Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

08 de Outubro de 2020 as 14:30:16



O MERCADO AGORA 08.10 às 13h20: Bom humor Externo e Leilão do Tesouro aliviam mercados



Conexão Mercado – Agora, às 13h20, em 08.10.2020
 
Roger Marçal – Gerente
Clara Cerqueira
Romulo Ramos Alves
do BB DIMEF Cenários Financeiros
Mercado Externo
 
Mercados seguem mistos. Investidores avaliam as negociações dos estímulos e as incertezas globais
 
►  Nos EUA, sobre a eleição, segundo à Reuters, o próximo debate Trump x Biden será virtual. Trump já informou que não participará, caso isso seja confirmado.
 
►  Ainda nos EUA, Trump falou em entrevista à Fox, que as negociações sobre os estímulos para apoio as aéreas está produtivo. No mais, acrescentou que, no próximo mandato, vai continuar cortando impostos e que pretende impor tarifas à China.
 
►  Quanto aos indicadores, os pedidos semanais de seguro-desemprego registraram uma queda para 840 mil, resultado veio acima das expectativas (825 mil).
 
►  Na Europa, a Ata do BCE destacou que a instituição está pronta para ajustar todos os seus instrumentos e que novos cortes de juros estão entre as ferramentas. Informou, também, que o abrandamento das condições financeiras na zona do euro foi parcialmente neutralizado pela apreciação do euro ante o dólar, e reiterou que não fixa meta para câmbio, mas que monitora seus efeitos na estabilidade dós preços.
 
►  Sobre o coronavírus: a empresa Moderna anunciou que não licenciará a patente de sua formula da vacina até o final da pandemia; Alemanha registrou maior n° de casos de covid-19 desde abril; e justiça espanhola revogou a ordem de confinamento em Madri.
 
►  Bolsas: Em NY, os índices operam em alta, em meio ao renovado otimismo em relação à aprovação de uma nova rodada de estímulos fiscais direcionados. Destaque de alta para o setor aéreo, Tesla, Alphatec e IBM.
 
►  Juros: As yields dos treasuries operam em queda, influenciado pela Ata dovish do FOMC; o indicador econômico; incertezas políticas e leilões do Tesouro.
 
►  Câmbio: O dólar opera levemente mais forte ante os seus pares, diante do avanço da covid-19 na Europa. Já ante as emergentes, o dólar se desvaloriza c/ otimismo por estímulos
 
 
Mercado Interno
 
Bom humor externo e leilão do Tesouro aliviam mercados
 
►  No Brasil, os mercados oscilaram nas primeiras horas de negócio, mas no momento seguem um viés mais otimista, apesar das indefinições na cena doméstica. Isso ocorre em função da influência positiva do exterior e, no caso dos DIs, após o Tesouro concentrar oferta de títulos prefixados em vencimentos mais curtos no leilão.
 
►  Nesta manhã, Bittar, relator da PEC do Pacto Federativo, confirmou que a apresentação do programa Renda Cidadã ficará mesmo para depois das eleições municipais. Segundo ele, “o clima das eleições já tomou conta de Brasília e esse clima não é bom conselheiro”, em um contexto que afirma que terá que “cortar e tomar medidas impopulares” e que todos os atores deverão se posicionar.
 
►  Na agenda de indicadores, as vendas do varejo cresceram 3,4% em agosto, acima da mediana de 3,2%. No ampliado, que inclui materiais de construção, veículos e autopeças, a alta chegou a 4,6%. O bom desempenho do varejo tem sido atribuído ao pagamento do auxílio emergencial, que permitiu avanço na renda às famílias mais de baixa renda, e ao aumento das concessões de crédito para pessoas físicas em geral
 
►  Dólar: opera em queda frente ao real, mas segue oscilando em função das preocupações fiscais em contraste ao bom humor do ambiente externo. No momento está cotado a R$ 5,59 e o movimento está em linha com as demais moedas emergentes.
 
►  Juros: operam em queda, após leilão de títulos do Tesouro e em sintonia com o câmbio.
 
►  Ibovespa: opera em alta, recuperando os 97 mil pontos e em linha com os pares globais. Destaque para a forte recuperação das ações dos bancos, além do bom desempenho de Petrobras e Vale.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise a respeito, elaborado por Roger Marçal, Gerente, Clara Cerqueira, Romulo Ramos Alves, do BB DIMEF Cenários Financeiros.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: Roger Marçal, Gerente, Clara Cerqueira Romulo Ramos Alves do BB DIMEF Cenários Financeiros





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
MERCADOS - FECHAMENTO  em 21.10.2020 No aguardo de definição do Pacote Fiscal 21/10/2020
MERCADOS - FECHAMENTO em 21.10.2020 No aguardo de definição do Pacote Fiscal
 
CONEXÃO MERCADO – AGORA 21.10.2020: Investidores aguardam definição do Pacote Fiscal nos EUA 21/10/2020
CONEXÃO MERCADO – AGORA 21.10.2020: Investidores aguardam definição do Pacote Fiscal nos EUA
 
OS MERCADOS FECHAMENTO em 20.10.2020 Expectativa de Pacote Fiscal nos EUA 20/10/2020
OS MERCADOS FECHAMENTO em 20.10.2020 Expectativa de Pacote Fiscal nos EUA
 
GUIA DE AÇÕES, 15.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 16/10/2020
GUIA DE AÇÕES, 15.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
CONEXÃO MERCADO Análise Semanal: Retrospectiva e Perspectivas: de 19 a 23.10.2020 17/10/2020
CONEXÃO MERCADO Análise Semanal: Retrospectiva e Perspectivas: de 19 a 23.10.2020
 
OS MERCADOS - Fechamento em 16.10.2020: Incertezas Fiscais trazem Cautela 17/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 16.10.2020: Incertezas Fiscais trazem Cautela
 
OS MERCADOS - Fechamento em 15.10.2020: Propensão ao Risco 15/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 15.10.2020: Propensão ao Risco
 
GUIA DE AÇÕES, 14.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 15/10/2020
GUIA DE AÇÕES, 14.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
O MERCADO AGORA, 13H30 em 15.10.2020: De Olho no Ambiente Global 15/10/2020
O MERCADO AGORA, 13H30 em 15.10.2020: De Olho no Ambiente Global
 
MERCADOS - Abertura em 15.10.2020: O mesmo tom cauteloso do exterior 15/10/2020
MERCADOS - Abertura em 15.10.2020: O mesmo tom cauteloso do exterior
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites