Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quarta-Feira, Dia 29 de Julho de 2020 as 02:07:30



O MERCADO, 28.07: R$ 5 BI em Capitais Externos já deixaram a bolsa em Julho



Diário do Mercado na 3ª feira, 28.07.2020
 
Ibovespa não consegue se descolar do exterior e tem pequeno recuo
 
Comentário.
O índice brasileiro encerrou com leve realização de ganho, após a alta superior a 2,0% da véspera. Internamente, o resultado da criação de vagas formais na economia pelo Caged veio melhor do que as expectativas.
 
Contudo, o dia foi marcado pela cautela, com os agentes aguardando a decisão sobre a taxa de juros pelo Fomc nos Estados Unidos nesta 4ª feira.
 
Em verdade, os juros já se situam em seu piso histórico, no intervalo entre 0,00% e 0,25%, mas o mercado irá monitorar o comunicado do Fed e o discurso de seu presidente, Jerome Powell, que deverá ser proferido logo após a divulgação do documento da reunião.
 
Em Nova York, em dia de agenda esvaziada, os investidores optaram por embolsar os recentes lucros antes de saber a postura do Fed, levando os índices acionários norte-americanos a encerrarem em baixa.
 
A questão crucial para os agentes é saber se o Fed manterá a postura atual de farta injeção de liquidez no mercado, fato que vem sustentando as bolsas em seus atuais níveis.
 
O dólar comercial abriu positivo, mas perdeu força ao logo do dia, fechando ”de lado” a R$ 5,1560 (-0,04%). Os juros futuros praticamente não se mexeram.
Ibovespa.
 
O índice abriu em baixa e operou oscilante ao redor da variação de -0,5% até por volta das 15h30. Depois, tentou uma reação, chegando a ficar levemente positivo, mas sucumbiu na meia hora final, acompanhando o declínio do índice S&P500.
 
O Ibovespa fechou aos 104.109 pts (-0,35%), acumulando -1,69% na semana, +9,52% no mês, -9,98% ano e +1,25% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 26,9 bilhões, sendo R$ 24,8 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa B3
 
No dia 24 de julho, a Bovespa apresentou saída líquida de R$ 424,947 milhões, acumulando retirada de R$ 4,932 bilhões no mês. Em 2020, o saldo negativo está em -R$ 81,437 bilhões (acima a saída líquida anual recorde de -R$ 44,517 bilhões em 2019).
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o Caged (criação de vagas formais na economia) apurou redução de 10.984 postos de trabalho ante queda de 331.901 vagas em maio. O resultado veio bem melhor do que o consenso de mercado de perda de 220.000 empregos, mostrando que as medidas adotadas para combater implicações adversas da pandemia surtiram efeito.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar abriu em elevação e operou com boa alta até por volta das 11h. A partir daí, com a melhora do humor externo, foi paulatinamente perdendo força e terminou “de lado”. Os agentes preferiram esperar o comunicado de amanhã do Fed e o discurso de seu presidente.
 
A moeda fechou cotada a R$ 5,1560 (-0,04%), acumulando -0,96% na semana, -4,96% no mês, +28,51% no ano e +36,69% em 12 meses.
 
Risco-País
 
O risco-país (CDS Brasil de 5 anos) ficou estável em relação à véspera, em 23 pts.
 
Juros.
 
Os juros futuros flutuaram entre estabilidade e ligeiras variações, denotando tão somente algum levíssimo ajuste de posicionamento na parte longa ante as baixas do dia anterior, mas a taxa de curtíssimo prazo continuou referendando a percepção dos agentes de baixa de 25 pts-base na taxa Selic, para seu novo piso histórico de 2,00% a.a., na decisão de 5 de agosto próximo pelo Copom, Assim fecharam as taxas em relação a sessão anterior:
 
DI ago/2020 estável em 2,00%;
DI outubro/2020 estável em 1,97%;
DI Janeiro/2021 estável em 1,93%;
DI janeiro/2022 estável em 2,74%;
DI janeiro/2023 em 3,80% de 3,78%;
DI janeiro/2025 em 5,36% de 5,34%;
DI janeiro/2027 em 6,27% de 6,26%..
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análsie do comportamento do mercado na 3ª feira 28.07.2020, elaborado  por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, e RICHARDI FERREIRA, integrantes do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, e RICHARDI FERREIRA, integrantes do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 04.08: IBOVESPA sobe 1,21% a 96.203 pts; DÓLAR cai a R$ 5,3105 05/08/2020
O MERCADO, 04.08: IBOVESPA sobe 1,21% a 96.203 pts; DÓLAR cai a R$ 5,3105
 
GUIA DE AÇÕES, 04.08: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 04/08/2020
GUIA DE AÇÕES, 04.08: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
O MERCADO, 03.08: IBOVESPA de lado em 102.837 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,314 03/08/2020
O MERCADO, 03.08: IBOVESPA de lado em 102.837 pts; DÓLAR sobe a R$ 5,314
 
GUIA DE AÇÕES, 03.08: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 03/08/2020
GUIA DE AÇÕES, 03.08: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
SETOR FINANCEIRO  Relatório de Desempenho de Jun-Jul/2020 31/07/2020
SETOR FINANCEIRO Relatório de Desempenho de Jun-Jul/2020
 
MARKET UPDATE Semanal do BB-BI: 25.07 a 31.07.2020: Despenca o PIB das Principais Economias 31/07/2020
MARKET UPDATE Semanal do BB-BI: 25.07 a 31.07.2020: Despenca o PIB das Principais Economias
 
GUIA DE AÇÕES, 31.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir 31/07/2020
GUIA DE AÇÕES, 31.07: VEJA AQUI AS COTAÇÕES Avalie se convém investir
 
BRADESCO - Resultado no 2º Trimestre/2020: SÓLIDO 31/07/2020
BRADESCO - Resultado no 2º Trimestre/2020: SÓLIDO
 
PETROBRAS - Resultados Operacionais e Prévias do 2º Trimestre/20: Resiliência 31/07/2020
PETROBRAS - Resultados Operacionais e Prévias do 2º Trimestre/20: Resiliência
 
O MERCADO, 30.07: IBOVESPA cai 0,57% a 105.008 pts; DÓLAR cai a R$ 5,158 30/07/2020
O MERCADO, 30.07: IBOVESPA cai 0,57% a 105.008 pts; DÓLAR cai a R$ 5,158
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites