Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

04 de Janeiro de 2020 as 19:01:13



SOLEIMANI - "O Mais Bem-Sucedido Militar no Combate ao Terrorismo", afirma analista político norte-americano


Kelvin Barret, analista político e escritor norte-americano
 
Soleimani, o mais bem-sucedido militar do mundo no campo do Anti- Terror
 
Kelvin Barret é um celebrado analista político e escritor norte-americano. Ele descreveu o major-general Qassem Soleimani, comandante da Força Quds no Irã, como a "figura militar mais bem-sucedida do mundo" no campo do antiterrorismo.
 
Kelvin Barret concedeu uma entrevista à agência de notícias Tasnim News Agency, em 05.10.2019, que agora a Redação JF traduz e traz ao público brasileiro, para que conheça a importante personagem assassinada pelo governo dos EUA. Confira a seguir a íntegra do texto da matéria da Tasnim News.
 
“O major-general Qassem Soleimani é a figura militar mais bem-sucedida do mundo no campo do antiterrorismo ... A luta do general Soleimani contra o Daesh é uma luta sincera - ao contrário da guerra ambivalente dos EUA contra o Daesh, que incluiu apoio secreto aos mesmos terroristas contra quem luta, afirmou Kevin Barret, de Madison, à Tasnim News Agency.
 
* DAESH, ISIS ou Estado Islâmico (EI) são designações de um mesmo grupo terrorista
 
Segue o texto completo da entrevista.
 
• Tasnim News: Como você vê o papel do general Qassem Soleimani, comandante da Força Quds do IRGC, no combate a grupos terroristas, particularmente Daesh, no Iraque e na Síria nos últimos anos?
 
• Kelvin Barret: o major-general Qassem Soleimani é a figura militar mais bem-sucedida do mundo no campo do antiterrorismo. Na expressão "terrorismo" os civis são definidos como alvo intencional. O Daesh é, sem dúvida, uma organização terrorista, pois visa intencionalmente [atingir] civis com base em sua etnia ou religião. E o faz de maneira tão bárbara que muitos se perguntam se parte de sua verdadeira missão é fazer o Islã parecer ruim aos olhos da opinião pública global.
 
• A luta do general Soleimani contra o Daesh é uma luta sincera - ao contrário da guerra ambivalente dos EUA contra o Daesh, que incluiu apoio secreto a  esses mesmos terroristas que os EUA combatem.
 
• O general Soleimani, diferentemente dos americanos e russos, liderou forças nativas da região. Suas forças estão genuinamente comprometidas em derrotar o Daesh. Eles não estão ali apenas por um salário; considerando que algumas das forças anti-Daesh sob o comando dos EUA, para não mencionar os próprios americanos, são meros mercenários, dos quais John Cale disse uma vez: “Os mercenários são inúteis, desunidos, com nada para mantê-los na batalha, exceto um salário escasso, o que é suficiente para fazê-los querer matar por você, mas não o suficiente para fazê-los querer morrer por você.” 
 
• O general Soleimani e suas tropas, diferentemente dos mercenários (incluindo mercenários do Daesh que recebem cheques de pagamento sauditas), estão dispostos a colocar suas vidas em risco. Como o Ansarullah no Iêmen, as forças do general Soleimani lutaram com bravura e habilidade contra mercenários contratados por tiranos.
 
• Tasnim News. A guerra de 33 dias lançada por Israel em 2006, também conhecida como Guerra de Julho, ocorreu no Líbano, partes do norte da Palestina Ocupada e nas Colinas de Golã. Quanto você acha que o general Soleimani tem sido eficaz no fortalecimento do eixo de resistência e no confronto com as conspirações norte-americanas e israelenses na região?
 
• Kelvin Barret: o general Soleimani deu recentemente uma entrevista rara na qual discutiu seu papel na guerra de 33 dias. Fontes ocidentais admitiram há muito tempo que a liderança do general Soleimani foi um fator crucial na humilhação dos sionistas pelo Hezbollah em 2006. Mas só agora o mundo soube que o general Soleimani passou praticamente toda a guerra no Líbano, lado a lado com o líder do Hezbollah, Syed Hassan Nasrallah e o comandante Imad Moughnieh, que mais tarde foram martirizados em 2008.
 
• As notáveis realizações do general Soleimani (e sua coragem em lutar contra o inimigo sionista em seu próprio quintal) destacam a sabedoria da política regional do Irã, que envolve oferecer apoio a grupos independentes e de princípios comprometidos em resistir ao sionismo e ao imperialismo. Essa abordagem contrasta fortemente com a abordagem americana de construção de alianças, que busca egoístas ambiciosos e sem princípios que estão dispostos a vender seus países por um punhado de dólares americanos. Essas vendas se tornam "amigos e aliados" dos EUA. Mas, como são basicamente egoístas e corruptos, não são aliados muito eficazes. Eles não são corajosos na batalha. Nem são muito amados pelas pessoas de seus próprios países.
 
No momento, o mundo ocidental está se perguntando como a Arábia Saudita, com seu orçamento militar de US $ 67 bilhões, pode estar perdendo para as forças de Ansarullah de baixo orçamento. A resposta é que as forças sauditas são corruptas de cima para baixo. Eles estão na cama com o sionismo e o imperialismo, e não têm liderança verdadeira, princípios ou causa real, exceto seus próprios bolsos.
 
O general Soleimani lidera forças muçulmanas fiéis comprometidas com a verdade e a justiça. O Eixo da Resistência luta por uma causa justa: expulsar as forças do sionismo e do imperialismo do Oriente muçulmano. Esta é uma causa que a grande maioria da população da região, no coração de seus corações, apóia fortemente. É por isso que o Eixo da Resistência, com seu orçamento militar relativamente pequeno, pode empreender com êxito uma luta entre Davi e Golias e derrotar as entidades mais ricas e poderosas do mundo.
 
• Tasnim News: A mobilização de forças voluntárias na Síria, Iraque, Paquistão e Líbano pelo General desempenhou um papel fundamental na derrota das potências hegemônicas e seus esquemas. O que você acha?
 
• Kelvin Barret: o general Soleimani é capaz de mobilizar forças voluntárias, não apenas devido ao grande respeito em que é mantido (mesmo por seus inimigos), mas porque ele é conhecido por estar lutando por uma causa justa. Ninguém será voluntário para lutar por um tirano ! Mas muitos se voluntariam para lutar contra a tirania e a agressão, especialmente quando convocados por um líder tão habilidoso e carismático como o general Soleimani.
 
• A cobertura mainstream americana da luta contra o Daesh no Iraque e na Síria admite o papel principal desempenhado por essas forças voluntárias na derrota do Daesh, ao mesmo tempo em que lança essas forças voluntárias como um problema para os EUA. Esse é um daqueles casos raros em que a mídia convencional está basicamente certa.
 
• Americanos e sionistas usaram a bandeira falsa de 11 de setembro de 2001 para tentar refazer a região em seus interesses. Agora eles estão enfrentando uma derrota, graças à resistência do povo da região em geral e à liderança do Eixo da Resistência, incluindo o general Soleimani, em particular.
 
• Como cidadão americano, acredito que meu governo deve encarar a realidade da situação e mudar radicalmente sua política, adotando ou pelo menos trabalhando com forças independentes de princípios e desistindo do sionismo e das monarquias tirânicas (persas) do Golfo.
 
• Essa mudança de política se alinharia aos interesses reais da América. Mas isso provavelmente não acontecerá até que o domínio sionista dos EUA termine.
 


Fonte: TASNIM NEWS AGENCY. Tradução e apresentação: Redação JF.

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
CEPAL Desigualdade de Gênero, Impeditivo ao Desenvolvimento Sustentável 28/01/2020
CEPAL Desigualdade de Gênero, Impeditivo ao Desenvolvimento Sustentável
 
IRÃ oferece conciliação. TRUMP não aceita e exclui o fim de sanções 27/01/2020
IRÃ oferece conciliação. TRUMP não aceita e exclui o fim de sanções
 
ÍNDIA E BRASIL- Acordos em Tecnologia, Energia e Segurança 25/01/2020
ÍNDIA E BRASIL- Acordos em Tecnologia, Energia e Segurança
 
BRASIL ocupa 4º lugar como destino de Investimentos Externos, diz UNCTAD 20/01/2020
BRASIL ocupa 4º lugar como destino de Investimentos Externos, diz UNCTAD
 
BRICS 2020 Os Destaques na visão do diretor do IPEA, no Forum Econômico de Gaidar 20/01/2020
BRICS 2020 Os Destaques na visão do diretor do IPEA, no Forum Econômico de Gaidar
 
DESIGUALDADE Bilionários do mundo têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas 20/01/2020
DESIGUALDADE Bilionários do mundo têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas
 
ARQUITETOS DA TORTURA DA CIA depõem à Justiça dos EUA sobre o 20/01/2020
ARQUITETOS DA TORTURA DA CIA depõem à Justiça dos EUA sobre o "09/11"
 
HONG KONG  Novos Protestos e Manifestações neste domingo 19/01/2020
HONG KONG Novos Protestos e Manifestações neste domingo
 
PARAGUAI - Fuga de presos brasileiros vinculados ao PCC neste domingo 19/01/2020
PARAGUAI - Fuga de presos brasileiros vinculados ao PCC neste domingo
 
FMI: 18/01/2020
FMI: "Economia Global, Risco de Recair na Grande Depressão"
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites