Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

15 de Maio de 2020 as 01:05:02



O MERCADO, 14.05: IBOVESPA sobe 1,59% a 79.010 pts. DÓLAR cai a R$ 5,818



Diário do Mercado na 4ª feira, 14.05.2020
 
Ibovespa sobe, em dia de agenda esvaziada, colado no S&P500
 
Comentário.
 
O índice brasileiro principiou decaindo, dando continuidade às incertezas da véspera sobre a possível saúde do sistema financeiro norte-americano, citadas pelo presidente do Fed, Jerome Powell.
 
Todavia, denotou um pregão instável - após a primeira hora de negócios foi gradualmente reagindo, mas ficou volátil na parte da tarde e firmou-se em alta somente na meia hora final do pregão. 
 
Em suma, sem novas notícias domésticas que mexessem com os investidores, literalmente seguiu à tendência do índice S&P500.
 
Externamente, o mercado iniciou pessimista com os Estados Unidos e com sua relação comercial com a China, que induzem temores maiores em relação ao crescimento global.
 
Ademais, ainda pela manhã, os dados de seguro-desemprego nos EUA não agradaram. Entretanto, os agentes, após três sessões de baixas, foram atrás de “pechinchas”, mas o avanço somente se concretizou na última hora, com destaques de alta no rali final para o setor financeiro e o de energia.
 
As elevações dos preços futuros para julho dos barris de petróleo favoreceram, com o tipo Brent fechando em US$ 31,13 (+6,65%) e o tipo WTI em US$ 27,88 (+8,57%). Enfim, o dia terminou sendo de repique nas bolsas de Nova York.
 
O dólar comercial abriu em direção a R$ 6,00, mas arrefeceu e fechou a R$ 5,8180 (-1,39%).
 
Os juros futuros tiveram dia de ajustes para baixo na maioria, com destaque para os longos.
 
Ibovespa. 
 
O índice foi afundando logo de início, vindo abaixo dos 77 mil pts ainda na primeira hora de negócios. Depois, seguindo o S&P500, foi gradualmente reagindo e demarcou trajetória errática na parte da tarde, mas proseguiu em alta na meia hora final, influenciado pelos avanços dos índices acionários norte-americanos. 
 
Ponderadamente, se sobressaíram as ações do setor de bancos e, individualmente, papéis que apresentavam quedas mais significativas no mês.
 
O Ibovespa fechou aos 79.010 pts (+1,59%), acumulando -1,56% na semana, -1,86% no mês, -31,68% ano e -14,20% em 12 meses.  O preliminar giro financeiro da bolsa foi de R$ 29,3 bilhões, sendo R$ 27,8 bilhões no mercado à vista. 
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 12 de maio, a Bovespa contabilizou saída líquida de R$ 287,257 milhões, acumulando retirada de -R$ 4,525 bilhões no mês (após saque líquido de -R$ 5,069 bilhões em abril). Em 2020, acumula saldo negativo de -R$ 73,932 bilhões (acima a saída líquida anual recorde de -R$ 44,517 bilhões em 2019).
 
Câmbio e CDS
 
O dólar comercial (interbancário) abriu em alta e chegou a subir em direção a R$ 6,00, com a percepção de maior aversão ao risco. Porém, foi arrefecendo a partir do final da manhã com intervenção do Banco Central e melhor humor externo. O Bacen efetuou dois leilões de swap cambial, vendendo US$ 890 milhões pela manhã e US$ 520 milhões na parte da tarde.
 
A moeda fechou cotada a R$ 5,8180 (-1,39%), após três dias positivos. 
 
Risco-País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) subiu a 348 pts ante 346 pts da véspera.
 
Juros
 
Os juros futuros tiveram um dia de ajustes, após as firmes altas da véspera. Os curtos recuaram levemente, alguns intermediários tiveram ligeiras elevações e os longos foram destaque de baixa. Assim fecharam as taxas em relação ao dia anterior:
 
DI julho/2020 em 2,78% de 2,79%;
DI outubro/2020 em 2,63% de 2,64%;
DI janeiro/2021 em 2,64% de 2,66%;
DI janeiro/2022 em 3,66% de 3,64%;
DI janeiro/2023 em 4,84% de 4,94%;
DI janeiro/2025 em 6,80% de 6,86%;
DI janeiro/2027 em 7,88% de 7,96%.
 
Agenda.   Vide página 3.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de estudo do comportamento do mercado na 5ª fira, 14.05.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, analista senior do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES, 05.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 05/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 05.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 05.06: IBOVESPA subiu forte com entrada firme de Capital Externo 05/06/2020
O MERCADO, 05.06: IBOVESPA subiu forte com entrada firme de Capital Externo
 
GUIA DE AÇÕES, 04.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 05/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 04.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 04.06: IBOVESPA sobe 0,89% a 93.828 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,131 05/06/2020
O MERCADO, 04.06: IBOVESPA sobe 0,89% a 93.828 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,131
 
BRASKEM - Resultado no 1º Trimestre/2020: POSITIVO 03/06/2020
BRASKEM - Resultado no 1º Trimestre/2020: POSITIVO
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 03.06 Avalie se convém investir. 03/06/2020
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 03.06 Avalie se convém investir.
 
O MERCADO, 03.06: IBOVESPA sobe 2,15% a 93.002 pts DÓLAR cai a R$ 5,090 03/06/2020
O MERCADO, 03.06: IBOVESPA sobe 2,15% a 93.002 pts DÓLAR cai a R$ 5,090
 
EMBRAER Resultado no 1º trimestre/2020 Queda nas Entregas, Desafios 02/06/2020
EMBRAER Resultado no 1º trimestre/2020 Queda nas Entregas, Desafios
 
GUIA DE AÇÕES, 02.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 02/06/2020
GUIA DE AÇÕES, 02.06: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 01.06: IBOVESPA sobe 2,74% a 91.046 pts; DÓLAR cai a R$ 5,208 (-3,32%) 02/06/2020
O MERCADO, 01.06: IBOVESPA sobe 2,74% a 91.046 pts; DÓLAR cai a R$ 5,208 (-3,32%)
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites