Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

02 de Março de 2021 as 23:03:03



PEC EMERGENCIAL - Senador BITTAR retirou o Jabuti da PEC que segue para votação nesta 4ª feira


Jabuti enfiado na PEC de Marcio Bittar
Operando interesses de Paulo Guedes no Senado,
o senador Márcio Bittar tentou, sem sucesso, incluir na PEC Emergencial o fim da vinculação obrigatória do Orçamento da União com gastos em Saúde e Educação.
 
Depois de críticas e enfrentar resistência no Senado, o senador Márcio Bittar (MDB-AC) fez mudanças no seu parecer da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/2019, a PEC Emergencial. Bittar retirou o trecho mais polêmico da proposta: o fim da vinculação obrigatória de parte do Orçamento a investimentos com Saúde e Educação.
 
Na sessão da semana passada, senadores de vários partidos, inclusive o MDB de Bittar, criticaram o trecho. O relator decidiu retirá-lo.
 
“Seguimos na compreensão de que o melhor para o país seria a supressão desses pisos do texto constitucional. Percebemos, no entanto, que esse debate ainda não está devidamente amadurecido na sociedade brasileira”,
 
escreveu Bittar em seu parecer, buscando uma saída honrosa.
 
Redução de salário de servidores
 
Outro trecho retirado após negociações com senadores de vários partidos, inclusive da oposição, diz respeito à redução de salário e jornada de trabalho dos servidores públicos como expediente de ajuste fiscal e equilíbrio das contas públicas.
 
Segundo ele, o dispositivo não fere a Constituição, mas decidiu por sua retirada devido “ao caráter polêmico da medida”, 
 
As discussões da proposta começaram na semana passada no plenário. Bittar, que trabalha no relatório da PEC há mais de um ano, teve tempo para ajustar o texto e, com isso, tentar garantir a aprovação com apoio da maioria dos colegas. 
 
A PEC Emergencial inicia sua tramitação pelo Senado. Se aprovada em dois turnos, segue para análise da Câmara.
 
Auxílio Emergencial
 
O texto cria mecanismos de ajuste fiscal caso as operações de crédito da União excedam as despesas. A PEC Emergencial também modifica limites para gastos com pessoal e proíbe que novas leis autorizem o pagamento retroativo desse tipo de despesa.
 
Em seu relatório, Bittar acrescentou a previsão de pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial, criado para dar assistência às famílias mais afetadas pela crise econômica durante a pandemia.
 
A PEC será votada na 4ª feira, 03.02, no plenário do Senado. Os senadores têm até as 16h de amanhã para apresentar destaques à proposta.


Fonte: AGENCIA BRASIL. Chamada de capa, Subtítulo e Copidescagem da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
CÓDIGO NACIONAL DE TRANSITO - Novas Regras começaram a valer. Saiba AQUI 13/04/2021
CÓDIGO NACIONAL DE TRANSITO - Novas Regras começaram a valer. Saiba AQUI
 
ARMAS DE FOGO - Rosa Weber suspende parte dos decretos de JB 12/04/2021
ARMAS DE FOGO - Rosa Weber suspende parte dos decretos de JB
 
STJ derruba Liminar do TRF-1 e Comércio prossegue aberto no DF 09/04/2021
STJ derruba Liminar do TRF-1 e Comércio prossegue aberto no DF
 
FUX marca Julgamento sobre CPI da covid-19 para 4ª feira 10/04/2021
FUX marca Julgamento sobre CPI da covid-19 para 4ª feira
 
Acuado pela CPI da Pandemia, JB fez ataques pessoais ao ministro Barroso 10/04/2021
Acuado pela CPI da Pandemia, JB fez ataques pessoais ao ministro Barroso
 
STF determina ao Senado abrir CPI da Covid-19. Rodrigo Pacheco, consternado 09/04/2021
STF determina ao Senado abrir CPI da Covid-19. Rodrigo Pacheco, consternado
 
VEREADOR Dr. Jairinho tem prisão temporária decretada pela morte do enteado Henry 09/04/2021
VEREADOR Dr. Jairinho tem prisão temporária decretada pela morte do enteado Henry
 
BUTANTAN - Presidente do Instituto pede investimento em Biotecnologia, em audiência no Senado 08/04/2021
BUTANTAN - Presidente do Instituto pede investimento em Biotecnologia, em audiência no Senado
 
ANVISA - Antonio Torres defende Produção Nacional de Insumos e Vacinas, ao Senado 08/04/2021
ANVISA - Antonio Torres defende Produção Nacional de Insumos e Vacinas, ao Senado
 
CÂMARA aprova texto-base de lei que permite Empresas comprarem Vacinas 07/04/2021
CÂMARA aprova texto-base de lei que permite Empresas comprarem Vacinas
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites