Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quarta-Feira, Dia 13 de Maio de 2020 as 21:05:50



O MERCADO, 13.05: IBOVESPA caiu 0,13% a 77.772 pts. DÓLAR subiu a R$ 5,900



Diário de Mercado - 13 de maio de 2020
 
Ibovespa cede com piora externa induzida por declarações do Fed
 
Comentário.
 
O índice brasileiro, em dia de vencimento de opções sobre o índice, no qual pareceu inicialmente que poderia ter performance positiva, terminou negativamente impactado pelo piora externa. Internamente, o ministério da Economia baixou sua estimativa do PIB brasileiro para este ano de +0,02% para -4,70%, mas diversos agentes já haviam alterado para baixo suas projeções anteriormente.
 
Em suma, as declarações do presidente do Fed, Jerome Powell, nas quais citou que a recuperação econômica poderá demorar algum tempo, aumentando os riscos de liquidez que podem levar a uma crise de solvência elevou a aversão ao risco e derrubou os mercados acionários mundo afora.
 
O chairman também citou que o órgão não pensa agora em adotar juros negativos. Já os preços futuros dos barris de petróleo estiveram voláteis, mas caíram, com o tipo Brent para julho fechando em US$ 29,19 (-2,64%) e o tipo WTI para julho terminando em US$ 25,68 (-2,47%), com projeta pior queda na demanda neste segundo trimestre, mas que a procura deve continuar em baixa no restante deste ano. A baixa somente não foi maior por conta da queda de estoques norte-americanos.
 
O índice VIX, que mensura a aversão ao risco, aumentou pelo segundo dia seguido, indo a para 35,28 pts. Os índices acionários de Nova York refletiram essa piora do cenário e denotaram consistentes baixas, que repercutiram negativamente nas demais bolsas pelo mundo.
 
O dólar comercial subiu com a aversão ao risco, fechando em recorde, a R$ 5,9000 (+0,53%). Nos juros futuros, a curva de estrutura a termo escalou como um todo, com a piora externa.
 
Ibovespa.
 
O índice começou positivo e manteve leve alta pela manhã. Na parte da tarde, esteve oscilando ao redor da estabilidade. Ponderadamente, destaques de queda para o setor de bancos e para a Petrobras.
 
O Ibovespa fechou aos 77.772 pts (-0,13%), acumulando -3,10% na semana, -3,40% no mês, -32,75% ano e -15,21% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da bolsa foi de R$ 31,3 bilhões, incluindo o exercício de opções sobre o Ibovespa de R$ 3,14 bilhões, sendo R$ 22,7 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 8 de maio, a Bovespa registrou saída líquida de R$ 711,792 milhões, acumulando retirada de -R$ 4,238 bilhão no mês (após saque líquido de -R$ 5,069 bilhões em abril).
 
Em 2020, acumula saldo negativo de -R$ 73,644 bilhões (acima a saída líquida anual recorde de -R$ 44,517 bilhões em 2019).
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, as vendas a varejo recuaram nos dados de março.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) encerrou em alta pela terceira sessão consecutiva, atingindo recorde histórico de fechamento, com a elevação da aversão ao risco, principalmente sobre economias emergentes.
 
O Banco Central ofertou contratos de swap cambial em leilões: US$ 500 milhões pela manhã, no qual vendeu tudo; e US$ 500 milhões de tarde, no qual vendeu US$ 380 milhões.
 
A moeda fechou a R$ 5,9000 (+0,53%), acumulando +2,77% na semana, +8,52% no mês, +47,06% no ano e +48,28% em 12 meses.
 
Risco-País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) aumentou para 348 pts ante 326 pts ontem.
 
Juros
 
Os juros futuros avançaram mais uma vez, elevando como um todo a sua curva de estrutura a termo e sua inclinação, com aumento de incertezas externa e com a questão fiscal doméstica ainda pairando no pensamento dos investidores. Destaques de alta pra os contratos intermediários. Assim fecharam as taxas em relação ao dia anterior:
 
DI outubro/2020 em 2,64% de 2,63%;
DI janeiro/2021 em 2,66% de 2,61%; 
DI janeiro/2022 em 3,64% de 3,50%;
DI janeiro/2023 em 4,94% de 4,73%;
DI janeiro/2025 em 6,86% de 6,69%;
DI janeiro/2027 em 7,96% de 7,79%.
 
Agenda. vide página 3.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de analise do comportamento do mercado na 4ª feira, 13.05.2020. elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES, 05.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 05/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 05.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 05.06: IBOVESPA subiu forte com entrada firme de Capital Externo 05/06/2020
O MERCADO, 05.06: IBOVESPA subiu forte com entrada firme de Capital Externo
 
GUIA DE AÇÕES, 04.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 05/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 04.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 04.06: IBOVESPA sobe 0,89% a 93.828 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,131 05/06/2020
O MERCADO, 04.06: IBOVESPA sobe 0,89% a 93.828 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,131
 
BRASKEM - Resultado no 1º Trimestre/2020: POSITIVO 03/06/2020
BRASKEM - Resultado no 1º Trimestre/2020: POSITIVO
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 03.06 Avalie se convém investir. 03/06/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 03.06 Avalie se convém investir.
 
O MERCADO, 03.06: IBOVESPA sobe 2,15% a 93.002 pts DÓLAR cai a R$ 5,090 03/06/2020
O MERCADO, 03.06: IBOVESPA sobe 2,15% a 93.002 pts DÓLAR cai a R$ 5,090
 
EMBRAER Resultado no 1º trimestre/2020 Queda nas Entregas, Desafios 02/06/2020
EMBRAER Resultado no 1º trimestre/2020 Queda nas Entregas, Desafios
 
GUIA DE AÇÕES, 02.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 02/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 02.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 01.06: IBOVESPA sobe 2,74% a 91.046 pts; DÓLAR cai a R$ 5,208 (-3,32%) 02/06/2020
O MERCADO, 01.06: IBOVESPA sobe 2,74% a 91.046 pts; DÓLAR cai a R$ 5,208 (-3,32%)
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites