Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

06 de Abril de 2021 as 12:04:02



IBGE suspende provas do concurso para recenseadores: Corte de 96% das verbas



 
Corte orçamentário de 96% da verba para realização do Censo 2021
determinou a suspensão das atividades.
Datas estavam programadas no edital para 18 e 25 de abril
 
O IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística decidiu suspender as provas do processo seletivo para recenseadores e agentes censitários que iriam trabalhar no Censo 2021. De acordo com o Instituto, portanto, as provas não serão mais realizadas nas datas programadas no edital (18 e 25 de abril).
 
A decisão de suspenção das provas foi tomada, segundo o IBGE, devido ao corte de 96% dos recursos previstos no Orçamento Geral da União para a realização do Censo Demográfico, previsto para 2021.
 
O IBGE destacou, no entanto, que o processo seletivo não foi cancelado e informou que avaliará, junto com o Cebraspe, empresa organizadora do concurso, um novo planejamento para aplicação das provas, a “depender de um posicionamento do Ministério da Economia acerca do orçamento do Censo Demográfico”.
 
Realizado a cada dez anos e com abrangência nacional, o Censo é a maior pesquisa do País, com os resultados aplicados na formulação de políticas públicas, bem como para trabalhos e estudos de mercados, necessários ao posicionamento estratégico de organizações do setor privado. Deveria acontecer em 2020, mas foi adiado por causa da pandemia. A ideia era que poderia ser realizado em 2021.
 
O concurso para trabalhadores do Censo 2021 ofereceria cerca de 17 mil vagas para agentes censitários e 182 mil vagas para recenseadores.
 
Histórico de cortes
 
Em 31.08.2020, o Projeto da Lei Orçamentária de 2021 (PLOA-2021) mantivera a verba de R$ 2 bilhões para o censo de 2021. Originalmente prevista para ser realizada em 2020, a pesquisa envolveria visitas a 72 milhões de domicílios em todo o País, mas foi adiada para 2021 em razão da pandemia.
 
A maior parte dos R$ 2 bilhões iriam para a contratação temporária de cerca de 200 mil recenseadores. O IBGE chegou a abrir o edital de contratação em março/2020, mas o concurso foi suspenso após o início da pandemia.
 
De ínico, o censo teria dotação de R$ 3,4 bilhões, mas a presidente do IBGE, Susana Guerra, determinou um corte de 25% na verba, o que acarretou o encolhimento do questionário, com a retirada de perguntas sobre renda, aluguel, posse de bens e emigração, entre outras. No questionário simples, aplicado em 90% dos domicílios, o número de perguntas caiu de 34 para 26. No questionário completo, de 112 para 76.
 
Orçamento 2021 inviabilizou a realização do Censo
 
A verba foi reduzida a 3,5% do valor solicitado. A verba original de R$ 2 bilhões fora aprovada pelo ministério da Economia, ao qual está vinculado a Fundação IBGE e o valor original a proposta de Orçamento saiu do poder Executivo e chegou ao Congresso, onde a comissão mista passou a análisá-lo. 
 
No trâmite pelas duas casas do Congresso Nacional, o senador Márcio Bittar (MDB-AC) fez cortes profundos nos recursos previstos para o Censo Demográfico de 2021. O primeiro corte levou R$ 1,7 bilhão na primeira versão de seu relatório, resultando a verba de apenas R$ 240,7 milhões. Em voto complementar, o senador reduziu-a uma vez mais para apenas R$ 71 milhões, na 5ª feira, 25.03.  E essa foi a versão final aprovada pela CMO Comissão Mista do Orçamento e que foi votada pelo Congresso, em 25.03, 5ª feira.


Fonte: da REDAÇÃO JF com informações da AGÊNCIA BRASIL





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
TURISMO Operadoras perderam 2/3 do faturamento em 2.020. 20/04/2021
TURISMO Operadoras perderam 2/3 do faturamento em 2.020.
 
IMPOSTOS - Arrecadação Federal sobe 18% e bate recorde 20/04/2021
IMPOSTOS - Arrecadação Federal sobe 18% e bate recorde
 
General Silva e Luna, confirmado no comando da PETROBRAS 16/04/2021
General Silva e Luna, confirmado no comando da PETROBRAS
 
DÓLAR cai a R$ 5,585 em 16.03; IBOVESPA sobe 0,34% a 121.114 pts 16/04/2021
DÓLAR cai a R$ 5,585 em 16.03; IBOVESPA sobe 0,34% a 121.114 pts
 
OPEN BANKING - Banco Central altera norma para 2ª fase 16/04/2021
OPEN BANKING - Banco Central altera norma para 2ª fase
 
SALÁRIO MÍNIMO  Governo propõe SM de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real 15/04/2021
SALÁRIO MÍNIMO Governo propõe SM de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real
 
DÓLAR sobe 0,75% a R$ 5,628 em 15.04; IBOVESPA sobe 0,34% a 120.701 pts 15/04/2021
DÓLAR sobe 0,75% a R$ 5,628 em 15.04; IBOVESPA sobe 0,34% a 120.701 pts
 
SETOR DE SERVIÇOS registra Crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE 15/04/2021
SETOR DE SERVIÇOS registra Crescimento de 3,7% em fevereiro, diz IBGE
 
INFLAÇÃO já soma 9,16% no ano e de 31,74%, em 12 meses pelo IGP-10, da FGV 15/04/2021
INFLAÇÃO já soma 9,16% no ano e de 31,74%, em 12 meses pelo IGP-10, da FGV
 
DÓLAR cai 0,82% a R$ 5,67, em 14.04; IBOVESPA sobe 0,84% a 120.295 pts 14/04/2021
DÓLAR cai 0,82% a R$ 5,67, em 14.04; IBOVESPA sobe 0,84% a 120.295 pts
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites