Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Terça-Feira, Dia 17 de Agosto de 2021 as 21:08:43



RAIA DROGASIL - Resultado no 2º Trimestre/2021: Recuperação de Vendas e Margens



RAIA DROGASIL - Resultado no 2º Trimestre/2021
 
Recuperação de vendas e margens
11.08.2021
por Georgia Jorge, CNPI
 
A RD apresentou resultados positivos neste 2T21. Apesar da fraca base comparativa do 2T20, época em que as farmácias vivenciaram uma “ressaca” de vendas após um forte movimento de estocagem de medicamentos pelos consumidores ocorrido em março/20, a RD retomou o forte crescimento de vendas, amparado pelo robusto plano de expansão combinado com aumento das vendas nas lojas já existentes (vendas mesmas lojas de 15,1% no acumulado dos últimos 2 anos). Com isso, a companhia conseguiu apresentar ganho de participação de mercado em todas as regiões do Brasil. 
 
Observamos, no entanto, que as margens vieram aquém das nossas estimativas, dado que esperávamos um efeito mais positivo do reajuste no preço de medicamentos em patamar superior à média histórica e sem a postergação realizada em 2020.
 
Ao nosso ver, esse efeito não deveria ofuscar as boas margens apresentadas pela companhia, dado que a RD vem conseguindo equilibrar os fortes investimentos no desenvolvimento de um ecossistema de  saúde com uma rentabilidade interessante.
 
Desempenho das Ações.
 
Os papéis RADL3 acumulam alta 4,7% desde o início de 2021. Em nossa visão, o patamar atual do papel já precifica os bons resultados que a companhia apresentou no 1S21, além das avenidas de crescimento exploradas pela RD para incrementar seus negócios nos próximos anos.
 
Por essa razão, mantemos nosso preço-alvo para o final de 2021 em R$ 26,80, com manutenção da recomendação Neutra.
 
Desempenho econômico-financeiro
 
A receita bruta somou R$ 6,2 bilhões, alta de 32,3% a/a e em linha com as nossas estimativas (+2,3% r/e). O crescimento da receita foi a soma:
 
(i)   de uma fraca base comparativa no 2T20, após a forte estocagem de medicamentos observada no trimestre anterior, o que gerou uma “ressaca” de vendas no mês de abril;
(ii)  da boa execução de seu plano de expansão orgânica, com a abertura bruta de 248 lojas nos últimos 12 meses (o guidance – estimativa – de aberturas brutas para 2021 é 240 lojas);
(iii) do crescimento de vendas mesmas lojas de 26,2% e de vendas mesmas lojas maduras de 23,5%; e (iv) do aumento da penetração do canal digital nas vendas, atingindo 8,9% ante 7,6% no 2T20.
 
A margem bruta veio em 28,8%, 0,8 p.p. superior a/a e -1,4 p.p. r/e. O crescimento na comparação anual foi resultado do ganho inflacionário sobre os estoques em função do aumento no preço de medicamentos em 2021, que ocorreu em abril, enquanto, em 2020, esse aumento ocorreu apenas em junho. 
 
A margem EBITDA Ajustada, por sua vez, retornou para patamares históricos, após acentuada queda de 3,3 p.p. observada no 2T20 em função do menor patamar de vendas e alavancagem operacional. Nesse sentido, a margem EBITDA Ajustada atingiu 8,0% no 2T21, alta de 3,1 p.p. a/a e -1,9 p.p. r/e, dado que as despesas com vendas, como percentual da receita bruta, vieram  0,5 p.p. superior às nossas estimativas.
 
Acompanhando o ganho de alavancagem operacional observado no trimestre, a margem líquida cresceu 3,0 p.p. e atingiu 4,3% (-0,5 p.p. r/e), mesmo com a linha de imposto de renda e CSLL vindo superior na comparação anual.
 
Vale observar que o resultado financeiro líquido se manteve na mesma proporção em termos de percentual da receita bruta (-0,4%) na comparação anual, apesar do crescimento de 33,2% no período. A esse respeito, destacamos que o endividamento líquido da companhia, medido pela relação Dívida Líquida/EBITDA, veio em 0,8x, ante 1,2x no 2T20.
 
Por fim, quanto aos investimentos do período, o Capex totalizou R$ 231,8 milhões, o que corresponde a 3,7% da receita bruta (+0,5 p.p. a/a), distribuídos entre abertura de lojas (~39%), reforma de unidade existentes (~16%) e infraestrutura (~45%).
 
Confira no anexo a íntegra do relatório a respeito, elaborado por
GEORDIA JORGE, CNPI, do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: GEORDIA JORGE, CNPI, do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PETROBRAS - Produção e Vendas 3T21 - Câmbio e Elevação de Vendas sugerem Excelente Resultado 22/10/2021
PETROBRAS - Produção e Vendas 3T21 - Câmbio e Elevação de Vendas sugerem Excelente Resultado
 
GUIA DE AÇÕES - 19.10.2021 - VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 20/10/2021
GUIA DE AÇÕES - 19.10.2021 - VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES - 18.10.2021 - : VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 18/10/2021
GUIA DE AÇÕES - 18.10.2021 - : VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
AMBEV Revisão de Preço Meta de Ações em Bolsa 16/10/2021
AMBEV Revisão de Preço Meta de Ações em Bolsa
 
GRUPO PÃO DE AÇUCAR - Flash de Mercado: A Venda de 71 lojas Extra Hiper ao Assaí 16/10/2021
GRUPO PÃO DE AÇUCAR - Flash de Mercado: A Venda de 71 lojas Extra Hiper ao Assaí
 
GUIA DE AÇÕES - 14.10.2021 - : VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 14/10/2021
GUIA DE AÇÕES - 14.10.2021 - : VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 29.09: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 29/09/2021
GUIA DE AÇÕES, 29.09: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
GUIA DE AÇÕES, 23.09.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 23/09/2021
GUIA DE AÇÕES, 23.09.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 27.09.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 27/09/2021
GUIA DE AÇÕES, 27.09.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
GUIA DE AÇÕES, 28.09.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 28/09/2021
GUIA DE AÇÕES, 28.09.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites