Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia

Segunda-Feira, Dia 26 de Novembro de 2012 as 17:11:23


SALÁRIO MÍNIMO - Novo valor a partir de Janeiro/2013, R$ 674,95



 

Mínimo passa a valer R$ 674,95, a partir de Janeiro/2013
 
Reajuste de 8,51% em relação ao valor atual, R$4,00 acima da previsão antes divulgada
 
O projeto de Orçamento elaborado pelo Ministério do Planejamento, que está em tramitação no Congresso, estabelece que o salário mínimo a partir de janeiro/2013 será de R$ 674,95.
 
O valor supera em pouco mais de R$ 4,00 a previsão inicial do governo.
 
Assim, os técnicos da Câmara e do Senado estabelecem em 8,51% o reajuste do mínimo, o que implicará um impacto de 1,2 bilhões a mais do que o planejado nos cofres da Previdência Social.
 
O aumento é resultado da expectativa de inflação para 2012 – 5,2% contra os 4,5 % esperados – somada à variação do Produto Interno Bruto (PIB) de 2011. O método para o cálculo foi estabelecido em comum acordo entre governo e centrais sindicais e valerá até 2023.


Fonte: ZLOTI e Correio Brasiliense





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
PAGAMENTO DE COMPRAS por meio de smartphones chega ao Brasil 28/03/2015
PAGAMENTO DE COMPRAS por meio de smartphones chega ao Brasil
 
28/03/2015
ECONOMIA dá sinais de recuperação pelas exportações, segundo Levy
 
ENERGIA SOLAR - Geração em reservatórios de hidrelétricas inicia em 120 dias 28/03/2015
ENERGIA SOLAR - Geração em reservatórios de hidrelétricas inicia em 120 dias
 
ENERGIA - Sobe 48%  o custo médio da energia para indústria 28/03/2015
ENERGIA - Sobe 48% o custo médio da energia para indústria
 
PETROBRÁS - Presidente da Vale assumirá presidência do Conselho de Administração 27/03/2015
PETROBRÁS - Presidente da Vale assumirá presidência do Conselho de Administração
 
INVESTIMENTOS estão aquém das necessidades do País, afirma presidente do COFECON 27/03/2015
INVESTIMENTOS estão aquém das necessidades do País, afirma presidente do COFECON
 
BNDES - Crédito mais caro: TJLP sobe para 6,0% ao ano 27/03/2015
BNDES - Crédito mais caro: TJLP sobe para 6,0% ao ano
 
CADE aprova compra da GVT pela Telefônica 25/03/2015
CADE aprova compra da GVT pela Telefônica
 
25/03/2015
DINHEIRO NO CAMPO - Faturamento da produção agropecuária crescerá 2% em 2015
 
25/03/2015
ORÇAMENTO - Dilma reúne ministros para definir cortes
 
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009