Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

06 de Novembro de 2020 as 19:11:12



OS MERCADOS Fechamento em 06.10 Estabilidade a 100 mil pts e Expectativa Eleitoral dos EUA



CONEXÃO MERCADO – FECHAMENTO EM 06.11.2020
 
Roger Marçal, Gerente, 
Clara Cerqueira e
Romulo Ramos Alves
do BB DIMEF Cenários Financeiros
MERCADO EXTERNO
 
Mercados aguardam desfecho da eleição nos EUA, com Biden à frente da corrida eleitoral.
 
► No exterior, os investidores continuaram focados no resultado da eleição presidencial americana, onde Joe Biden tomou a liderança nos estados da Pensilvânia (20 delegados) e Geórgia (16 delegados), ficando mais perto de vencer a disputa. No mais, o candidato democrata também aparece à frente em Nevada (6 delegados).
 
► Com o aumento da vantagem de Biden, o espaço aéreo em torno da casa do candidato, em Delaware, foi fechado e o serviço secreto passou a reforçar a sua segurança para um possível discurso de vitória. Vale destacar que os organizadores de sua campanha planejam um evento para esta noite.
 
► Ainda sobre as eleições, o estado da Geórgia anunciou a recontagem dos votos da eleição presidencial, que incluirá, também, as disputas para as duas vagas no Senado.
 
► Em relação às commodities, destaque para mais uma sessão de forte queda dos contratos futuros de petróleo, influenciada pelos temores sobre a demanda, uma vez que os casos globais de infecções por coronavírus não param de crescer, principalmente nos EUA e Europa. No mais, a expectativa pela vitória de Biden também pressiona os preços da commodity, dado sua intenção de incentivar fontes de energias renováveis.
 
► Bolsas: Em NY, os índices fecharam em queda, com os investidores realizando lucros diante da expectativa de que Biden seja anunciado vencedor da eleição. Na Europa, as bolsas, também, fecharam em queda, com os players embolsando lucros recentes, à espera do desfecho da apuração da eleição americana. No mais, o avanço da covid na região, proporcionando a adoção de medidas restritivas, também corroborou para o desempenho dos índices, adicionando preocupações aos investidores.
 
► Juros: As yields dos treasuries terminaram em alta, apresentando um movimento de recuperação técnica dado às perdas da semana conjugada à surpresa positiva com os dados do Payroll.
 
► Câmbio: Dólar fechou em queda ante a maioria das moedas, diante da expectativa de que uma eventual vitória de Biden signifique maiores gastos fiscais. Destaque de exceção para lira turca que se valorizou fortemente, onde o governo autocrata de Erdogan espera imposição de sanções se Biden vencer.
 
MERCADO INTERNO 
 
Mercados operaram alinhados ao ambiente externo e com agentes atentos aos discursos de autoridades locais 
 
► No Brasil, os mercados continuaram alinhados ao cenário externo, na expectativa pelo desfecho das eleições americanas, sem perder de vista os debates e discursos de autoridades sobre a agenda econômica local.
 
► Fabio Kanczuk, diretor de política monetária do BC, endossou a ata do COPOM ao afirmar que o recente choque inflacionário é temporário, apesar da alta dos preços dos alimentos estar acima da esperada. Kanczuk reafirmou que hoje o maior risco está no campo fiscal e que o modelo do BC continua apontando inflação abaixo da meta até 2022.
 
     Disse ainda que discussões sobre medidas que burlam o teto de gastos, como o uso do Fundeb e adiamento de precatórios para custeio de programas sociais, ampliam a chance do COPOM retirar o forward guidance nas próximas reuniões. Porém as condições seguem mantidas, uma vez que esse debate não seguiu adiante.
 
► Por fim, em live promovida por um banco, Guedes voltou a dizer que o mix da economia brasileira agora é “juro mais baixo e câmbio mais em cima”.
 
► Dólar: segue para fechar mais uma dia em forte queda frente ao real, cotado em torno de R$ 5,38, em linha com o movimento global da divisa americana contra as principais moedas e emergentes, tendo em vista a expectativa por mais estímulos com a vitória de Biden e investidores se desfazendo de posições de hedge cambial.
 
► Juros: devolveram prêmios de risco em todos os vértices, em sintonia com a queda do dólar e reforço do discurso do diretor de política monetária do BC.
 
► Ibovespa: fechou próximo à estabilidade, após rali de alta, em linha com os pares em NY, sustentando o patamar dos 100 mil pts., enquanto os investidores aguardam o desfecho do pleito americano e realizam parte dos lucros obtidos na semana.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório a respeito, elaborado por Roger Marçal, Gerente, Clara Cerqueira e Romulo Ramos Alves, do BB DIMEF Cenários Financeiros

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: Roger Marçal, Gerente, Clara Cerqueira e Romulo Ramos Alves, do BB DIMEF Cenários Financeiros





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES, 27.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 30/11/2020
GUIA DE AÇÕES, 27.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
DOLAR cai a R$ 5,326 e IBOVESPA sobe a 110.575 pts 27/11/2020
DOLAR cai a R$ 5,326 e IBOVESPA sobe a 110.575 pts
 
GUIA DE AÇÕES, 24.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 25/11/2020
GUIA DE AÇÕES, 24.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 20.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 23/11/2020
GUIA DE AÇÕES, 20.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
MARKET UPDATE Semanal de 14 a 20.11.2020 Dados Recentes da Atividade Econômica nos Principais Países 21/11/2020
MARKET UPDATE Semanal de 14 a 20.11.2020 Dados Recentes da Atividade Econômica nos Principais Países
 
GUIA DE AÇÕES, 19.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 20/11/2020
GUIA DE AÇÕES, 19.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 18.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 19/11/2020
GUIA DE AÇÕES, 18.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
AZUL - Resultado no 3º trimestre/2020: NEUTRO 17/11/2020
AZUL - Resultado no 3º trimestre/2020: NEUTRO
 
GUIA DE AÇÕES, 13.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 16/11/2020
GUIA DE AÇÕES, 13.11.2020: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
PERU busca 3º presidente em uma semana para tentar sair de crise 17/11/2020
PERU busca 3º presidente em uma semana para tentar sair de crise
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites