Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

30 de Outubro de 2021 as 03:10:18



SARS-COV-2 como ARMA BIOLÓGICA é Cientificamente Inválido, segundo o ODNI



Covid Arma Biológica é 'cientificamente inválido',
segundo relatórios de inteligência dos EUA
 
ODNI rejeita alegações de armas biológicas, mas diz que origens do vírus nunca podem ser conhecidas, barrando avanço dramático na cooperação chinesa
 
Alegações de que o vírus Covid-19 foi projetado como uma arma biológica – uma teoria transmitida por alguns republicanos seniores – são baseadas em "alegações cientificamente inválidas" cujos proponentes "são suspeitos de espalhar desinformação", informaram as agências de inteligência dos EUA.
 
A maioria das 17 agências norte-americanas também concorda que o vírus não foi geneticamente modificado, enquanto observa que está se tornando cada vez mais difícil detectar sinais de tal adulteração. No entanto, a comunidade de inteligência ainda está dividida sobre se o vírus foi disseminada pela transmissão animal-humano ou como resultado de um acidente de laboratório, concluindo que isso pode nunca ser conhecido, barrando um avanço dramático na cooperação chinesa.
 
Um resumo dos achados foi publicado pela primeira vez pelo ODNI Escritório do Diretor de Inteligência Nacional em agosto, mas nesta 6ª feira a ODNI publicou uma versão mais completa do estudo,dando explicações para as conclusões de suas agências.
 
Sars-CoV-2 como arma biológica
 
A teoria de que o vírus, conhecido como Sars-CoV-2, era uma arma biológica, que foi propagada pelo senador Tom Cotton e outros republicanos linha-dura, é rejeitada no início do relatório da ODNI.
 
"Continuamos céticos quanto às alegações de que o SARS-CoV-2 era uma arma biológica porque são apoiados por alegações cientificamente inválidas, seus proponentes não têm acesso direto ao Instituto de Virologia de Wuhan (WIV), ou seus proponentes são suspeitos de espalhar desinformação", disse o estudo.
 
A teoria do vazamento do laboratório de Wuhan é mais sobre política do que ciência
 
Sobre a questão da engenharia genética, o relatório disse que a maioria dos analistas de inteligência acredita que o vírus não foi feito por humanos de forma alguma, embora essa avaliação seja calibrada como de baixa confiança. Até agosto deste ano, não houve sinais de assinaturas genéticas que geralmente são os sinais reveladores da engenharia, disse ele, mas apontou estudos acadêmicos que "algumas técnicas de engenharia genética podem tornar vírus geneticamente modificados indistinguíveis de vírus naturais".
 
Quatro agências de inteligência avaliaram "com baixa confiança" que o vírus se espalhou de animais para humanos através da interação natural. A avaliação foi baseada na constatação geralmente acordada de que o Instituto wuhan para virologia (WIV) parecia ter sido pego de surpresa pelo novo vírus e tinha mexido para identificá-lo.
 
"Eles também vêem o potencial de que um funcionário de laboratório inadvertidamente foi infectado enquanto coleta amostras de animais desconhecidos para ser menos provável do que uma infecção que ocorre através de numerosos caçadores, agricultores, comerciantes e outros que têm contato natural frequente com animais",
 
disse o estudo.
 
Uma agência dos EUA, não nomeada no estudo, mas relatada como a Agência de Inteligência de Defesa, acredita "com confiança moderada" que o surto foi resultado de um acidente de laboratório no WIV ou em outros lugares, a teoria promovida por apoiadores de Donald Trump.
 
Como evidência, apontou para o fato de que os "parentes mais próximos conhecidos de Sars-CoV-2 em morcegos foram identificados na província de Yunnan, e pesquisadores que trazem amostras para laboratórios fornecem uma ligação plausível entre esses habitats e a cidade".
 
O relatório observou que o WIV "criou quimeras anteriormente, ou combinações, de coronavírus semelhantes a Sars, mas essas informações não fornecem informações sobre se o Sars-CoV-2 foi geneticamente modificado pelo WIV".
 
O relatório da ODNI disse que um relato mais definitivo das origens do vírus provavelmente será impossível sem uma maior cooperação chinesa, mas não está otimista de que isso aconteça, observando os esforços da China até agora para bloquear novas investigações da Organização Mundial da Saúde.
 
CONFIRA NO THE GUARDIAN a íntegra do artigo em inglês


Fonte: THE GUARDIAN. Tradução e copidescagem da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
ADEUS PRIVACIDADE - FBI revela extrair informações de WhatsApp I-Message e outros 7 Aplicativos de Mensagens 02/12/2021
ADEUS PRIVACIDADE - FBI revela extrair informações de WhatsApp I-Message e outros 7 Aplicativos de Mensagens
 
MESSI ganha a 7ª Bola de Ouro e se iguala a PELÉ 29/11/2021
MESSI ganha a 7ª Bola de Ouro e se iguala a PELÉ
 
VACINAS doadas à África têm curta validade e doações com pouca antecedência 29/11/2021
VACINAS doadas à África têm curta validade e doações com pouca antecedência
 
TAIWAN - A importância da indústria de Semi-Condutores para os EUA 28/11/2021
TAIWAN - A importância da indústria de Semi-Condutores para os EUA
 
ÔMICRON - Holanda tem 13 casos; Dinamarca e Austrália também confirmam casos 28/11/2021
ÔMICRON - Holanda tem 13 casos; Dinamarca e Austrália também confirmam casos
 
GAROTA AFEGÃ de Olhos Verdes, da National Geographic, resgatada para a Itália 25/11/2021
GAROTA AFEGÃ de Olhos Verdes, da National Geographic, resgatada para a Itália
 
SÍNDROME DE HAVANA - CIA ameaça e demoniza a Rússia 25/11/2021
SÍNDROME DE HAVANA - CIA ameaça e demoniza a Rússia
 
PONTE DA AMIZADE- Brasil e Paraguai acertam conclusão de Nova Ponte entre os 2 países 24/11/2021
PONTE DA AMIZADE- Brasil e Paraguai acertam conclusão de Nova Ponte entre os 2 países
 
DESAFIO - Navio de Guerra dos EUA volta a percorrer Estreito de Taiwan 23/11/2021
DESAFIO - Navio de Guerra dos EUA volta a percorrer Estreito de Taiwan
 
FÓRMULA 1 - Lewis Hamilton conquista Grande Prêmio do Catar 21/11/2021
FÓRMULA 1 - Lewis Hamilton conquista Grande Prêmio do Catar
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites