Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

01 de Novembro de 2019 as 23:11:57



DIRECIONAL Resultados no 3º trimestre/2019: Positivos, novamente.



DIRECIONAL -  Resultado no 3ª trimestre/2019
 
Novamente, resultados positivos
 
A Direcional apresentou resultados positivos no 3T19. A companhia continua em direção à retomada da rentabilidade como resultado da implementação bem-sucedida de sua estratégia, a qual consiste na concentração do crescimento nas faixas 2 e 3 do Programa MCMV.
 
E, apesar da redução no volume contratado com recursos do FGTS em 2019, a Direcional continua crescendo e ganhando participação no Programa MCMV.
 
Destacamos a geração de caixa do trimestre de R$ 43 milhões, o que reflete a superação ante a interrupção nos repasses durante os meses de agosto e setembro.
 
Destaques operacionais
 
A Direcional encerrou o terceiro trimestre de 2019 com queda nos lançamentos e nas vendas. A companhia lançou oito projetos nesse trimestre, todos no programa MCMV. Assim, o VGV lançado totalizou R$ 397,6 milhões no 3T19, diminuido 6,0% a/a.
 
As vendas líquidas somaram R$ 285,6 milhões, um recuo de 4,3% a/a, justificado pelas interrupções no repasse dos clientes no decorrer do ano, assim como para os distratos, que apesar da queda (-35,3% a/a), totalizaram R$ 71,6 milhões.
 
Quanto aos repasses, estes se dividiram entre MCMV (70%) e SFH + outros (30%), aumentando 10,8% a/a, para R$ 340,4 milhões.
 
Quanto aos estoques, a estrutura melhorou: houve redução das unidades concluídas como percentual do estoque total (de 20,7% no 3T18 para 14,4% no 3T19) e aumento de unidades lançadas tanto no ano corrente quanto no ano anterior para 84% (ante 71% no 3T18).
 
A Direcional informou ainda que nove terrenos foram adquiridos no trimestre, focados em projetos das faixas 2 e 3 do MCMV.
 
Desempenho econômico-financeiro.
 
A receita líquida foi de R$ 367,2 milhões, 18,5% superior a/a, impulsionada pelo melhor desempenho dos segmentos MCMV 2 e 3 e MAC. MCMV 2 e 3 atingiu 79% da receita bruta neste trimestre, ante 76% um ano atrás.A margem bruta, também beneficiada pela melhora das margens em ambos os segmentos, atingiu 33,4% (+5,5 p.p. a/a).
 
Em relação às despesas VG&A, o aumento das despesas com vendas (+10,4% a/a, alcançando 7,4% da receita líquida, ante 8,0% no 3T18) e G&A (+42,0% a/a, alcançando 13,4% da receita líquida ante 9,0% no 3T18), mais uma vez, foi diluído pelo aumento da receita líquida.
 
Dessa forma, a margem EBITDA cresceu 5,4 p.p. a/a e atingiu 15,5% no 3T19, contribuindo para o lucro líquido (R$ +26,0 milhões, ante R$ -83,8 milhões no 3T18). Por fim, destacamos a redução da alavancagem da companhia para 4,4%, uma queda de -3,2 p.p. t/t e -0,8 p.p. a/a.
 
Conclusões.
 
O resultado da Direcional no 3T19 foi positivo, em nossa opinião. A companhia continua focada nos segmentos MCMV 2 e 3, apresentando melhorias em seus indicadores operacionais, além de aumentar as receitas e as margens.
 
Não podemos deixar de mencionar que a melhora contínua dos fundamentos macroeconômicos beneficiou setor, resultando em taxas de juros mais baixas, que atingiram patamares mínimos históricos, menores até que as taxas atuais da Faixa 3 do MCMV. Dessa forma, esperamos que companhia aumente o volume de lançamentos para atender os clientes fora do programa MCMV.
 
Por fim ,considerando o nosso preço-alvo 20E para DIRR3 de R$ 15,70, mantemos a recomendação de Outperform. DIRR3 está negociando a 7,6x EV/EBITDA 19E, abaixo de sua média histórica de 10,1x.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório sobre o desempenho da DIRECIONAL no 3º trimestre/2019, elaborado por Kamila Oliveira, Analista do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: Kamila Oliveira Analista, do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175 23/01/2020
O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175
 
O MERCADO, 21.01: IBOVESPA cai 1,54% a 117.026 pts DÓLAR sobe a R$ 4,205 22/01/2020
O MERCADO, 21.01: IBOVESPA cai 1,54% a 117.026 pts DÓLAR sobe a R$ 4,205
 
DÓLAR fecha no maior valor do ano: R$ 4,206 22/01/2020
DÓLAR fecha no maior valor do ano: R$ 4,206
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir 21/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir
 
MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020 18/01/2020
MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir 18/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir
 
RENDA FIXA - O Mercado Secundário de Debêntures sob Ótíca do Retorno em 17.01.2010 18/01/2020
RENDA FIXA - O Mercado Secundário de Debêntures sob Ótíca do Retorno em 17.01.2010
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 16.01 Avalie se convém Investir 16/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 16.01 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 14.01: IBOVESPA sobe 0,26% a 117.632 pts. DÓLAR caiu 0,29% a R$ 4,129 14/01/2020
O MERCADO, 14.01: IBOVESPA sobe 0,26% a 117.632 pts. DÓLAR caiu 0,29% a R$ 4,129
 
O MERCADO, 15.01: IBOVESPA cai 1,04% a 116.414 pts. DÓLAR sobe 1,31% a R$ R$ 4,183 15/01/2020
O MERCADO, 15.01: IBOVESPA cai 1,04% a 116.414 pts. DÓLAR sobe 1,31% a R$ R$ 4,183
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites