Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

31 de Agosto de 2020 as 01:08:19



MARKET UPDATE SEMANAL 22.08 a 28.08.2020



Market Update Semanal: 22.08 a 28.08.2020
 
HENRIQUE TOMAZ, CFA, Analista Sênior
RICHARD FERREIRA, CNPI, Analista
do BB Investimentos
 
Índices de confiança mantém tendência de recuperação em agosto;
Acompanhe os demais destaques do Market Update desta semana
 
 
Reabertura
 
O nosso Índice de Reabertura da Economia segue em uma tendência de crescimento refletindo o processo de flexibilização das medidas de isolamento social na maior parte do país.
 
Reabertura da economia segue avançando
 
No dia 11-jun, anunciamos a construção do Índice de Reabertura da Economia (IRE). Com ele, podemos observar o momento em que as atividades sofreram o maior impacto (29-mar), bem como a sua trajetória em direção à reabertura total. Há algumas semanas, realizamos uma projeção linear da tendência do índice no qual inferimos que as atividades devem retornar aos mesmos patamares pré-crise no final do mês de outubro.
 
Com os dados mais recentes que temos a disposição, estimamos que a economia opera, atualmente, com 83,4% da capacidade normal (nível pré-pandemia).
 
Confiança
 
CNI – Confiança da Indústria cresceu em 28 dos 30 setores
 
O Índice de Confiança do Empresário Industrial, medido pela CNI,  voltou a ultrapassar a linha divisória de 50 pontos alcançando, em agosto, 57 pontos.
 
O índice medido pela CNI Confederação Nacional da Indústria apresentou uma alta relevante em agosto alcançando, assim, a faixa dos 57 pontos. O ICEI cresceu em 28 dos 30 setores abrangidos pela pesquisa, sendo que em todos eles, o índice já se encontra acima da linha divisória dos 50 pontos. Os dados de agosto indicam que a retomada da confiança na indústria abrange todos os segmentos.
 
Considerando a correlação existente entre a confiança dos empresários e os investimentos no setor industrial, a entidade alerta quanto a um possível agravamento da crise no futuro em função da paralisação de projetos
 
FGV - Confiança - Sondagens da FGV apontam  recuperação das expectativas
 
O Índice de Confiança do Consumidor, medido pela FGV, avança em agosto e retorna ao patamar registrado em março. Confiança no setor de serviços também avança mas ainda está abaixo do nível pré-crise.
 
A FGV Fundação Getúlio Vargas divulgou, nesta semana, alguns dos índices de confiança para o mês de agosto. O ICS Índice de Confiança de Serviços registrou 85 pontos, uma alta de 6 pontos em relação a julho. Apesar disso, o índice ainda se encontra um pouco abaixo do valor registrado em fevereiro, antes da pandemia.
 
Já o ICC Índice de Confiança dos Consumidores subiu 1,2 ponto neste mês voltando, assim, para o mesmo patamar registrado em março, quando estava em 80,2 pontos. A retomada da atividade econômica favorecida pela flexibilização das medidas de restrição vem contribuindo com a melhora nas expectativas dos agentes
 
Crédito
 
As concessões de crédito pelo sistema bancário somaram R$ 341 bilhões em julho, o que representa um crescimento de 9,4% em relação à junho.
 
Crédito direcionado avança 56,9%
 
As concessões totais de crédito registraram R$ 341 bilhões em julho. Na série com ajuste sazonal, este valor representa um crescimento de 9,4%, sendo 13,3% em crédito para empresas e 5,9% para famílias. O destaque do mês foi o crescimento de quase 57% das operações com recursos direcionados, ou seja, que são vinculados a programas do governo. Os empréstimos concedidos dentro do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) respondem por uma boa parcela desse aumento.
 
As taxas de juros para as famílias e empresas registraram novas quedas em julho. Com isso, a taxa média de juros das operações caiu para 19,5% a.a. A inadimplência segue em queda beneficiada pelo pagamento do auxílio emergencial e também pela postergação de parcelas por parte de credores.
 
Contas Externas
 
O Brasil registrou, no mês de julho, um superávit em conta corrente de US$ 1,6 bilhão, quarto mês seguido com superávit. Com este resultado, o déficit acumulado em 12 meses caiu para 2,0% do PIB.
 
Transações correntes tem superávit de US$ 1,6 bilhão em julho
 
Pela quarto mês consecutivo, a balança de transações correntes - que agrega os saldos da balança comercial, da balança de serviços e das transferências unilaterais – fechou o mês com saldo positivo. No mês passado, o saldo das transações do Brasil com o resto do mundo foi superavitário em US$ 1,6 bilhão.
 
Com este resultado, o déficit acumulado nos últimos doze meses caiu de US$ 43,2 bilhões (2,7% do PIB) em junho para US$ 31,7 bilhões (2,0% do PIB) em julho.
 
Desde o início da pandemia, a forte queda das importações vem contribuindo com o maior superávit da balança comercial que, na comparação anual, já cresceu quase 10%.
 
Os ingressos líquidos de Investimento Direto no País (IDP) registraram US$ 2,7 bilhões em julho e, no acumulado de doze meses, já somam US$ 62,6 bilhões (3,9% do PIB).
 
PANORAMA EXTERNO
 
Confiança -  Os índices de confiança de consumidores americanos e europeus cresceram no mês de agosto. O receio em relação à velocidade de recuperação das economias ainda segura os indicadores abaixo dos níveis pré-pandemia.
 
►  EUA
 
Na última semana, o número de novos pedidos de seguro desemprego nos EUA voltou a oscilar acima do patamar de 1 milhão. Cerca de 57,4 milhões de pedidos já foram registrados desde o início da crise.
 
Nos EUA, o índice de confiança do consumidor, medido pela Universidade de Michigan, avançou para 74,1 pontos em agosto, contra 72,5 pontos registrados em julho. Apesar de não ser uma alta significativa, o índice veio acima da expectativa do mercado de 72,9 pontos.
 
A alta persistente nos casos de Covid-19 nos EUA e o receio quanto a recuperação do mercado de trabalho tem pesado nas perspectivas dos consumidores.
 
Além disso, o término do benefício semanal para os desempregados no valor de US$ 600, que expirou no mês passado, vem impondo dificuldades a muitas famílias.
 
►  Zona do Euro
 
Na Zona do Euro, a estimativa preliminar para a confiança do consumidor no mês de agosto aponta uma alta de 0,3 ponto em relação ao mês de julho. Após atingir a mínima histórica de -22 em março, no auge da pandemia na Europa, o indicador registrou -14,7 neste mês.

Em linha com a recuperação da confiança do consumo, o indicador de sentimento econômico da Comissão Europeia também apresentou elevação.  Em agosto, o índice subiu para 87,7, o que representa uma alta de 5,3 pontos em relação a julho
 
Confira no anexo a íntegra do relatório a respeito, preparado por HENRIQUE TOMAZ, CFA, Analista Sênior, e RICHARD FERREIRA, CNPI, Analista, integrantes do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HENRIQUE TOMAZ, CFA, Analista Sênior, e RICHARD FERREIRA, CNPI, Analista, integrantes do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
MARKET UPDATE SEMANAL, de 25.09.2020: Apresentação e Análise de Indicadores 28/09/2020
MARKET UPDATE SEMANAL, de 25.09.2020: Apresentação e Análise de Indicadores
 
AUXÍLIO EMERGENCIAL  Redução do Benefício acende Sinal de Alerta em todos Segmentos Econômicos 27/09/2020
AUXÍLIO EMERGENCIAL Redução do Benefício acende Sinal de Alerta em todos Segmentos Econômicos
 
BNDES Programa Peac-Maquinhas libera R$ 10 BI para MicroEmpreendedores Individuais e Micro Empresas 26/09/2020
BNDES Programa Peac-Maquinhas libera R$ 10 BI para MicroEmpreendedores Individuais e Micro Empresas
 
ÍNDICE DE REABERTURA DA ECONOMIA: Nível de Atividade em 89,8% do Normal 23/09/2020
ÍNDICE DE REABERTURA DA ECONOMIA: Nível de Atividade em 89,8% do Normal
 
CONEXÃO MERCADO AGORA - 18.09.2020 - Externo e Interno 19/09/2020
CONEXÃO MERCADO AGORA - 18.09.2020 - Externo e Interno
 
PANDEMIA provocou queda de renda de 20,1%, revela estudo da FGV 20/09/2020
PANDEMIA provocou queda de renda de 20,1%, revela estudo da FGV
 
MARKET UPDATE SEMANAL 12.09 a 18.09.2020: Prévia do PIB e COPOM 19/09/2020
MARKET UPDATE SEMANAL 12.09 a 18.09.2020: Prévia do PIB e COPOM
 
DESEMPREGO Cresceu a Taxa de Desocupação, revela o IPEA 19/09/2020
DESEMPREGO Cresceu a Taxa de Desocupação, revela o IPEA
 
COPOM mantém SELIC em 2,0% e interrompe movimento de redução da taxa 17/09/2020
COPOM mantém SELIC em 2,0% e interrompe movimento de redução da taxa
 
BANCO DO BRASIL oferece Promoções em Crédito, Cartões, Seguridade, Renegociação de Dívidas  16/09/2020
BANCO DO BRASIL oferece Promoções em Crédito, Cartões, Seguridade, Renegociação de Dívidas
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites