Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

24 de Janeiro de 2021 as 09:01:15



PORTUGAL vai às Urnas escolher novo Presidente, neste domingo



Portugueses vão às urnas hoje para escolher presidente; brasileiros também
 
Milhões de portugueses vão às urnas neste domingo, 24.01, para escolher o presidente do país. Não apenas eles: milhares de brasileiros que têm direito ao voto em Portugal também participarão da eleição. A Sputnik Brasil conversou com alguns deles para conhecer as expectativas e diferenças entre os pleitos nos dois países.
 
Candidato à reeleição, Marcelo Rebelo de Sousa (apoiado por PSD e CDS-PP) continua sendo favorito para vencer logo no 1º turno, com 59,4% das intenções de voto, de acordo com pesquisa da Aximage para TSF/DN/JN, divulgada na 6ª feira, 22.01, último dia de campanha. A socialista Ana Gomes, com candidatura independente apoiada pelos partidos Livre e PAN, subiu para 15,4%, decolando em relação a André Ventura, líder do partido Chega, que aparece com 9,7%. 
 
O comunista João Ferreira (PCP e PEV), com 5%, ultrapassou Marisa Matias (Bloco de Esquerda), agora com 4,3%, mesmo com a hashtag #VermelhoemBelém que viralizou nas redes sociais. Na sequência, surgem o liberal Tiago Mayan Gonçalves (IL), com 3,3%, e Vitorino Silva (RIR), com 1,5%. Como o voto não é obrigatório em Portugal e, em decorrência da pandemia de COVID-19, a sondagem da Aximage estima uma abstenção recorde, de 58%, superior aos 53,48% em 2011, quando Cavaco Silva foi reeleito. 
 
E é justamente esse cenário que preocupa Marcelo Rebelo de Sousa, pois a abstenção alta pode levar a um eventual 2º turno. Carlos Jalali, professor de Ciência Política da Universidade de Aveiro, estima uma abstenção histórica, perto de 75%, levando em consideração não apenas a pandemia, mas também o recenseamento automático de portugueses morando no estrangeiro, muitos dos quais não votarão. 
 
O próprio presidente da República levantou a hipótese nesta semana, durante encontro com alunos na Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, onde também estudou. O professor Rebelo de Sousa evocou seus 50 anos como analista político e fez um apelo à participação nas eleições, respeitando as medidas sanitárias, em nome da democracia.
 
"Basta que a abstenção atinja 70% para tornar quase inevitável uma segunda volta [2º turno], porque a abstenção pune em função da intenção de voto dos vários candidatos, atinge mais os que têm mais intenção de voto. Em teoria, se a abstenção do território nacional – à parte a emigração –, for de 70% ou 75%, quem vai à frente nas intenções de voto perde, em teoria, uma parte considerável desses 15% ou 20% que não votam. Isso pode significar ficar com menos de 50%, e, portanto, haver uma segunda volta",
 
explicou Marcelo Rebelo de Sousa na ocasião. 
 
Alheios à abstenção recorde que se avista e acostumados com o voto obrigatório, muitos brasileiros - seja por terem dupla nacionalidade ou por recorrem ao Acordo de Porto Seguro - querem exercer seus direitos eleitorais em Portugal, alguns deles pela primeira vez, como relata o correspondente da Sputnik Brasil em Lisboa. Mas as diferenças não se restringem à obrigatoriedade do voto. 
 
A véspera da eleição, por exemplo, é conhecida como o "dia de reflexão". Na prática, significa que os candidatos estão proibidos de fazer propaganda e se manifestar sobre suas ideias e propostas. Não apenas eles. TVs, rádios, jornais e sites também não podem noticiar nada sobre as candidaturas neste dia. É assim há 45 anos, desde as primeiras eleições democráticas realizadas depois da Revolução de 25 de Abril de 1974, que derrubou a ditadura. 
 
Mas o "dia de reflexão" está longe de ter consenso. Democraticamente, veículos da imprensa como o Expresso manifestaram descontentamento com a medida. A experiente jornalista São José Almeida, que trabalha no Público desde a fundação do diário, escreveu um artigo sobre "As obsoletas regras eleitorais portuguesas", questionando principalmente o fato de a mídia não poder falar sobre as eleições na véspera, algo impensável no Brasil. Estrategicamente, o artigo foi publicado às 23h58 de 6ª feira, 22.01.
 
"Há anos que questiono esta proibição. E faço-o, sobretudo, desde que o jornalismo on-line existe. É absurdo que um jornal on-line não possa ter, com visibilidade imediata, no seu site, notícias sobre a campanha eleitoral. Considero mesmo que se trata de uma forma de censura. Espero que, este ano, haja órgãos de comunicação social que boicotem esta regra. Talvez ajude a chamar a atenção dos legisladores para o quanto estas regras são obsoletas",
 
escreveu São José Almeida.
 
Eleitores devem levar a própria caneta para voto impresso
 
Em Portugal, é obrigatório o uso de máscara nas seções eleitorais e é pedido que os eleitores levem sua própria caneta, medida profilática contra a COVID-19, já que o voto é manual e impresso. Essa, aliás, é uma diferença importante em relação ao pleito brasileiro, que adotou a urna eletrônica a partir de 1996. Em terras lusitanas, o voto eletrônico é testado desde 1997, mas nunca saiu do papel. Literalmente. O próprio presidente criticou a demora na mudança, esta semana, referindo-se ao voto impresso como "uma coisa verdadeiramente do arco-da-velha". 
 
Em entrevista à Sputnik Brasil, também nesta semana, a candidata Ana Gomes elogiou o sistema eletrônico brasileiro como um bom exemplo que Portugal deveria ter seguido há muito tempo. No último teste-piloto, nas eleições europeias de 2019, eleitores de Évora puderam experimentar as novidades tecnológicas. O projeto custou €1,45 milhão (R$ 9,66 milhões). 
 
A introdução do voto eletrônico exige uma maioria de dois terços dos deputados para alterar a lei eleitoral e a Constituição, mas o relatório de avaliação do teste não saiu sequer da gaveta da Comissão de Assuntos Constitucionais de Direitos e Garantias. Sputnik Brasil entrou em contato com o gabinete do deputado Luís Marques Guedes (PSD), presidente da comissão, mas ele não respondeu até o fechamento desta reportagem.


Fonte: SPUTNIK NEWS. Chamada de capa da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
VINGANÇA DO ASSASSINATO DE SOLEIMANI - Comando militar dos EUA divulga vídeo do ataque do Irã à base americana 07/03/2021
VINGANÇA DO ASSASSINATO DE SOLEIMANI - Comando militar dos EUA divulga vídeo do ataque do Irã à base americana
 
ITÁLIA só dará uma dose de vacina a pacientes contaminados assintomáticos 06/03/2021
ITÁLIA só dará uma dose de vacina a pacientes contaminados assintomáticos
 
PAPA inicia visita de 4 dias ao Iraque como 06/03/2021
PAPA inicia visita de 4 dias ao Iraque como "Peregrino da Paz"
 
MIANMAR - 4ª feira, 04/03/2021
MIANMAR - 4ª feira, "O Dia Mais Sangrento": 38 mortos pelos militares golpistas
 
MYANMAR - Aung San Suu Kyi enfrenta nova acusação 02/03/2021
MYANMAR - Aung San Suu Kyi enfrenta nova acusação
 
NICOLAS SARKOZY condenado à prisão por corrupção 02/03/2021
NICOLAS SARKOZY condenado à prisão por corrupção
 
ISRAEL atacou Damasco com mísseis no domingo, mas sistemas de defesa repeliram. 01/03/2021
ISRAEL atacou Damasco com mísseis no domingo, mas sistemas de defesa repeliram.
 
FILIPINAS - Duterte ameaça anular acordo militar se EUA implantarem Armas Nucleares nas Filipinas 01/03/2021
FILIPINAS - Duterte ameaça anular acordo militar se EUA implantarem Armas Nucleares nas Filipinas
 
FUTEBOL Ex-presidente do BARSA é preso por suspeita de crime financeiro 01/03/2021
FUTEBOL Ex-presidente do BARSA é preso por suspeita de crime financeiro
 
NEW YOR TIMES 01/03/2021
NEW YOR TIMES "Lava-Jato Transformou-se no Maior Escândalo Judicial da História"
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites