Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

07 de Fevereiro de 2020 as 23:02:36



O MERCADO, 07.02: IBOVESPA caiu 1,23% a 113.770 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,320



Diário do Mercado na 6ª feira, 07.02.2020
 
Ibovespa sucumbe com queda generalizada das bolsas pelo mundo
 
Comentário.
 
O índice brasileiro caiu, seguindo a tendência negativa dos principais mercados acionários mundiais, que foram impactados pelo aumento da aversão ao risco.
 
Em síntese, se já havia preocupações com o crescimento da economia global em relação aos efeitos que o coronavírus estaria causando, o cenário no dia azedou ainda mais diante da visão dos investidores de possível contração da Alemanha (carro-chefe da zona do euro), após a sinalização da surpreendente baixa da produção industrial alemã em dezembro, que marcou sua maior queda em uma década.
 
Já os dados do mercado de trabalho dos EUA denotaram robustez. Neste panorama, o dólar se valorizou frente as demais moedas, com o índice DXY (dólar contra cesta de principais moedas) espelhando tendência ascendente.
 
No Brasil, o dólar comercial renovou seu recorde histórico de fechamento,cotado a R$ 4,3200 (+0,82%). Os juros futuros curtos cederam com o temor recessivo, mas subiram dos intermediários em diante, seguindo as altas das taxas dos títulos do Tesouro norte-americano.
 
Ibovespa.
 
O índice abriu em baixa e até tentou reagir, mas operou sempre em campo negativo, descendo de vez após às 14h e perdendo no final os 114 mil pts.
 
O Ibovespa findou aos 113.770 pts (-1,23%), acumulando +0,01% na semana (e no mês), -1,62% no ano e +20,51% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 24,6 bilhões, sendo R$ 22,5 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 5 de fevereiro, ocorreu saída de capital estrangeiro da Bovespa de -R$ 1,242 bilhão, acumulando saldos negativos de -R$ 5,089 bilhões no mês e de -R$ 24,247 bilhões no ano.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IPCA desacelerou a +0,21% em janeiro ante +1,15% em dezembro – consenso em +0,36%, e versus +0,32% em janeiro de 2019. O arrefecimento do grupo Alimentação e Bebidas foi destaque, passando de +3,38% em dezembro para +0,39% agora, com a variação dos preços das carnes caindo de +18,06% em dezembro para -4,03% em janeiro. O indicador passou a acumular +4,19% em 12 meses (+4,31% em dezembro).
 
Nos EUA, a criação de vagas na economia (payroll) foi de 225 mil em janeiro frente a 147 mil em dezembro - consenso em 165 mil, denotando que o mercado de trabalho permanece consistente. A taxa de desemprego passou a 3,6% em janeiro contra 3,5% em dezembro. 
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) subiu com a continuidade da alta da divisa norte-americana no mercado internacional, destacadamente sobre emergentes.
 
A moeda terminou em recorde histórico pela segunda sessão consecutiva, cotada a R$ 4,3200 (+0,82%), acumulando +0,84% na semana (e no mês), +7,68% no ano e +16,19% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil de 5 anos foi a 99 pts ante 97 pts na véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros cederam na ponta curta e escalaram gradualmente da intermediária para a longa, apoiados em temores de menor crescimento global no curto prazo e com elevações das taxas longas dos títulos do Tesouro dos EUA. Em relação ao pregão anterior, assim encerraram as taxas:
 
DI janeiro/2021 em 4,28% de 4,33%;
DI janeiro/2022 em 4,97% de 5,02%;
DI janeiro/2023 em 5,56% de 5,54%;
DI janeiro/2024 em 5,96% de 5,91%;
DI janeiro/2025 em 6,20% de 6,14%;
DI janeiro/2027 em 6,55% de 6,47%.
 
Agenda.
 
Brasil: Balança comercial, IPC-FIPE, IGP-M 1ª prévia, Vendas no varejo, IGP-10, Volume do setor de serviços; Atividade econômica;
 
EUA: Orçamento mensal, IPC, Vendas no varejo, Prod. Industrial, Utilização da capacidade, Estoques de empresas, Sentimento Univ de Mich;
 
Alemanha: IPC;
 
Reino Unido: PIB, Prod. industrial;
 
Zona do euro: Prod. industrial, PIB;
 
Japão: PIB;
 
China: IPP, IPC, Financiamento agregado, Novos empréstimos.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório sobre o comportamento do mercado na 6ª feira, 07.02.202, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Invesmentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 21.02, 6ª feira. Avalie se convém investir 22/02/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 21.02, 6ª feira. Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 21.02: IBOVESPA cai 0,79% a 113.681 pts  DÓLAR estável em R$ 4,392 21/02/2020
O MERCADO, 21.02: IBOVESPA cai 0,79% a 113.681 pts DÓLAR estável em R$ 4,392
 
LOJAS AMERICANAS Resultado no 4º trimestre/2019:  Receita maior e margens melhores 21/02/2020
LOJAS AMERICANAS Resultado no 4º trimestre/2019: Receita maior e margens melhores
 
GOL Resultado no 4º trimestre/ 2019: Liquidez Reforçada 21/02/2020
GOL Resultado no 4º trimestre/ 2019: Liquidez Reforçada
 
VALE Resultado no 4º Trimestre /2019: Neutro. 21/02/2020
VALE Resultado no 4º Trimestre /2019: Neutro.
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.02, 5ª feira. Avalie se convém investir 21/02/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 20.02, 5ª feira. Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 20.02: IBOVESPA cai 1,66%. DÓLAR sobe a R$ 4,391 20/02/2020
O MERCADO, 20.02: IBOVESPA cai 1,66%. DÓLAR sobe a R$ 4,391
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.02, 4ª feira. Avalie se convém investir 19/02/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 19.02, 4ª feira. Avalie se convém investir
 
GERDAU  -  Resultado no 4º trimestre/2019 e Atualização de Preço da Ações 19/02/2020
GERDAU - Resultado no 4º trimestre/2019 e Atualização de Preço da Ações
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 18.02, 3ª feira. Avalie se convém investir 18/02/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 18.02, 3ª feira. Avalie se convém investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites