Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

Terça-Feira, Dia 18 de Fevereiro de 2020 as 22:02:38



O MERCADO, 18.02: IBOVESPA cai 0,29% a 114.997 pts DÓLAR sobe a R$ 4,357



Diário do Mercado na 3ª feira, 18.02.2020
 
Ibovespa sofre revés com visão de impacto econômico adverso
 
Comentário.
 
O índice brasileiro recuou com a percepção dos agentes que o coronavírus já começou a ocasionar negativo efeito econômico. Nos EUA, a Apple – empresa norte-americana que possui o maior valor de mercado no mundo em bolsa de valores, anunciou que não deverá entregar sua diretriz anteriormente esperada, por conta de interrupções em produções de fábricas na China.
 
Isto abalou, inicialmente, a confiança dos investidores, levando os mercados acionários de Nova York a operarem em baixa, arrastando os demais índices bursáteis pelo mundo.
 
No Ibovespa, as ações de exportadoras e as vinculadas ao mercado de commodities terminaram sendo penalizadas pelos investidores, com a Vale pesando ponderadamente sobre o índice, mas as ações da Petrobras – cujo balanço será divulgado nesta quarta-feira, após o fechamento do mercado - evitaram perda maior no dia. 
 
No Brasil, o dólar comercial subiu a R$ 4,3570 (+0,65%), para sua maior cotação histórica de fechamento. Os juros futuros ficaram quase estáveis no curto prazo e denotaram leves elevações nos vencimentos intermediários e longos. 
 
Ibovespa.
 
O índice decaiu logo após sua abertura e foi gradualmente deslizando em baixa, com deslocamento similar ao S&P500, mas com queda maior. Já nas duas horas finais de negócios, seguindo as reações dos índices de Nova York e com a zeragem de posições intradiárias domésticas, prosseguiu reduzindo sua perda e encerrou próximo aos 115 mil pts.
 
O Ibovespa fechou aos 114.997 pts (-0,29%), passando a acumular +0,52% na semana, +1,07% no mês, -0,58% no ano e +19,14% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 20,2 bilhões, sendo R$ 18,1 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 14 de fevereiro, a Bovespa registrou retirada líquida de R$ 1,032 bilhões em capital estrangeiro, acumulando saldos negativos de -R$ 7,662 bilhões no mês e de -R$ 26,819 bilhões no ano.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IGP-M ficou estável (0,00%) na segunda prévia de fevereiro versus +0,57% na segunda prévia de janeiro – consenso em -0,09%. Os seus subíndices assim oscilaram: IPA-M em -0,15% (+0,67% na 2ª prévia de janeiro); o IPC-M em +0,25% (+0,45% na 2ª prévia de janeiro); e o INCC-M em +0,44% (+0,17% na 1ª prévia de janeiro). O indicador passou a acumular +0,48% no ano e +6,86% em 12 meses.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) subiu e marcou novo recorde histórico nominal de fechamento. O mercado doméstico acompanhou o comportamento do mercado internacional de moedas. No dia, o Banco Central tão somente procedeu o leilão para a  rolagem de US$ 650 milhões (13 mil contratos).
 
A moeda fechou a R$ 4,3570 (+0,65%), acumulando +1,33% na semana, +1,70% no mês, +8,60% no ano e +16,68% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) cedeu a 93 pts ante 94 pts da véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros se mantiveram praticamente estáveis na ponta curta. Já nos contratos intermediários e longos, tiveram pequenas altas. Os ajustes vieram da percepção dos agentes de inflação sob controle no curto prazo, com os demais seguindo a elevação do dólar. Em relação ao pregão anterior, assim findaram as taxas:
 
DI janeiro/2021 em 4,22%;
DI janeiro/2022 em 4,71%;
DI janeiro/2023 em 5,27% de 5,26%;
DI janeiro/2024 em 5,72% de 5,70%;
DI janeiro/2025 em 6,00% de 5,97%;
DI janeiro/2027 em 6,39% de 6,37%.
 
Agenda.
 
Brasil: Confiança do Consumidor - FGV, IPCA-15, Dados do setor externo;
 
EUA: Construção de casas novas, Licenças para construção, FOMC - Ata da reunião, Índice antecedente, PMI Manuf.; Alemanha: PMI Manuf.; França: IPC;
 
Reino Unido: IPC, PMI Manuf.;
 
Zona do euro: PMI Manuf., IPC;
 
China: Financ. Agregado, Novos emprést., Loan Prime Rate.
 
Empresas. Calendário de Balanços de Empresas 4T19 – vide página 4 do anexo.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório sobre o comportamento do mercado na 3ª feira, 18.02.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PIB 2020 - IPEA prevê queda de até 1,8% em 2020 para 3 Cenários 31/03/2020
PIB 2020 - IPEA prevê queda de até 1,8% em 2020 para 3 Cenários
 
CAIXA - R$ 33 bi em estímulos à economia e à redução de juros 26/03/2020
CAIXA - R$ 33 bi em estímulos à economia e à redução de juros
 
FRACASSO DE GUEDES - Governo atualiza para 0,02% projeção do PIB 24/03/2020
FRACASSO DE GUEDES - Governo atualiza para 0,02% projeção do PIB
 
VAREJO - Vendas caem 1,0% em janeiro, diz o IBGE 24/03/2020
VAREJO - Vendas caem 1,0% em janeiro, diz o IBGE
 
BB libera Operações de Crédito às Micro e Pequenas Empresas 24/03/2020
BB libera Operações de Crédito às Micro e Pequenas Empresas
 
Bolsonaro anuncia suspensão de dívidas dos Estados 24/03/2020
Bolsonaro anuncia suspensão de dívidas dos Estados
 
BNDES anuncia R$ 55 bilhões para evitar demissões 23/03/2020
BNDES anuncia R$ 55 bilhões para evitar demissões
 
PONTO FRIO e CASAS BAHIA fecharão 1.061 lojas no País 23/03/2020
PONTO FRIO e CASAS BAHIA fecharão 1.061 lojas no País
 
CRISE: Bancos Centrais em Impasse, Não há espaço para jogar com taxas. 22/03/2020
CRISE: Bancos Centrais em Impasse, Não há espaço para jogar com taxas.
 
ABATE DE SUINOS e Produção de Ovos e Leite Recordes em 2019 20/03/2020
ABATE DE SUINOS e Produção de Ovos e Leite Recordes em 2019
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites