Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quinta-Feira, Dia 12 de Dezembro de 2019 as 01:12:27



O MERCADO, 11.12: IBOVESPA sobe 0,26% a 110.963 pts. DÓLAR sobe R$ 4,118



Diário do Mercado na 4ª feira, 11.12.2019
 
Ibovespa sobe junto com Nova York, em dia de taxas de juros
 
Comentário.
 
No dia, o foco dos agentes esteve voltado para as decisões de políticas monetárias do Fomc nos EUA, às 16h, e do Copom no Brasil (pouco depois das 18h, com mercados domésticos fechados). Assim, o índice brasileiro terminou seguindo a tendência positiva das bolsas de Nova York e fechou com pequena elevação.
 
O Fed deixou a taxa de juros norte-americana no intervalo entre 1,50% e 1,75% - que era consenso - e seu comunicado denotou que a maioria de seus membros espera agora que a taxa assim permaneça ao longo do próximo ano. Também, divulgou que ainda projeta crescimento de +2,2% para 2019 e de +2,0% para 2020, bem como o PCE (núcleo – inflação monitorada) cedeu a +1,6% neste ano (+1,8% antes), sendo mantido em +1,9% para 2020.
 
O Banco Central do Brasil cortou a taxa básica de juros (Selic) em 50 p.p. para o novo piso histórico de 4,50% a.a. e em seu comunicado não referendou nova redução na reunião marcada para 5 de fevereiro de 2020, mas, também não “fechou a porta” para que possa ocorrer outra diminuição.
 
No início da noite, a notícia auspiciosa adveio da agência internacional de rating S&P, que manteve a classificação soberana do Brasil em BB- (não grau de investimento), mas passou sua perspectiva de estável para positiva, indicando que as reformas consumadas e propostas foram essenciais e que o País está na direção do equilíbrio fiscal.
 
No Brasil, o dólar comercial fechou cotado a R$ 4,1180 (-0,72%). Os juros futuros curtos encerraram em baixa, os intermediários em alta ou estáveis e o longos caíram. 
 
Ibovespa.
 
O índice abriu ascendente e oscilou ao redor dos 111 mil pts (+0,30%) até pouco antes da primeira hora da tarde. Depois, arrefeceu um pouco, mas sempre se manteve acima dos 110.500 pts, tornando a melhorar após às 16h30min.
 
O Ibovespa fechou aos 110.963 pts (+0,26%), acumulando -0,15% na semana, +2,52% no mês, +26,26% no ano e +28,40% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 19,3 bilhões, sendo R$ 17,8 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na B3
 
No dia 9 de dezembro (último dado disponível), a Bovespa teve retirada líquida de -R$ 201,253 milhões de capital estrangeiro, contabilizando saldo negativo de -R$ 1,418 bilhão no mês. Em 2019, a retirada líquida passou a -R$ 40,673 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, as vendas a varejo estritas variaram +0,1% em outubro (+0,8% em setembro) – positivas pelo sexto mês consecutivo – bem como +4,2% sobre outubro de 2018, passando a acumular +1,6% no ano e +1,8% em 12 meses.
 
Já as vendas no comércio varejista ampliado (inclui automóveis e material de construção) oscilaram +0,8% em outubro (+1,0% em setembro) – alta pelo oitavo  mês seguido – e 5,6% sobre outubro de 2018, passando a acumular +3,8% no ano e +3,8% em 12 meses.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) recuou com a perspectiva do Fed de manutenção dos juros nos EUA ao longo do próximo ano, além do discurso considerado brando do presidente do órgão.
 
A moeda findou cotada a R$ 4,1180 (+0,46%),  acumulando -0,68% na semana, -2,88% no mês, +6,27% no ano e +5,24% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil 5 anos cedeu para 110 pts versus em 114 pts da véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros curtos fecharam em baixa, os médios subiram ou estáveis e o longos caíram, enquanto os investidores esperam pela decisão do Copom e seu comunicado.
 
Em relação ao pregão anterior, assim fecharam os contratos:
 
DI janeiro/2020 em 4,49% de 4,51%;
DI janeiro/2021 em 4,62%;
DI janeiro/2022 em 5,22% de  5,21%;
DI janeiro/2023 em 5,73% de 5,72%;
DI janeiro/2025 em 6,35% de 6,34%;
DI janeiro/2027 em 6,71% de 6,70%.
 
Agenda.
 
Brasil: Volume do setor de serviços, Índice de atividade econômica;
 
EUA: Vendas no varejo; zona do euro: BCE - decisão de juros;
 
China: Prod. industrial; Vendas no varejo.
 
Confira no anexo a integra do relatório preparado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir 25/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 24.01: IBOVESPA cai 0,96% a 118.376 pts DÓLAR sobe a R$ 4,184 25/01/2020
O MERCADO, 24.01: IBOVESPA cai 0,96% a 118.376 pts DÓLAR sobe a R$ 4,184
 
O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175 23/01/2020
O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175
 
O MERCADO, 21.01: IBOVESPA cai 1,54% a 117.026 pts DÓLAR sobe a R$ 4,205 22/01/2020
O MERCADO, 21.01: IBOVESPA cai 1,54% a 117.026 pts DÓLAR sobe a R$ 4,205
 
DÓLAR fecha no maior valor do ano: R$ 4,206 22/01/2020
DÓLAR fecha no maior valor do ano: R$ 4,206
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir 21/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir
 
MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020 18/01/2020
MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir 18/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir
 
RENDA FIXA - O Mercado Secundário de Debêntures sob Ótíca do Retorno em 17.01.2010 18/01/2020
RENDA FIXA - O Mercado Secundário de Debêntures sob Ótíca do Retorno em 17.01.2010
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 16.01 Avalie se convém Investir 16/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 16.01 Avalie se convém Investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites