Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

27 de Novembro de 2021 as 17:11:04



PROMESSA EM VÃO - "Estamos perto de ver o topo da inflação", diz presidente do BC



 
No dia em que BC divulga dados sobre as taxas de juros exorbitantes cobradas pelos bancos, o presidente do BC, com olhos fechados para a rapinagem promovida pelos bancos, tergiversa afirmando que em 2.022 será contida a inflação, hoje ascendente, após ter recebido do Senado, neste 2.021, o presente da absurda autonomia do BC, mediante promessa aos senadores de melhor controle da inflação, mas sem qualquer compromisso institucional com emprego e desenvolvimento econômico, solicitado pelo senador Tasso Jereissati. Resultado: o BC de Roberto Campos Neto sobe a Selic, aprofunda o Brasil na recessão e não cumpre a promessa de deter a escalada inflacionária, o pior dos mundos ... como se não bastassem suas contas offshores. 
 
O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou a 6ª feira, 26.11, que o pico da inflação está próximo do fim, com melhora a partir do ano que vem.
 
"Está perto – olhando 12 meses – de ver o topo [da inflação], e a gente entende que, a partir do ano que vem, vai ver uma melhora”,
 
disse Campos Neto, ao participar de evento virtual com empresas do mercado imobiliário, promovido pelo Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP).
 
Campos Neto afirmou que o BC imaginava, “em algum momento”, que o auge da inflação seria em setembro, mas isso não ocorreu em função dos “choques de energia [que] vieram de forma consecutiva, surpreendendo a todos”, e do aumento da gasolina subindo na bomba, puxado pelo etanol.
 
Projeção para o PIB
 
O presidente do BC também indicou que a instituição deve piorar sua projeção para o crescimento do PIB Produto Interno Bruto em 2022, mas não na magnitude apontada pelo mercado em suas últimas estimativas.
 
A última conta do BC, de alta de 2,1%, será provavelmente revista para baixo, disse, “mas não tão baixo” como a mediana em expectativas de agentes do mercado.
 
No último boletim Focus, a perspectiva do mercado era de crescimento de apenas 0,7% para a economia brasileira em 2022.
 
CONFIRA TAMBÉM:
 
► BANCOS mantém JUROS ESCORCHANTES em Outubro. [CLIQUE AQUI]
 
► INFLAÇÃO - IPCA-15 aponta 1,17% puxado pela elevação dos preços de combustíveis [CLIQUE AQUI]


Fonte: AGENCIA BRASIL. Chamada de capa e Subtítulo da Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
AUXÍLIO BRASIL  começa a ser pago nesta terça-feira 18/01/2022
AUXÍLIO BRASIL começa a ser pago nesta terça-feira
 
CIRCUITO DE NEGÓCIOS AGRO BB oferece Crédito Itinerante a Pequenos Produtores 18/01/2022
CIRCUITO DE NEGÓCIOS AGRO BB oferece Crédito Itinerante a Pequenos Produtores
 
DÓLAR pressionado pela Fuga de Capitais. IBOVESPA sobe a 106.668 pts 18/01/2022
DÓLAR pressionado pela Fuga de Capitais. IBOVESPA sobe a 106.668 pts
 
RIO: Veja impactos da Variante Ômicron sobre Transportes e Serviços 17/01/2022
RIO: Veja impactos da Variante Ômicron sobre Transportes e Serviços
 
PRÉ-SAL - Petrobras atingiu Recorde de Produção no pré-sal em 2021 17/01/2022
PRÉ-SAL - Petrobras atingiu Recorde de Produção no pré-sal em 2021
 
DÓLAR subiu a R$ 5,527: IBOVESPA caiu a 106.374  em 17.01 17/01/2022
DÓLAR subiu a R$ 5,527: IBOVESPA caiu a 106.374 em 17.01
 
OFAM: Pandemia fez um Novo Bilionário a cada 26 horas 17/01/2022
OFAM: Pandemia fez um Novo Bilionário a cada 26 horas
 
IBC-BR - Atividade Econômica cresceu 0,69% em novembro, diz o BC 17/01/2022
IBC-BR - Atividade Econômica cresceu 0,69% em novembro, diz o BC
 
DÓLAR cai a R$ 5,51 e IBOVESPA sobe pois as Ações estavam baratas demais 15/01/2022
DÓLAR cai a R$ 5,51 e IBOVESPA sobe pois as Ações estavam baratas demais
 
EUA recomendam que População use 16/01/2022
EUA recomendam que População use "Máscara Mais Protetora Possível"
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites