Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

Segunda-Feira, Dia 13 de Janeiro de 2020 as 13:01:28



ASSANGE em audiência sobre extradição aos EUA na corte de Londres



Assange se apresenta à corte em Londres para audiência sobre extradição aos EUA
 
O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, se apresentou a uma corte na capital do Reino Unido, Londres, para início das audiências sobre sua extradição aos EUA.
 
Julian Assange, vestindo um terno e camisa cinza, compareceu à audiência. Cumprindo as formalidades, o fundador disse seu nome completo, à pedido da juíza.
 
A audiência começou com atraso de mais de uma hora. A juíza Vanessa Baraitser pediu aos advogados de Assange que explicassem o motivo do atraso.
 
De acordo com a advogada de Assange, Gareth Peirce, o atraso se deu por causa de dificuldades na prisão de Belmarsh, onde seu cliente está cumprindo pena. Segundo a advogada, a defesa ainda enfrenta restrições de comunicação e troca de material com Assange devido às regras da prisão, dedicada à detenção de terroristas e indivíduos de alta periculosidade.
 
"Eu não sei explicar concretamente qual é o problema, mas nós enfrentamos dificuldades em Belmarsh", acrescentou a advogada.
 
Durante a audiência, a juíza definiu que a próxima sessão deve ser realizada em 23 de janeiro. Na ocasião, Assange vai participar por videoconferência.
 
"Sr. Assange, a próxima audiência será no dia 23 de janeiro, e o senhor deve comparecer por videoconferência", declarou a juíza.
A organização das audiências de janeiro e fevereiro com o ativista e fundador do WikiLeaks foi definida pela juíza em dezembro. A audiência decisiva deve ocorrer no fim de fevereiro deste ano.
 
Em 2010, Assange foi acusado de abuso sexual na Suécia. Temendo extradição aos EUA, o ativista recebeu asilo político na embaixada do Equador em Londres.
 
Em abril de 2019, o Equador suspendeu o status do ativista, que foi preso pela Polícia britânica, que o acusa de não comparecer perante o juiz durante liberdade sob fiança.
 
Em maio de 2019, o governo dos EUA apresentou novas acusações contra Assange, incluindo a violação de Ato sobre Espionagem e vazamento de informações secretas. Assange pode enfrentar vários anos de prisão, caso seja extraditado para os EUA.
 


Fonte: SPUTNIKNEWS

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
CEPAL Desigualdade de Gênero, Impeditivo ao Desenvolvimento Sustentável 28/01/2020
CEPAL Desigualdade de Gênero, Impeditivo ao Desenvolvimento Sustentável
 
IRÃ oferece conciliação. TRUMP não aceita e exclui o fim de sanções 27/01/2020
IRÃ oferece conciliação. TRUMP não aceita e exclui o fim de sanções
 
ÍNDIA E BRASIL- Acordos em Tecnologia, Energia e Segurança 25/01/2020
ÍNDIA E BRASIL- Acordos em Tecnologia, Energia e Segurança
 
BRASIL ocupa 4º lugar como destino de Investimentos Externos, diz UNCTAD 20/01/2020
BRASIL ocupa 4º lugar como destino de Investimentos Externos, diz UNCTAD
 
BRICS 2020 Os Destaques na visão do diretor do IPEA, no Forum Econômico de Gaidar 20/01/2020
BRICS 2020 Os Destaques na visão do diretor do IPEA, no Forum Econômico de Gaidar
 
DESIGUALDADE Bilionários do mundo têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas 20/01/2020
DESIGUALDADE Bilionários do mundo têm mais riqueza do que 4,6 bilhões de pessoas
 
ARQUITETOS DA TORTURA DA CIA depõem à Justiça dos EUA sobre o 20/01/2020
ARQUITETOS DA TORTURA DA CIA depõem à Justiça dos EUA sobre o "09/11"
 
HONG KONG  Novos Protestos e Manifestações neste domingo 19/01/2020
HONG KONG Novos Protestos e Manifestações neste domingo
 
PARAGUAI - Fuga de presos brasileiros vinculados ao PCC neste domingo 19/01/2020
PARAGUAI - Fuga de presos brasileiros vinculados ao PCC neste domingo
 
FMI: 18/01/2020
FMI: "Economia Global, Risco de Recair na Grande Depressão"
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites