Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

20 de Outubro de 2021 as 00:10:00



COMBUSTÍVEIS - Setor Privado alega Defasagem de Preços para Não importar Combustíveis



Petrobras tem demanda para novembro acima da capacidade de produção
 
Estatal diz que teve pedidos de gasolina e diesel muito acima da média
 
A Petrobras informou, nesta 3ª feira, 19.10, que recebeu para o mês de novembro pedidos de fornecimento de diesel e gasolina muito acima dos meses anteriores e de sua capacidade de produção.
 
O comunicado da empresa foi publicado após texto divulgado pela Associação das Distribuidoras de Combustíveis (Brasilcom), dizendo que o setor comercial da estatal informou "uma série de cortes unilaterais" nos pedidos feitos para compra de gasolina e óleo diesel para novembro.
 
Distribuidoras Privadas faziam importações de combustíveis
 
Segundo a Petrobras, nos últimos anos, o mercado brasileiro de diesel foi abastecido tanto por sua produção, quanto por importações realizadas por distribuidoras, terceiros e pela Companhia, que garantiram o atendimento integral da demanda doméstica. Porém, para o mês de novembro a demanda está acima da capacidade da estatal.
 
“Apenas com muita antecedência, a Petrobras conseguiria se programar para atender essa demanda atípica. Na comparação com novembro de 2019, a demanda dos distribuidores por diesel aumentou 20% e a por gasolina, 10%, representando mais de 100% do mercado brasileiro”,
 
esclareceu a estatal.
 
Petrobras aumentou produção de combustíveis
 
A Petrobras esclareceu que, segundo divulgado no Relatório de Produção e Vendas do 2T21, a companhia operou seu parque de refino, no 1º semestre/2021, com um fator de utilização (FUT) de 79%, em linha com a média de 2020 e superior ao registrado em 2019 (77%) e 2018 (76%), mesmo considerando as paradas programadas nas refinarias em seis refinarias (REDUC, RPBC, REGAP, RLAM, REPAR E REVAP), que foram postergadas de 2020 para 2021 em função da pandemia.
 
No acumulado de outubro de 2021, a companhia está operando com FUT de 90%.
 
Distribuidores culpam a Petrobras
 
A Brasilcom sustentou em nota que houve maior demanda pelo diesel no mercado interno, com maiores pedidos para a Petrobras, porque o combustível no mercado externo está mais caro do que o valor praticado no Brasil.
 
“As reduções promovidas pela Petrobras, em alguns casos chegando a mais de 50% do volume solicitado para compra, colocam o País em situação de potencial desabastecimento, haja vista a impossibilidade de compensar essas reduções de fornecimento por meio de contratos de importação, considerando a diferença atual entre os preços do mercado internacional, que estão em patamares bem superiores aos praticados no Brasil”,
 
alegou a associação.
 
ANP
 
A ANP Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, emitiu nota descartando, por enquanto, qualquer possibilidade de desabastecimento de combustíveis no mercado nacional.
 
"Não há indicação de desabastecimento no mercado nacional de combustíveis, nesse momento. A ANP segue realizando o monitoramento da cadeia de abastecimento e adotará, caso necessário, as providências cabíveis para mitigar desvios e reduzir riscos."
 
 
CONFIRA TAMBÉM;
 
►  EDITORIAL - Petrobras, A Socialização de Prejuízos e a Privatização de Lucros Públicos


Fonte: AGENCIA BRASIL. Chamada de capa da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
BANCO DO BRASIL faz mutirão de RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS 06/12/2021
BANCO DO BRASIL faz mutirão de RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS
 
RELATÓRIO FOCUS - Mercado Financeiro estima Inflação Oficial em 10,18% em 2021 06/12/2021
RELATÓRIO FOCUS - Mercado Financeiro estima Inflação Oficial em 10,18% em 2021
 
CADERNETA DE POUPANÇA - Investimento proporcionou perda de valor de 0,73% ao investidor, em novembro/21 06/12/2021
CADERNETA DE POUPANÇA - Investimento proporcionou perda de valor de 0,73% ao investidor, em novembro/21
 
GUEDES reconhece que JUROS ALTOS trazem Desaceleração na Economia 04/12/2021
GUEDES reconhece que JUROS ALTOS trazem Desaceleração na Economia
 
GUIA DE AÇÕES, 03.12.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir 03/12/2021
GUIA DE AÇÕES, 03.12.2021: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convém investir
 
ENDIVIDAMENTO - 73,5% das Famílias Paulistanas estão com Dívidas 03/12/2021
ENDIVIDAMENTO - 73,5% das Famílias Paulistanas estão com Dívidas
 
PRODUTIVIDADE - Indicador da indústria cai 1,3%, no 3º trimestre 03/12/2021
PRODUTIVIDADE - Indicador da indústria cai 1,3%, no 3º trimestre
 
IBGE - Pesquisa mostra enfraquecimento do mercado de trabalho em 2020 00/00/0000
IBGE - Pesquisa mostra enfraquecimento do mercado de trabalho em 2020
 
ORÇAMENTO 2022 - Comissão Mista aprova Acréscimo de R$ 72 bi para 2022 02/12/2021
ORÇAMENTO 2022 - Comissão Mista aprova Acréscimo de R$ 72 bi para 2022
 
CNI: 7 em cada 10 Indústrias têm Dificuldades para Comprar Insumo 02/12/2021
CNI: 7 em cada 10 Indústrias têm Dificuldades para Comprar Insumo
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites