Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quarta-Feira, Dia 08 de Janeiro de 2020 as 23:12:14



O MERCADO, 07.01: IBOVESPA cai 0,18% a 116.661 pts, DÓLAR estável em R$ 4,064



Diário do Mercado na 3ª feira, 07.01.2020
 
Cautela global se reflete em variações modestas nos mercados domésticos  
 
Comentário.
 
O quadro de cautela persiste, no aguardo de possíveis retaliações do Irã, mas, no dia de hoje, a apreensão global se traduziu em certo enfraquecimento dos movimentos de venda, cedendo lugar a um ligeiro abrandamento da volatilidade.
 
Em outras palavras, as incertezas iniciais, que se traduziram em rápida desvalorização de ativos, assumem, neste momento, uma outra manifestação de cautela, sob a forma de dúvida por parte dos agentes, refletidas em menores variações nos principais mercados.
 
Dessa forma, não apenas os juros longos dos títulos do Tesouro norte-americano recuaram, em sinal de menor busca por proteção, mas também o índice VIX, de volatilidade global, apresentou sensível abrandamento.
 
Como resultado, Ibovespa, juros futuros DI e câmbio fecharam o dia com variações modestas, na espera de informações capazes de motivar novos posicionamentos.
 
Ibovespa.
 
O índice abriu a sessão em queda, mas recuperou grande parte das perdas a partir do meio da tarde, encerrando o pregão com variação negativa, aos 116.661 pontos (-0,18%), acumulando +4,98% em um mês e +27,22% em 12 meses.
 
Entre as altas, destacam-se Azul, após reportar aumento de demanda, capacidade e taxa de ocupação em dezembro, e os frigoríficos, seguindo o anúncio do aumento da peste suína no mundo e o recorde de exportações apurado em 2019.
 
B3 também se valorizou, em face da expectativa de maiores volumes, que podem acompanhar uma próxima IPO. Em queda, as ações do segmento de saúde refletem dúvidas quanto à atuação do regulador e os bancos acompanham a aversão global ao risco. Petrobras recuou, no aguardo de definições sobre o preço da gasolina.
 
O giro financeiro preliminar da Bovespa totalizou R$ 20,0 bilhões.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 3 de janeiro (último dado disponível), a Bovespa registrou entrada líquida de capital estrangeiro no total de R$ 862,402 milhões. Em dois dias de pregão, o fluxo líquido de estrangeiros em 2020 se encontra positivo em R$ 453,178 milhões.
 
Em 2019, a saída líquida total atingiu R$ -44,517 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IPC Fipe semanal registrou 1,14% em dezembro e o mensal, 0,94%, ambos abaixo das estimativas de mercado (em 1,31% e 1,18% respectivamente). Ao longo de 2019, o IPC Fipe acumulou 4,40%. Dos 7 componentes do índice, 5 se elevaram com mais força, especialmente alimentação (2,96%) e transportes (0,69%).
 
A Anfavea divulgou os dados de dezembro, reportando uma produção total de veículos em 170.501 unidades (representando queda de 3,9%, em relação a igual período do ano anterior), compreendendo automóveis, veículos comerciais leves, caminhões e ônibus. Também em dezembro, foram comercializados 262.558 veículos no mercado interno (em alta de 12% frente ao mesmo período em 2018) e exportadas 28.998 unidades (em baixa de 8,5%, na mesma comparação com 2018). No acumulado do ano de 2019, porém, houve crescimento de 2,3% na produção de veículos, totalizando 2,94 milhões de unidades, no maior volume anual, desde 2014.
 
Nos EUA, o índice de atividade do setor de serviços, do instituto ISM, subiu para 55,0 em dezembro, acima das expectativas (54,5) e do dado anterior (53,9); enquanto o déficit da balança comercial se reduziu para US$ 43,1 bilhões em novembro (contra US$ 47,2 bilhões), no menor nível em 3 anos.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) fechou com inexpressiva valorização frente ao real, após abrir em alta e recuar, no meio da tarde. A moeda encerrou cotada a R$ 4,0640 (+0,05%), acumulando -1,98% em um mês e +8,84% em 12 meses.
 
Risco-País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil de 5 anos, mais uma vez, se manteve estável em 99 pontos.
 
Juros.
 
Os juros futuros recuaram com pequena variação em praticamente toda a extensão, exceto nos dois últimos vencimentos, que apresentaram pequena alta, com volume expressivo. Os dados do IPC Fipe contribuíram para amenizar a expectativa inflacionária, no entendimento dos agentes.
 
Em relação ao pregão anterior, assim fecharam:
 
DI janeiro/2021 em 4,48% de 4,53%;
DI janeiro/2022 em 5,22% de 5,29%;
DI janeiro/2023 em 5,76% de 5,84%;
DI janeiro/2025 em 6,43% de 6,49%;
DI janeiro/2027 em 6,77% de 6,82%.
 
Agenda.
 
Brasil:, IPC-S, IGP-DI, prévia do IGP-M, IPCA, Produção Industrial, volume do setor de serviços, índice de atividade IBC-Br.
 
EUA: pedidos de fábrica, dados do emprego pela ADP.
 
China: índices IPP e IPC, PIB;
 
Alemanha: IPC, PIB, Pesquisa do instituto ZEW.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado financeiro na 3ª feira, 07.01.2020, elaborado por RENATO ODO, CNPI-P, e HENRIQUE TOMAZ DE AQUINO, CFEA, ambos integrantes do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO ODO, CNPI-P, e HENRIQUE TOMAZ DE AQUINO, CFEA, ambos integrantes do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 27.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir 27/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 27.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 27.01: IBOVESPA caiu 3,29% a 114.481 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,209 27/01/2020
O MERCADO, 27.01: IBOVESPA caiu 3,29% a 114.481 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,209
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir 25/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 24.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 24.01: IBOVESPA cai 0,96% a 118.376 pts DÓLAR sobe a R$ 4,184 25/01/2020
O MERCADO, 24.01: IBOVESPA cai 0,96% a 118.376 pts DÓLAR sobe a R$ 4,184
 
O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175 23/01/2020
O MERCADO, 22.01: IBOVESPA sobe 1,17% a 118.391 pts, DÓLAR cai a R$ 4,175
 
O MERCADO, 21.01: IBOVESPA cai 1,54% a 117.026 pts DÓLAR sobe a R$ 4,205 22/01/2020
O MERCADO, 21.01: IBOVESPA cai 1,54% a 117.026 pts DÓLAR sobe a R$ 4,205
 
DÓLAR fecha no maior valor do ano: R$ 4,206 22/01/2020
DÓLAR fecha no maior valor do ano: R$ 4,206
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir 21/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.01, 2ª feira. Avalie se convém Investir
 
MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020 18/01/2020
MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir 18/01/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.01, 6ª feira. Avalie se convém Investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites