Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Terça-Feira, Dia 16 de Junho de 2020 as 21:06:18



O MERCADO, 16.06: IBOVESPA sobe 1,25% a 93.531 pts. DÓLAR sobe a R$ 5,232



Diário do Mercado na 3ª feira, 16.06.2020
 
Ibovespa sobe, acompanhando a tendência externa
 
Comentário.
 
O índice brasileiro, na véspera do vencimento de índice futuro e de opções sobre o índice, teve um pregão positivo, que começou mais impetuoso, mas arrefeceu a alta acompanhando o comportamento externo.
 
A agenda no dia estava repleta de indicadores, que foram deixados de lado. O impulso inicial para os mercados acionários adveio da proposta de investimento de US$ 1 trilhão do governo norte-americano em infraestrutura e tecnologia – ou seja, mais dinheiro injetado na economia.
 
Todavia, o surgimento de mais casos de coronavírus nos EUA e na China – que inclusive fechou as escolas em Pequim, terminou levando a uma realização parcial de lucros durante a sessão. As bolsas de Nova York encerraram positivas e apoiaram os demais mercados bursáteis pelo mundo.
 
Também favoreceram as altas dos preços futuros dos barris futuros de petróleo para agosto: o tipo brent fechou em US$ 40,96 (+2,13%) e o tipo WTI encerrou em US$ 38,65 (+3,26%).
 
O dólar comercial subiu com dúvidas em relação ao crescimento econômico global e ainda com os agentes monitorando a questão fiscal doméstica, fechando em R$ 5,2320 (+1,81%). Os juros futuros curtos recuaram na véspera da decisão do Copom e os demais subiram. 
 
Ibovespa.
 
O índice começou ascendente e logo atingiu a máxima na casa de 3,0%. Depois da abertura do S&P500, colou sua trajetória no índice S&P500, mas findou com variação positiva um pouco mais menor.
 
O Ibovespa encerrou aos 93.531 pts (+1,25%), acumulando +0,79% na semana, +7,01% no mês, -19,12% ano e -4,60% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 30,6 bilhões, sendo R$ 27,8 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 12 de junho, a Bovespa registrou saída líquida de R$ 380,873 milhões, acumulando R$ 2,813 bilhões no mês. Em 2020, o saldo negativo está em -R$ 74,034 bilhões (acima a saída líquida anual recorde de -R$ 44,517 bilhões em 2019).
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, as vendas a varejo estritas variaram -16,8% em abril (com ajuste sazonal) – sendo a mais intensa de sua série histórica (iniciada em 2000), ante -2,1% de março, sendo que oscilou também -16,8% em relação a abril de 2019. O indicador passou a acumular -3,0% no ano e +0,7% em 12 meses.
 
Já o varejo ampliado variou -17,5% em abril (com ajuste sazonal) – a mais acentuada de sua série histórica, versus -13,7% em março, com oscilação de -27,1% em comparação a abril do ano passado. O indicador ampliado passou a acumular -6,9% em 2020 e +0,8% em 12 meses.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar oscilou inicialmente, mas seguiu em tendência ascendente na parte da tarde. O crescimento econômico global e a questão fiscal doméstica permanecem no radar dos agentes.
 
A moeda encerrou a R$ 5,2320 (+1,81%), acumulando 3,77% na semana, -1,99% no mês, +30,41% no ano e +34,19% em 12 meses.
 
Risco-País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) baixou para 250 pts ante 261 pts da véspera.
 
Juros.
 
Os juros futuros curtos seguiram recuando, com o consenso de redução de 75 pts-base na taxa Selic para um novo piso histórico de 2,25% a.a., na decisão do Copom nesta quarta-feira. Já os intermediários e longos avançaram, influenciados pela alta do dólar. Assim fecharam as taxas em relação a ontem:
 
DI julho/2020 em 2,32% de 2,36%;
DI outubro/2020 em 2,13% de 2,15%;
DI janeiro/2021 em 2,10% de 2,12%;
DI janeiro/2022 em 3,08% de 3,05%;
DI janeiro/2023 em 4,19% de 4,15%;
DI janeiro/2025 em 5,77% de 5,71%;
DI janeiro/2027 em 6,74% de 6,64%.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 3ª feira, 16.06.2020, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 14.07: IBOVESPA se recupera e segue NY 14/07/2020
O MERCADO, 14.07: IBOVESPA se recupera e segue NY
 
GUIA DE AÇÕES, 14.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 14/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 14.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 13.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 13/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 13.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 13.07: IBOVESPA cai 1,33% a 98.697 pts por efeito da Covid-19 nos EUA 13/07/2020
O MERCADO, 13.07: IBOVESPA cai 1,33% a 98.697 pts por efeito da Covid-19 nos EUA
 
GUIA DE AÇÕES, 10.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 10/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 10.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 10.07: IBOVESPA retorna aos 100.000 pts; DÓLAR cai a R$ 5,3213 10/07/2020
O MERCADO, 10.07: IBOVESPA retorna aos 100.000 pts; DÓLAR cai a R$ 5,3213
 
GUIA DE AÇÕES, 09.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 10/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 09.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 08.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 08/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 08.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 08.07: IBOVESPA sobiu 2,05% a 99.769 pts; DÓLAR caiu a R$ 5,346 08/07/2020
O MERCADO, 08.07: IBOVESPA sobiu 2,05% a 99.769 pts; DÓLAR caiu a R$ 5,346
 
WEG obtém controle da Startup BirminD 08/07/2020
WEG obtém controle da Startup BirminD
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites