de "Gangsters a conduzir investigações"
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites